• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2021.tde-07022022-151134
Documento
Autor
Nome completo
Danilo Martins de Sá
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Vianna, Elcio dos Santos Oliveira (Presidente)
Moriguti, Julio Cesar
Lorenzi Filho, Geraldo
Rizzatti, Fabiola Paula Galhardo
Título em português
Avaliação polissonográfica do tratamento da síndrome da apneia obstrutiva do sono com pressão fixa de CPAP determinada por fórmula
Palavras-chave em português
Apneia obstrutiva do sono
CPAP
Fórmula preditiva
Índice de apneia-hipopneia residual
Resumo em português
O uso de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) é uma das modalidades terapêuticas para a apneia obstrutiva do sono (AOS). A polissonografia de titulação manual e os percentis 90 ou 95 da pressão titulada por CPAP automático (APAP) são o padrão atual para determinar a pressão fixa. As pressões arbitrárias em um valor fixo, seja com base no índice de massa corporal (IMC) ou por fórmulas preditivas, são apresentadas como formas alternativas. Este estudo tem como objetivo avaliar o índice de apneia-hipopneia residual (IAH-R) na polissonografia em uso do CPAP utilizando pressão determinada por fórmula e avaliar sua viabilidade para iniciar o tratamento. Os pacientes encaminhados para terapia com CPAP foram acompanhados em três avaliações ambulatoriais e submetidos a estudo de polissonografia com CPAP em pressão obtida por fórmula. O grupo consistiu em 80 pacientes, 41 mulheres; idade 58,6 (DP=11,3) anos, IMC 34,1 (DP=7,5) kg/m² e circunferência cervical 42,0 (DP=4,2) cm. A maioria dos pacientes (74%) apresentou AOS grave e escala de sonolência de Epworth (Epworth sleepiness scale [ESS]) de 12,0 (DP=5,7) pontos. A pressão média calculada foi de 7,8 (DP=2,1) cmH2O. Polissonografias de pesquisa mostraram um IAH-R de 6,1 (DP=5,2) eventos/hora e redução de 83,4% do IAH basal. O IAH-R no REM-supino foi de 8,4 (DP=9,9) eventos/h. Em cada avaliação ambulatorial, a adesão ao CPAP foi de 78% e 75,0% e a pontuação da ESS foi de 6,9 (DP=5,8) e 6,1 (DP=4,9) pontos. Nosso estudo mostra que a fórmula fornece uma pressão CPAP inicial eficaz. Esta abordagem simplificada parece ser uma alternativa viável, com economia de custos, redução nas listas de espera e tempo desde o diagnóstico até o início da terapia.
Título em inglês
Polissomnographic evaluation of the obstructive sleep apnea syndrome treatment with fixed pressure CPAP determined by formula
Palavras-chave em inglês
CPAP
Obstructive sleep apnea
Predictive formula
Residual apnea-hypopnea index
Resumo em inglês
The use of continuous positive airway pressure (CPAP) is one of the therapeutic modalities for obstructive sleep apnea (OSA). Manual titration polysomnography and the 90th or 95th percentiles of pressure titrated by automatic CPAP (APAP) are the current standard for determining fixed pressure. Arbitrary pressures at a fixed value, either based on body mass index (BMI) or by predictive formulas are presented as alternative ways. This study aims to evaluate the residual apnea-hypopnea index (RAHI) in polysomnography with CPAP therapy using pressure determined by formula and assess its feasibility to start treatment. Patients referred for CPAP therapy were followed up in three outpatient assessments and underwent polysomnography study with pressure CPAP obtained by formula. The group consisted of 80 patients, 41 female; age 58.6 (SD=11.3) years, BMI 34.1 (SD=7.5) kg/m² and cervical circumference 42.0 (SD=4.2) cm. Most patients (74%) had severe OSA and Epworth sleepiness scale (ESS) of 12.0 (SD=5.7) points. The calculated average pressure was 7.8 (SD=2.1) cmH2O. Polysomnography studies showed an R-AHI of 6.1 (SD=5.2) events/hour and reduction of 83.4% from baseline AHI. The R-AHI in the REM-supine was 8.4 (SD=9.9) events/h. In each outpatient assessment, adherence to CPAP was 78% and 75.0% and the ESS score was 6.9 (SD=5,8) and 6.1 (DP=4,9) points. Our study shows that formula provides an effective initial CPAP pressure. This simplified approach appears to be a viable alternative, with cost savings, reductions in waiting lists and time from diagnosis to initiation of therapy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DANILOMARTINSDESA.pdf (1.72 Mbytes)
Data de Publicação
2022-02-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.