• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vagner Schiavoni Sarraipo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Tirapelli, Luis Fernando (Presidente)
Lizarte Neto, Fermino Sanches
Fazan, Valeria Paula Sassoli
Rodrigues, Andressa Romualdo
Schimming, Bruno Cesar
Título em português
Expressão de AIF, PARP e dos MicroRNAS MIR-145, MIR-210 e MIR-486 associados à apoptose nos corpos cavernosos de ratos submetidos ou não a modelo de alcoolismo crônico
Palavras-chave em português
Alcoolismo
Apoptose
Corpo cavernoso
miRNA
Resumo em português
Introdução: A ereção peniana é um processo neurovascular complexo iniciado através de estimulação sexual, que podem ser fatores físicos ou psicológicos com atuação de substâncias no endotélio vascular resultando no ato sexual satisfatório. Diversos fatores podem interferir de forma negativa no mecanismo fisiológico da ereção peniana, consequentemente, levando a disfunção erétil, tais fatores como hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, tabagismo e alcoolismo. O etanol é uma das substâncias mais consumidas nas diferentes sociedades, tornando-se, assim, alvo de inúmeros estudos que visam conhecer sobre sua toxicidade. Apesar da grande associação entre o consumo de álcool e o aumento da incidência da disfunção erétil, os mecanismos moleculares envolvidos ainda são poucos conhecidos. Devido a abundância, os microRNAs tem sido descrito envolvidos em diversas funções fisiológicas dos processos celulares, e além disso estão envolvidos em muitos processos fisiopatológicos, como, por exemplo, a disfunção erétil. Dentre os processos celulares, os microRNAs exercem funções anti ou pró apoptóticas. Embora a conexão dos microRNAs a apoptose esteja bem estabelecida, sua função em resposta a apoptose induzida pelo etanol permanece em grande parte desconhecida. Objetivos: Avaliar o mecanismo de apoptose, pela expressão de AIF e PARP, assim como dos seus microRNAs reguladores: miR-145, miR-210 e miR-486, nos corpos cavernosos de ratos submetidos a modelo de "alcoolismo semivoluntário". Material e métodos: Foram utilizados 12 ratos Wistar divididos em dois grupos: controle (C) e tratado com etanol (A) a 20% durante sete semanas. As amostras dos corpos cavernosos foram preparadas para o estudo morfométrico pela coloração de tricrômico de Masson, para o estudo da expressão protéica de AIF e PARP por imunohistoquímica e para o estudo da expressão gênica no tecido cavernoso do miR- 145, miR-210 e do miR-486, por PCR em tempo real. Resultados: A análise imuhistoquímica mostrou pouca marcação positiva nuclear para a proteína PARP e AIF nos corpos cavernosos dos animais dos grupos controle e tratado com etanol. Após análise da expressão dos microRNAs miR-145, -210 e -486, nos 12 animais estudados, não foram encontrados resultados com diferença estatística significativa entre os grupos controle e alcoolizado. Conclusões: A expressão gênica do miRNA -145 e miRNA-486 foi maior nos animais do grupo tratado com etanol quando comparado aos animais do grupo controle; A expressão gênica do miRNA - 210 foi maior nos animais do grupo controle quando comparado aos animais do grupo tratado com etanol; Foi observada correlação entre a expressão protéica de PARP e AIF e do miRNA -210, ambos com maior marcação positiva no grupo controle.
Título em inglês
PARP and the microRNAs miR-145, miR-210 e miR-486 Associated to Apoptosis in the Cavernous bodies oh rats submitted or not to chronic alcoholism model
Palavras-chave em inglês
Alcoholism
Apoptosis
Corpus cavernosum
miRNA
Resumo em inglês
Introduction: Penile erection is a complex neurovascular process initiated through sexual stimulation, which can be physical or psychological factors with action of substances in the vascular endothelium resulting in the satisfactory sexual act. Several factors can negatively interfere in the physiological mechanism of penile erection, consequently leading to erectile dysfunction, such factors as systemic arterial hypertension, diabetes mellitus, smoking and alcoholism. Ethanol is one of the most consumed substances in different societies, becoming, therefore, the target of numerous studies that aim to know about its toxicity. Despite the large association between alcohol consumption and the increased incidence of erectile dysfunction, the molecular mechanisms involved are still poorly understood. Due to abundance, microRNAs have been described involved in various physiological functions of cellular processes, and in addition are involved in many pathophysiological processes, such as erectile dysfunction. Among the cellular processes microRNAs have anti-apoptotic or pro functions. Although the connection of the microRNAs to apoptosis is well established, their function in response to ethanol-induced apoptosis remains largely unknown. Objectives: To evaluate the mechanism of apoptosis, by the expression of AIF and PARP, as well as of its regulatory microRNAs: miR-145, miR-210 and miR-486, in the cavernous bodies of rats submitted to a model of "semi-voluntary alcoholism". Material and methods: 12 Wistar rats were divided into two groups: Control (C) and treated with ethanol (A) diluted 20% for seven weeks. Samples of the corpus cavernosum were prepared for morphometric study by Masson's trichrome stain, study for protein expression of CASPASE 3 (pro-apoptotic) by immunohistochemistry and study for gene expression of miRNA-21 (anti-apoptotic) in serum and the cavernous tissue. Results: The immunohistochemical analysis showed little positive nuclear marking for the PARP and AIF protein in the corpus cavernosum of the control and ethanol treated groups. After analysis of miR-145, -210 and -486 microRNA expression in the 12 animals studied, no statistically significant differences were found between the control and alcoholized groups. Conclusions: The gene expression of miRNA-145 and miRNA-486 was higher in the animals of the ethanol treated group when compared to the animals in the control group; Gene expression of miRNA - 210 was higher in the control group than in the animals treated with ethanol; A correlation was observed between the protein expression of PARP and AIF and of the -210 miRNA, both with greater positive marking in the control group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.