• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-06012016-112948
Documento
Autor
Nome completo
Álan Fernandes Laurindo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Romão, Elen Almeida (Presidente)
Andrade, Lucia da Conceição
Santana, Rodrigo de Carvalho
Título em português
Avaliação de marcadores de lesão do túbulo proximal renal e incidência de redução da filtração glomerular em pacientes portadores de Hepatite B em uso de tenofovir
Palavras-chave em português
Cistatina C
Hepatite
Lesão renal
NGAL
Tenofovir
Tubulopatia proximal renal
Resumo em português
Tenofovir (TDF), um antirretroviral análogo nucleotídeo inibidor da transcriptase reversa, indicado para o tratamento da infecção pelo vírus da Hepatite B em indivíduos HBeAg reagentes, não cirróticos, tem sido implicado na ocorrência de Injúria renal aguda (IRA) e lesão do túbulo proximal renal (TPR), com características semelhantes à Síndrome de Fanconi, caracterizada por glicosúria, bicarbonatúria, fosfatúria, uricosúria e proteinúria de baixo peso molecular. Outros trabalhos sugerem que os pacientes em uso de TDF sofram toxicidade aos glomérulos, com uma pequena, porém significante redução da taxa de filtração glomerular. O tempo de uso da droga para que ocorra lesão renal é desconhecido. Entretanto, a maioria dos estudos de investigação de nefrotoxicidade do TDF foi realizada em pacientes portadores de infecção pelo HIV. Especula-se que a nefrotoxicidade desta droga possa ser exacerbada ou reduzida pelo uso de outras medicações, frequentemente usadas por pacientes com HIV, que competem com o transporte tubular ou com sua metabolização, aumentando o seu nível sérico. O objetivo geral deste trabalho é avaliar prospectivamente a incidência de lesão renal pelo uso de TDF em pacientes portadores de hepatite B. Os objetivos específicos deste trabalho são: (1) avaliar incidência de lesão do TPR através da avaliação da excreção urinária de ácido úrico, fósforo e da proteína de baixo peso molecular neutrophil gelatinase associated lipocalin (NGAL); (2) avaliar a incidência de redução aguda da taxa de filtração glomerular (LRA) ou redução crônica da mesma. Métodos: Foram incluídos 24 pacientes portadores de Hepatite B que tiveram indicação de iniciar o uso de TDF com idade superior a 18 anos ou inferior a 75 anos. Neste estudo prospectivo, foi realizado a coleta de dados clínicos (idade, gênero, etnia, tempo de doença, antecedentes pessoais, medicações concomitantes, fator de risco para contaminação do VHB, história familiar de infecção VHB) e a avaliação laboratorial foi feita através da coleta de sangue e urina feitas antes do início do uso do TDF e, posteriormente à sua introdução, semestralmente durante 2 anos. Ao final do seguimento foi avaliada a incidência de lesão renal pelo uso de TDF, através das seguintes dosagens: glicemia, fosfatemia, gasometria, creatinina e Cistatina C séricas, microalbuminúria, proteinúria, proteinúria de baixo peso molecular (NGAL), clearance de creatinina, fosfatúria, uricosúria e urina rotina. Foi feita análise estatística comparativa entre os pacientes que usaram o TDF pré tratamento e pós tratamento para detectar lesão do TPR ou redução da taxa de filtração glomerular ao longo do tempo. Resultados: Não foi identificado aumento significativo da creatinina no decorrer do estudo (p = 0,09; R = 2,4%), entretanto, foi observada uma queda significativa nos valores do clearance de creatinina em 24 horas (p < 0,01; R = 15,8%). Não foi observada tendência de queda da filtração glomerular através das fórmulas MDRD simplificada (p = 0,11), CKD-EPI (p=0,14), CKD-EPI cystatin C (p = 0,23). Em relação à cistatina C sérica também não foi observada sua elevação no decorrer do tempo (p=0,15; R = 2,4%). Não foi observado, utilizando-se modelo de regressão linear, aumento na excreção urinária de albumina no decorrer do estudo (p = 0,97; R = 0,00%), mas houve aumento significativo na proteinúria de 24h (p < 0,01). Foi observada também, redução da uricosúria com o passar do tempo (p = 0,01; R = 6,7%) e houve correlação positiva entre o clearance de creatinina dosado em urina de 24 horas e a excreção de ácido úrico em urina de 24 horas (p=0,01; r = + 0,60). A fração de excreção de fósforo (urina de 24h): não foi observada alteração no decorrer do tempo (p = 0,83; R = 0,5%), porém houve correlação negativa com entre o clearance de creatinina dosado em urina de 24 horas e a fração de excreção de fósforo (FePO4) dosada em urina de 24 horas (p = 0,05; r = - 0,25). A detecção de NGAL na urina foi feita pelo índice UNGAL/Ucreat e não foi observado aumento significativo de sua excreção no decorrer do tempo (p = 0,40, r = 0,8%). Conclusão: em conclusão no presente estudo observou-se desenvolvimento de lesão renal aguda em 10% dos pacientes em uso de tenofovir e redução significativa da filtração glomerular. A fosfatúria e proteinúria observados sugerem que a lesão tenha sido decorrente de tubulopatia proximal e os marcadores mais específicos de lesão renal, cistatina C e NGAL, não foram superiores aos biomarcadores disponíveis na prática clínica na detecção destas alterações.
Título em inglês
Evaluation of markers of renal proximal tubule injury and incidence of reduced glomerular filtration in patients with hepatitis B using tenofovir
Palavras-chave em inglês
Cystatin C
Hepatitis B
Kidney injury
NGAL
Proximal tubulopathy kidney
Tenofovir
Resumo em inglês
Tenofovir (TDF) a nucleotide analog reverse transcriptase inhibitor antiretroviral indicated for the treatment of infection with the hepatitis B virus in reagents HBeAg individuals, non-cirrhotic patients, has been implicated in the occurrence of acute kidney Injury (AKI) and the proximal tubule injury kidney (TPR), with similar to Fanconi syndrome characterized by glucosuria, bicarbonatúria, phosphaturia, proteinuria, uricosuria and low molecular weight characteristics. Other studies suggest that patients using TDF toxicity suffer the glomeruli, with a small but significant reduction in glomerular filtration rate. The time of drug use for kidney damage that occurs is unknown. However, most of the research studies of nephrotoxicity TDF was performed in patients with HIV infection. It is speculated that the nephrotoxicity of this drug may be exacerbated or reduced by the use of other medications, often used by patients with HIV, which compete with the tubular transport or metabolism, increasing its serum level. The overall objective of this study is to prospectively evaluate the incidence of renal injury by the use of TDF in patients with hepatitis B. The specific objectives of this work are: (1) assess the incidence of injury TPR by assessment of urinary excretion of uric acid, phosphorus and protein of low molecular weight neutrophil gelatinase associated lipocalin (NGAL); (2) assess the incidence of acute reduction in glomerular filtration rate (IRA) or chronic reduction. Methods: 24 patients with hepatitis B who were advised to initiate the use of TDF over the age of 18 years or below 75 years were included. In this prospective study, the collection of clinical data (age, gender, ethnicity, duration of disease, personal history, concomitant medications, risk factor for HBV infection, family history of HBV infection) and laboratory evaluation was done by collect blood and urine samples taken before initiation of the use of TDF and after its introduction, semiannually for 2 years. At final follow-up the incidence of renal injury by the use of TDF was assessed through the following dosages: glucose, phosphatemia, gases, creatinine and serum cystatin C, microalbuminuria, proteinuria, low molecular weight proteinuria (NGAL), clearance creatinine, phosphaturia, uricosuria and urine routine. The comparative statistical analysis of patients using TDF pre-treatment and post treatment to detect the TPR injury or reduced glomerular filtration rate over time. Results: There was not significant increase in creatinine identified during the study (p = 0.09; R = 2.4%), however, a significant decrease was observed in the values of creatinine clearance at 24 hours (p <0.01; R = 15.8%). No downward trend was observed in glomerular filtration through the simplified MDRD formulas (p = 0.11), CKD-EPI (p = 0.14), CKD-EPI cystatin C (p = 0.23). Regarding the serum cystatin C its elevation was not observed over time (p = 0.15, R = 2.4%). Increased urinary albumin excretion during the study was not observed using a linear regression model (p = 0.97, R = 0.00%), but there was significant increase in 24-hour proteinuria (p <0, 01). And there was a positive correlation between creatinine clearance at 24 hour urine and the excretion of uric acid in 24 hour urine (p = 0.01, R = + 0.60), uricosuria reduction over time was also observed (p = 0.01, R = 6.7%). No change was observed over time in the fractional excretion of phosphorus (24 h urine), (p = 0.83; R = 0.5%), but there was a negative correlation between creatinine clearance urine dosed at 24 hours and fractional excretion of phosphorus (FePO4) measured in 24 hour urine (p = 0.05, r = - 0.25). The detection of NGAL in the urine was taken by UNGAL / Ucreat index and was not observed significant increase in excretion over time (p = 0.40, r = 0.8%). Conclusion: In conclusion at the present study we observed the development of acute kidney injury in 10% of patients using tenofovir and a significant reduction in glomerular filtration. The phosphaturia and proteinuria observed suggest that the injury has been caused by proximal tubulopathy and more specific markers of renal injury as cystatin C and NGAL were not greater than the available biomarkers in clinical practice for their detection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.