• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.17.2016.tde-27072016-162552
Documento
Autor
Nombre completo
Marcelo Volpon Santos
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2016
Director
Tribunal
Oliveira, Ricardo Santos de (Presidente)
Baruffi, Marcelo Dias
Cunha, Fernando de Queiroz
Salomão, José Francisco Manganelli
Serafini, Luciano Neder
Título en portugués
Análise dos efeitos clínico-radiológicos, histopatológicos e bioquímicos da derivação ventrículo-subcutânea na hidrocefalia induzida por caulim em ratos
Palabras clave en portugués
Citocinas
Derivação ventrículo-subcutânea
Hidrocefalia
Interleucinas
Resumen en portugués
Introdução. A hidrocefalia é uma doença de complexa fisiopatologia, que não só afeta a dinâmica do líquido cefalorraquidiano (LCR), mas também outras estruturas do sistema nervoso central, e consequentemente pode trazer sequelas graves em crianças. Sua fisiopatologia, principalmente no nível bioquímico-celular, ainda é pouco conhecida. Objetivos. Avaliar aspectos clínicos (ganho ponderal, comportamento motor e memória), radiológicos (razão ventricular e transferência de magnetização), histopatológicos (astrocitose reativa e proliferação celular na matriz germinativa) e bioquímicos (presença de interleucinas inflamatórias no líquor) na fase aguda da hidrocefalia experimental induzida por caulim e o efeito do tratamento com derivação adaptada (ventrículo-subcutânea). Materiais e métodos. Utilizaram-se ratos Wistar com 7 dias de vida, que foram divididos em três grupos: controle sem injeção de caulim (n = 5), hidrocefálico sem tratamento (n=17), e hidrocefálico tratado com derivação ventrículo-subcutâneo (DVSC), a partir do 7o dia pós-indução (n=24). Os animais dos grupos hidrocefálicos tratado e não tratado receberam uma injeção de caulim a 15% na cisterna magna, para a indução da hidrocefalia, no 7o dia do estudo. Resultados. O ganho de peso foi semelhante nos grupos hidrocefálicos mas menor que no grupo controle. Animais tratados e não tratados exibiram desempenho inferior aos controles no comportamento motor pelo teste Open Field, ao passo que o desempenho no teste de memória foi melhor no grupo tratado. A DVSC reduz drasticamente as dimensões ventriculares, porém não reverte a desmielinização causada pela hidrocefalia, como visto na avaliação por ressonância magnética. Da mesma forma, os processos de astrocitose reativa (que aumenta com a hidrocefalia) e proliferação na matriz germinativa (que se reduz) não se alteram após o tratamento com a DVSC. A hidrocefalia aumenta os níveis liquóricos das interleucinas 1? e 6 e TNF-?, que retornam ao normal após o tratamento. Conclusões. O tratamento com a DVSC foi eficaz (considerando-se a redução ventricular) e trouxe benefícios comportamentais e celulares, porém não foi suficiente para alterar o curso dos processos de injúria e reparação celular cerebral já estabelecidos. Depreende-se que há participação de mecanismos inflamatórios neste modelo de hidrocefalia experimental a partir do achado de aumento de interleucinas inflamatórias no líquor
Título en inglés
Analysis of the clinical, radiological, histopathological and biochemical effects of a ventricular-subcutaneous shunt in rats following kaolin-induced experimental hydrocephalus
Palabras clave en inglés
Cytokines
Hydrocephalus
Interleukins
Ventricular-subcutaneous shunt
Resumen en inglés
Introduction. Hydrocephalus is a complex disease, which affects not only cerebrospinal fluid dynamics, but also other cerebral structures, and therefore may result in severe disability for children. Its pathophysiology is still widely unknown, especially on a cellular-biochemical level. Objectives. Assessment of clinical (weight gain, behavior), radiological (ventricular index and magnetization transfer ratio), histopathological (reactive astrocytosis and cell proliferation over the germinal matrix) and biochemical (dosage of inflammatory interleukins) aspects of acute kaolin-induced experimental hydrocephalus and the effects of the treatment with an adapted shunt (ventricular-subcutaneous). Methods. 7-day-old Wistar rats were divided into three groups: untreated hydrocephalic (n=17), hydrocephalic treated with shunt on the 7th day after induction (n=24) and controls (n=5). Hydrocephalic animals, both treated and untreated, were injected with a 15% kaolin solution on the cisterna magna, to produce hydrocephalus. Results. Weight gain was similar on both hydrocephalic groups but lower than in controls. Motor behavior was also worse than controls for both groups, but treated animals showed better memory performance than their untreated counterparts. Shunting drastically reduces ventricular size, even though it does not reverse demyelination caused by hydrocephalus, as seen in magnetic resonance scanning analyses. Likewise, reactive astrocytosis and cell proliferation at the germinal matrix do not change after treatment. Interleukins 1? and 6 and TNF-? levels are raised in hydrocephalic rats and return to normal after shunting. Conclusions. The ventricular-subcutaneous shunt for treatment of kaolininduced hydrocephalus in rats is effective (i.e, reduces ventricular size) and has clinical and histological benefits, but is not enough to change the evolution of previously established injury and cellular reparation processes on the hydrocephalic brain. The finding of raised inflammatory interleukins on the cerebrospinal fluid suggests a role for inflammation in the pathogenesis of this experimental model of hydrocephalus
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-10-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.