• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.16.2017.tde-19122016-153348
Documento
Autor
Nombre completo
José Otávio Lotufo
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Franco, Maria de Assunçao Ribeiro (Presidente)
Pellegrino, Paulo Renato Mesquita
Barros, Mario Thadeu Leme de
Schützer, José Guilherme
Silva, Helena Aparecida Ayoub
Título en portugués
Projeto sustentável: resiliência urbana para o Bairro da Pompéia
Palabras clave en portugués
Arquitetura
Projeto sustentável
Resiliência ecológica urbana
Urbanismo
Resumen en portugués
A causa primeira de nossa crise ambiental resulta de uma desconexão histórica entre natureza e civilização. O estado de nossas cidades tem raízes profundas nesta desconexão e a solução dos problemas urbanos requer uma ecologia das cidades, por onde a integração deve ocorrer de forma harmoniosa. Os mais recentes avanços em ecologia urbana introduzem os conceitos de resiliência, por onde o comando e controle são substituídos por uma gestão flexível, mais sensível à lógica inerente ao funcionamento de ecossistemas. As mais recentes tendências na busca por um urbanismo sustentável abrangem aspectos distintos que, pela perspectiva da resiliência, devem ser integrados. Por um lado, temos a necessidade de humanizar a cidade, por outro, a necessidade de integra-las aos ecossistemas naturais. A integração se realiza quando o desenvolvimento de uma comunidade sustentável se insere num contexto urbano onde natureza é infraestrutura, isto é, prestadora de serviços ecossistêmicos. Na geografia de São Paulo a hidrografia é a base física a partir da qual o sistema de infraestrutura verde deve se constituir. Adotamos a bacia hidrográfica do Córrego Água Preta, no bairro da Pompéia, como estudo de caso. A recuperação e naturalização do córrego implica na implementação de seu parque fluvial. Um urbanismo ecologicamente orientado, nas bordas deste parque, deve diluir a rigidez da fronteira entre parque e tecido urbano, de modo a possibilitar uma maior fluência dos processos naturais e humanos na totalidade do sistema. Neste processo, arquitetura e paisagem se fundem.
Título en inglés
Sustainable project: urban resilience for the Pompeian neighborhood
Palabras clave en inglés
Architecture
Sustainable design
Urban ecological resilience
Urbanism
Resumen en inglés
The first cause of our environmental crisis results from a historical disconnect between nature and civilization. The state of our cities has deep roots in this disconnect and the solution of urban problems requires a city ecology, where integration must occur in a harmonious way. The latest advances in urban ecology introduce the concepts of resilience, where command and control are replaced by flexible management, more sensitive to the logic inherent in the functioning of ecosystems. The latest trends in the quest for sustainable urbanism cover distinct aspects that, from the perspective of resilience, must be integrated. On the one hand, we need to humanize the city, on the other hand, the need to integrate them into natural ecosystems. The integration takes place when the development of a sustainable community is inserted in an urban context where nature is infrastructure, that is, provider of ecosystem services. In the geography of São Paulo hydrography is the physical base from which the green infrastructure system must be constituted. We adopted the water basin of Água Preta Stream, in the district of Pompéia, as a case study. The recovery and naturalization of the stream implies in the implementation of its river park. An ecologically oriented urbanism, on the edges of this park, should dilute the rigidity of the border between park and urban fabric, in order to allow a greater flow of natural and human processes throughout the system. In this process, architecture and landscape merge.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-01-03
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.