• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Botelho Sampaio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Luiza da Silva (Presidente)
Catalão, Carlos Henrique Rocha
Fazan, Valeria Paula Sassoli
Santos, Marcelo Volpon
Título em português
Avaliação dos efeitos da quercetina nas lesões cerebrais secundárias à hidrocefalia experimental em ratos
Palavras-chave em português
Derivação venriculoperitoneal
Estresse oxidativo
Hidrocefalia
Neuroproteção
Resumo em português
A hidrocefalia é uma doença que afeta não só a dinâmica do líquido cefalorraquidiano, mas também outras estruturas do sistema nervoso central. Apesar do tratamento com derivações liquóricas ser eficiente na redução da ventriculomegalia, muitos danos neurológicos não são revertidos com a cirurgia. Vários estudos demonstram que o estresse oxidativo está envolvido na gênese das lesões na hidrocefalia. Objetiva-se avaliar os efeitos da quercetina nas lesões secundárias à hidrocefalia experimental em ratos. Foram utilizados ratos machos com sete dias de vida, que recebem a injeção de caulim a 15% na cisterna magna para indução da hidrocefalia. Foram divididos em grupo controle (C), hidrocefálico não tratado (HN), hidrocefálico derivado (HD), hidrocefálico tratado com água destilada (HA), hidrocefálico tratado com água destilada e derivação (HDA), hidrocefálico tratado com quercetina peritoenal (HQp), hidrocefálico tratado com quercetina peritoneal e derivação (HDQp), hidrocefálico tratado com quercetina por gavagem (HQg), hidrocefalcio tratado com quercetina por gavagem e derivação (HDQg). A quercetina apresentou significativamente uma melhora nos marcadores imunoistoquimicos, principalmente caspase-3 e GFAP. Não houve alteração significativa na avaliação clinica/comportamental. A utilização da quercetina isolada não altera o volume e tamanho ventricular e a realização de derivação ventriculo-subcutânea em ratos recém-nascidos com hidrocefalia apresenta uma alta morbi-mortalidade
Título em inglês
Evaluation of the effects of quercetin on brain lesions secondary to experimental hydrocephalus in rats
Palavras-chave em inglês
Hydrocephalus
Neuroprotective drugs
Oxidative stress
Shunt
Resumo em inglês
Hydrocephalus is a disease that affects not only the dynamics of the cerebrospinal fluid, but also other structures of the central nervous system. Although CSF derivation is effective in reducing ventriculomegaly, many neurological damage is not reversed with surgery. Several studies have shown that oxidative stress is involved in the genesis of hydrocephalus lesions. The objective of this study was to evaluate the neuroprotective response of quercetin in hydrocephalus. Male rats with seven days of life were used, which received the 15% kaolin injection in the cisterna magna for induction of hydrocephalus. They were divided into control group (C), untreated hydrocephalic (HN), derived hydrocephalic (HD), hydrocephalic treated with distilled water (HA), hydrocephalic treated with distilled water and shunt (HDA), hydrocephalic treated with quercetin peritoenal (HQp), hydrocephalic treated with quercetin peritoneal and derivation (HDQp), hydrocephalic treated with quercetin by gavage (HQg), hydrocephalus treated with quercetin by gavage and bypass (HDQg). Quercetin significantly improved the immunohistochemical markers, mainly caspase-3 and GFAP. There was no significant change in clinical / behavioral assessment. The use of isolated quercetin does not alter the volume and ventricular size and the realization of ventriculo-subcutaneous shunt in newborn rats with hydrocephalus presents a high morbi-mortality
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.