• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-04012021-120026
Documento
Autor
Nome completo
Ana Beatriz dos Anjos Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2020
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Luiz Tadeu Moraes (Presidente)
Levi, José Eduardo
Quintana, Victor Hugo Aquino
Título em português
Estudo sobre infectividade dos vírus Chikungunya e Mayaro em hemocomponentes
Palavras-chave em português
Alphavirus Chikungunya
Alphavirus Mayaro
Arboravírus
Hemocomponentes
Viremia
Resumo em português
Os arbovírus são responsáveis por doenças, esporádicas ou em epidemias, que podem ser graves ou debilitantes, com impacto significativo para a saúde humana no Brasil e no mundo, tornando importante o estudo de suas transmissibilidades por transfusão sanguínea. Dentre os arbovírus, os Alphavirus Chikungunya e Mayaro, apesar de não serem altamente letais, após produzirem doenças febris agudas, podem ser causadores de doenças articulares dolorosas e incapacitantes que perduraram por meses ou anos. No presente estudo, objetivou-se avaliar a infectividade dos Alphavirus Chikungunya e Mayaro em produtos do sangue nas unidades formadoras de plaques (PFU/mL) e por qPCR em número de cópias de RNA viral equivalente a PFU. Também pesquisou-se a infecção por Alphavirus Chikungunya e Mayaro em leucócitos, como linfócitos B, linfócitos T, monócitos e macrófagos do sangue periférico. Ainda, avaliou-se a infectividade dos dois vírus em linhagens de linfócitos T CD4+ (A30-1), de monócitos (THP-1) e de megacariócitos (MEG-1). Os resultados obtidos mostram que bolsas de sangue doado inoculadas com vírus Mayaro ou vírus Chikungunya, mantêm ambos os vírus infectantes durante o processamento dos hemoderivados (concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas e plasma fresco congelado) e mesmo após o armazenamento específico recomendado para cada produto, sendo capazes de infectar indivíduos com eles transfundidos. Observou-se que o Mayaro e o Chikungunya infectam linfócitos B (CD19+ CD20+ ), linfócitos T (CD3+ e CD4+ ) e ainda, o Mayaro infecta monócitos (CD14+ ) e o Chikungunya infecta macrófagos (CD68+ ) do sangue periférico, podendo ser disseminados nos pacientes por estas células. Também o vírus Mayaro e o Chikungunya infectam culturas de linfócitos TCD4+ , megacariócitos e monócitos humanos, produzindo relevantes replicações virais que têm possíveis repercussões na fisiopatologia das doenças por estes vírus. Os resultados deste trabalho evidenciam que, para prevenir infecções por vírus Mayaro e por vírus Chikungunya em hemoderivados, faz-se necessário estimular o desenvolvimento e a utilização de testes diagnósticos para estes patógenos no sangue doado.
Título em inglês
Study on the infectivity of Chikungunya and Mayaro virus in blood components
Palavras-chave em inglês
Alphavirus Chikungunya
Alphavirus Mayaro
Arboravirus
Hemocomponents
Viremia
Resumo em inglês
Arboviruses are responsible for diseases, sporadic or in epidemics, which can be serious or debilitating with a significant impact on human health in Brazil and worldwide making it important to study their transmissibilities through blood transfusion. Among the arboviruses, the Alphaviruses Chikungunya and Mayaro, although not highly lethal, after producing acute febrile illnesses can cause painful and disabling joint diseases that lasted for months or years. In the present study the objective was to evaluate the infectivity of Alphavirus Chikungunya and Mayaro in blood products in plaque forming units (PFU / mL) and by qPCR in number of copies of PFU-equivalent viral RNA. Alphavirus Chikungunya and Mayaro infection was also investigated in leukocytes, such as B lymphocytes, T lymphocytes, monocytes and macrophages of peripheral blood. In addition, the infectivity of the two viruses in CD4 + T lymphocyte (A30-1), monocyte (THP-1) and megakaryocyte (MEG-1) lines was evaluated. The results obtained show that donated blood bags inoculated with Mayaro virus or Chikungunya virus keep both infecting viruses during the processing of blood products (red blood cell concentrate, platelet concentrate and fresh frozen plasma) and even after the specific storage recommended for each product, being able to infect individuals transfused with them. It was observed that Mayaro and Chikungunya infect B lymphocytes (CD19 + CD20 +), T lymphocytes (CD3 + and CD4 +) and Mayaro infects monocytes (CD14 +) and Chikungunya infects peripheral blood macrophages (CD68 +), which can be disseminated in patients by those cells. Mayaro virus and Chikungunya also infect cultures of TCD4 + lymphocytes, megakaryocytes and human monocytes, producing relevant viral replications that have possible repercussions on the pathophysiology of diseases caused by these viruses. The results of this work show that to prevent infections by Mayaro virus and Chikungunya virus in blood products, it is necessary to stimulate the development and use of diagnostic tests for these pathogens in donated blood.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.