• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2011.tde-16042012-150343
Documento
Autor
Nome completo
Renato Sebastian Rios Mantilla
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Mazzilli, Clice de Toledo Sanjar (Presidente)
Santos, Maria Cecilia Loschiavo dos
Vassão, Caio Adorno
Título em português
Arquitetura - Jogo - Percepção: a casa como elemento lúdico
Palavras-chave em português
Arquitetura
Casa
Espaço
Homem
Lúdico
Percepção
Resumo em português
Contemporaneamente, novos conceitos e pensamentos influenciam a arquitetura, principalmente aqueles relacionados à fenomenologia e à percepção, os quais, mediante o uso do corpo e o vínculo entre sentidos e o usuário, ajudaram a criar uma nova aproximação entre cultura e objetos. Essa proximidade, perdida por um tempo, provocou o retorno às origens da arquitetura para assim criar uma nova evolução e vinculação com as coisas. Como premissa para este novo rumo da arquitetura, temos o jogo, tomado como uma entidade que cria ordem e proporciona ordem; e que, mediante o uso do corpo e dos sentidos, gera aprendizagem nas pessoas, criando em cada uma delas uma experiência, traduzida por uma sensação ou prazer que conclui um processo. Este processo e sua vinculação com a arquitetura são os objetos de estudo desta pesquisa, com a qual se busca mostrar a importância do lúdico na arquitetura cotidiana, tendo a casa como foco. A casa, dependendo do lugar, tem suas próprias conotações e características, que representam a própria cultura, no lado ocidental sua evolução procurou o conforto do corpo, no oriental o espiritual. Na atualidade as duas casas estão em transição, tentando achar novas formas de habitar, onde os sentidos possam ser mais desenvolvidos. Portanto, considerou-se, entre outras, a obra Homo Ludens, de Huizinga, de onde se pode extrair uma série de qualidades e características do jogo que podem ser vinculadas à arquitetura: tensão, equilíbrio, compensação, contraste, variação, solução, união, ritmo, harmonia, e desenlace. O termo casa e espaço, por outro lado, também envolvem termos como: ambiência, objetos, móveis, conceitos de público e privado, de dimensões (proxemia) a serem incorporadas no planejamento arquitetônico. Tais características tornam-se mais claras quando vinculadas ao corpo e aos sentidos. Os espaços sempre transmitem sensações, as quais podem ser ativadas por nossas experiências. As casas serão analisadas pelo fator lúdico e suas qualidades, as quais serão a forma particular de olhar. As concepções teóricas e conceitual vão fornecer as bases para a análise final. Para tanto, os autores dentro do campo filosófico a serem analisados serão: Bachelard, o já citado Huizinga, Rybczynski, entre outros. Adotou-se, em alguns momentos deste texto, uma linguagem mais sensorial que acadêmica, como proposta de ativar os sentidos e a percepção, que usa da poética e da linguagem para potencializar a espacialidade. O arquiteto a conformar o estudo de caso será Sou Fujimoto, o qual apresenta projetos que têm estreita relação com a proposta desta pesquisa, e cujo caráter lúdico proporciona forma e força a essa noção de Arquitetura - Jogo - Percepção.
Título em inglês
Architecture - Play - Percepcion: a house like a ludic element
Palavras-chave em inglês
Architecture
House
Ludic
Man
Perception
Space
Resumo em inglês
Contemporaneously, new concepts and thoughts were developed in the area. Principally these related to phenomenology and perception, which, through the use of the body and the link between the senses and the user, helped to create a new proximity between culture and objects. This proximity, lost for a period, provoked the return to the origins of architecture so that a new evolution and link with objects could be created. As a premise to this new direction of architecture, there is a play, taken like an entity that creates and affords order. Through the use of the body and the senses, enables people to learn, creating an individual experience for each one; which is represented by a sensation or pleasure that concludes the whole process. This process, and its link to architecture, is the focus of the study of this research, with which it is intended to show the importance of the ludic in everyday architecture, focusing on the concept of the house. The house, depending on the place, has its own connotations and characteristics, which represent the particular culture, in the occident its evolution sought the comfort of the body, in the orient the spiritual. Currently, the two concepts of the house are in transition, trying to find new ways to exist where the senses can be developed. Therefore the work of Homo Ludens from Huizinga, will be considered, amongst others. From this work it is possible to extract a series of qualities and characteristics of play that can be linked to architecture: tension, balance, compensation, contrast, variation, solution, union, rhythm, harmony and an end. The terms 'house' and 'space', on the other hand, also involve terms such as: ambience, object, furniture, concepts of public and private, of dimensions (proxemia) to be included in the architectural planning. Such characteristics become clearer when linked to the body and the senses. Spaces always transmit sensations, which can be activated by our experiences. The houses will be analysed for their ludic factor, its qualities, and the particular manner in which they're perceived. The theoretical and conceptual perceptions will make the basis for this analysis. For this purpose, the authors within this philosophical field that will be used are: Bachelar, Huizinga (already cited) and Rybczynski among others. Some parts of this text will use a more sensorial and poetic language rather than academic to reinforce spatiality, intention of activating the senses and perception. Sou Fujimoto will be the architect used as a case study for this project. He introduces projects that have a direct connection with the proposal of this study, and whose ludic character offers shape and dynamism to this notion of architecture - play - perception.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.