• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2006.tde-29112006-151637
Documento
Autor
Nome completo
Erika Barioni Mantello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Moriguti, Julio Cesar (Presidente)
Cação, João de Castilho
Isaac, Myriam de Lima
Título em português
Efeito da reabilitação vestibular sobre a qualidade de vida de idosos portadores de labirintopatias de origem vascular e metabólica
Palavras-chave em português
Doenças Metabólicas
Doenças Vasculares
Idosos
Qualidade
Reabilitação
Tontura
Vestibular
Resumo em português
A tontura é um sintoma que acomete a população mundial, sendo observada maior prevalência em idosos devido ao processo de deterioração funcional dos sistemas auditivo e vestibular com o envelhecimento e também devido à alta sensibilidade destes sistemas a problemas clínicos situados em outras partes do corpo humano, comumente relacionados à etiologia vascular e metabólica. A Reabilitação Vestibular (RV) tem se mostrado uma importante e efetiva estratégia no tratamento de indivíduos com desordens do equilíbrio corporal, proporcionando uma acentuada melhora na qualidade de vida. O objetivo deste trabalho foi avaliar prospectivamente o efeito da RV como forma de tratamento das labirintopatias de origem vascular e metabólica sobre a qualidade de vida de indivíduos idosos. O estudo foi delineado como um ensaio clínico prospectivo, longitudinal, observacional, com a participação de 40 indivíduos idosos de ambos os gêneros, com faixa etária entre 60 e 84 anos, divididos em 2 grupos conforme o diagnóstico médico, tontura de origem vascular ou metabólica. Os pacientes passaram por anamnese, aconselhamento, avaliação da qualidade de vida (escala de quantificação da tontura e Dizziness Handicap Inventory brasileiro) e a RV propriamente dita que se baseou no protocolo de Cawthorne e Cooksey. A análise estatística dos dados foi feita através do teste t-Student, para comparações de amostras pareadas, usando um teste de hipótese bilateral; os coeficientes de Pearson e de Spearman foram usados no estudo de correlações. Observou-se que o idoso portador de labirintopatia de origem metabólica ou vascular, possui idade média de 70,2 anos, diagnóstico prevalente no grupo metabólico de diabetes mellitus e no grupo vascular de hipertensão arterial sistêmica. Pelas escalas utilizadas podemos observar que os aspectos avaliados por meio do DHI (físico, emocional, funcional e geral) e escala de quantificação de tontura, melhoraram após a intervenção terapêutica pela Reabilitação Vestibular nos idosos portadores de labirintopatias de origem vascular e metabólica. Contudo não se observou diferença significativa nas escalas do DHI e quantificação da tontura pós RV entre os grupos metabólico e vascular. Observou-se ainda, neste estudo, correlação significativa entre a escala de quantificação da tontura com o DHI pré e pós-tratamento. Pelas questões abordadas no DHI houve um incremento na qualidade de vida de todos os idosos em estudo. O período de terapia mediante RV variou de quatro a dez sessões terapêuticas. Assim, levando em consideração os dados epidemiológicos do envelhecimento no Brasil e sabendo que a grande parte dos idosos com afecções otoneurológicas tem origem vascular e metabólica, conclui-se que a RV baseada nos protocolos de Cawthorne e Cooksey pode ser utilizada de modo benéfico nesta população, trazendo inclusive impacto positivo na qualidade de vidas destes indivíduos.
Título em inglês
Vestibular rehabilitation ´s effect over the qualit y of life of geriatric patients w ith labyrinth disease of vascular and met abolic origin.
Palavras-chave em inglês
dizziness
dizziness handicap inventory
metabolic diseases
old
quality of life
vascular diseases
vestibular rehabilitation
Resumo em inglês
The dizziness is a symptom that attacks the world-wide population, being observed bigger predominance in old due to the process of functional deterioration of the hearing and vestibular systems with the aging and also due to the high sensibility of these systems to clinical problems situated in other parts of the human body, usually related to vascular and metabolic etiology. The Vestibular Rehabilitation (VR) has shown an important and effective strategy in the individuals' treatment with disorders of the physical balance, providing an accented improvement in the quality of life. The objective of this work was evaluate prospectively the effect of the RV as form of treatment of the labyrinth disease of vascular and metabolic origin in the quality of life of geriatric patients. The study was outlined like a clinical prospective test, longitudinal, observed, with the participation of 40 old individuals of both genders, with age group between 60 and 84 years divided in 2 groups according to the medical diagnosis,dizziness of vascular or metabolic origin. The patients passed over medical examinations, anamnesis, advising, evaluation of quality of life (scale of quantification of dizziness and Brazilian Dizziness Handicap Inventory) and the VR properly stated, what was based on the protocol of Cawthorne and Cooksey. The statistics analysis from the data was done through the t-Student test, to comparisons of parallels samples, using a test of bilateral hypothesis; the coefficients of Pearson and Spearman were used in the study of correlations. It was noticed that the old bearer of labyrinth disease of metabolic or vascular origin, has average age of 70,2 years, prevalent diagnosis in the metabolic group of diabetes mellitus and in the vascular group of arterial high blood pressure. For the used scales we can notice that the aspects evaluated through the DHI (physical, emotional, functional and general) and the scale of quantification of dizziness, improved after the therapeutic intervention by the Vestibular Rehabilitation in the geriatric patients with labyrinth disease of vascular and metabolic origin. Nevertheless significant difference in the scales of the DHI and quantification of dizziness after VR was not observed between the metabolic and vascular groups. Significant correlation was still observed in this study between the scales of quantification of dizziness with the DHI before and after treatment. For the questions boarded in the DHI there was a growth in the quality of life of all the old ones in study. The total time of treatment by means of VR varies of 4-10 therapeutic sessions. So, taking into account the epidemiologist data of the aging in Brazil and knowing that great part of the old ones with vestibular affections has vascular and metabolic origin, it is concluded that the VR based on the protocols of Cawthorne and Cooksey, can be used inbeneficial way in this population, also bringing positive impact in the capacity of life of these individuals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MANTELLO_EB.pdf (5.07 Mbytes)
Data de Publicação
2006-12-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.