• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-06012017-113428
Documento
Autor
Nome completo
Milena Takamiya Sugahara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Antonio Carlos Duarte de (Presidente)
Ferreira, Janise Braga Barros
Takeda, Elisabete
Título em português
Itinerários terapêuticos de mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família a partir de suas representações sociais
Palavras-chave em português
Itinerários Terapêuticos
Práticas em Saúde
Programa Bolsa Família
Representações Sociais
Saúde da Família
Resumo em português
Os itinerários terapêuticos podem ser compreendidos como todas as práticas que envolvem a manutenção, a promoção e a recuperação da saúde, ou seja, são movimentos desencadeados por grupos ou por indivíduos que mobilizam recursos - institucionais ou outras vias possíveis - para a assistência de suas necessidades de saúde. As práticas que constituem os itinerários terapêuticos não são escolhidas aleatoriamente, mas são influenciadas pelas representações sociais, construídas pelo próprio indivíduo. Neste sentido, a temática abordada visa a compreender os itinerários terapêuticos e as práticas nele contidos a partir das representações sociais de mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família em uma comunidade do município de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil, que abrange a territorialidade de uma Equipe de Saúde da Família. O material e o método de pesquisa utilizados foram o qualitativo, sendo a técnica de coleta de dados elegida o questionário e a entrevista semiestruturada. Os dados coletados foram transcritos e submetidos à análise de conteúdo. Observou-se que os itinerários terapêuticos constituem-se de uma rede de práticas e não são cadeias sucessivas, necessariamente, mas, sim, um universo de componentes justapostos, sobrepostos e complementares, que dentro das singularidades de cada comunidade, são delineados no imaginário social, a partir de conhecimentos prévios, do contexto e das experiências de vida. As práticas que constituem os itinerários terapêuticos são diversas e plurais, e incluem: práticas de autocuidado, como a automedicação, o uso de preparações caseiras, práticas individuais específicas e/ou alternativas e/ou baseadas na cultura popular e práticas de atividade física, lazer, alimentação e higiene; espiritualidade; meios de comunicação, como a Internet e a televisão; rede de apoio social e outros setores, e serviços de saúde, que incluem o Núcleo de Saúde da Família, os serviços de urgência e emergência, os serviços especializados e a farmácia. Há o predomínio de práticas caracterizadas na centralidade biomédica e farmacolizante, como o uso de serviços de saúde e a automedicação; contudo práticas tradicionais relacionadas à cultura e ao senso comum também existem e enriquecem a diversidade e a pluralidade das trajetórias na assistência das necessidades de saúde da população estudada. As práticas institucionais-formais ou através de outras vias, não foram concebidas pelas entrevistadas como excludentes entre si, sendo perceptível uma confluência entre os saberes técnico-científicos e o senso comum, juntamente com a experiência de vida.
Título em inglês
Therapeutic itineraries of female recipients of the Program Bolsa Família from her social representations
Palavras-chave em inglês
Family Health
Practices in Health
Program Bolsa Família
Social Representations
Therapeutic Itineraries
Resumo em inglês
Therapeutic itineraries can be understood as all the practices involving the maintenance, promotion and restoration of health, that is, they are movements triggered by groups or individuals that mobilize resources - institutional or other possible ways - to support their health needs. The practices that constitute therapeutic itineraries are not chosen randomly, but are influenced by social representations built by the individual himself. In this sense, the chosen theme aims to understand the therapeutic itineraries and practices contained in it from the social representations of female recipients of the Program Bolsa Família transfer in a community of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil, which covers the territoriality of a Family Health Team. The material and research method used were qualitative, and the data collection technique elected was the questionnaire and the semi-structured interview. The data collected were transcribed and subjected to content analysis. It was observed that therapeutic itineraries constitute a network of practices and are not successive chains, necessarily, but rather a universe of juxtaposed, superposed and complementary components, that within the uniqueness of each community, are outlined in the social imaginary from previous knowledge, from the context and from life experiences. The practices that the therapeutic itineraries are diverse and plural and include: self-care practices, such as self-medication, the use of home-made preparations, specific and / or alternative individual practices and / or based on popular culture and practices of physical activity, leisure, food and hygiene; spirituality; communication media such as the Internet and television; social support network and other sectors and health care, including the Family Health Center, urgent and emergency services, specialized services and the drugstores. There is a predominance of practices characterized in biomedical and farmacologic centrality, such as the use of health services and self-medication, however traditional practices related to culture and common sense also exist and enrich the diversity and plurality of paths in the care of the health needs of the studied population. Institutional-formal practices or through other means were not considered by interviewees as mutually exclusive, being noticeable a confluence of the technicalscientific knowledge and common sense, along with the experience of life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.