• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.16.2021.tde-06102021-215829
Documento
Autor
Nome completo
Artur de Souza Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Cymbalista, Renato (Presidente)
Jesus, Jaqueline Gomes de
Ramos, Diana Helene
Título em português
Enviadescer a Casa 1 e a ancoragem LGBTQ no Bixiga, São Paulo
Palavras-chave em português
Casa
Jovens LGBTQ sem teto
Moradia
Organizações da sociedade civil
Resistências
Territorialidade
Resumo em português
A crescente visibilidade LGBTQ em conjunto com ferramentas online têm acelerado processos de autoidentificação e a saída do armário de muitos jovens. Esse cenário pode resultar em sua expulsão pelas famílias de origem e na necessidade de moradia antes de sua emancipação financeira. Esta pesquisa analisa a solução de moradia pela sociedade civil que conquistou muito nos últimos quatro anos. A Casa 1 - república de acolhimento LGBT, Centro Cultural e Clínica Social localiza-se na Bela Vista, bairro popularmente conhecido como Bixiga. Uma resposta de proporções inéditas à demanda de moradia no Brasil, a ONG traz propostas específicas em termos de programa, organização espacial e atuação no território. Ademais, apresenta um formato mais flexível do que os presentes nos equipamentos da política pública, com conquistas e impasses. O objetivo é contribuir para os estudos de gênero e habitação e cooperar para suprir uma lacuna observada nos estudos sobre moradia para LGBTQs ao trazer a temática para a ótica da arquitetura e do urbanismo. Utilizou-se de métodos etnográficos, análise espacial, entrevistas e questionários. Ao identificar as estratégias espaciais e territoriais da instituição, observa-se o impacto positivo não só para os jovens acolhidos, mas para a vizinhança. Nesse sentido, a Casa 1 é socialmente progressiva e colabora para a normalização das vivências LGBTQ no território, sentimento de segurança e para a ancoragem de pessoas LGBTQ na região.
Título em inglês
Enviadescer: Casa 1 and the LGBTQ anchoring at Bixiga, São Paulo
Palavras-chave em inglês
Civil society organisations
Home
Housing
LGBTQ runaway and homeless youth
Resistance
Territoriality
Resumo em inglês
The increasing LGBTQ visibility combined with online tools have been accelerating processes of individual self-identification and the coming out for many youths. This scenario often results in the exclusion by their families and the need for housing before their financial emancipation. This research analyses the housing solution by civil society that has achieved a lot in the last four years. Casa 1 - LGBT Reception Centre, Cultural Centre and Social Clinic - is located in Bela Vista, an inner-city neighbourhood popularly known as Bixiga. The NGO is a response of unprecedented proportions to the demand for housing in Brazil and brings in specific proposals of programme, spatial organisation and territorial intervention. Thus, Moreover, it presents a more flexible format than those present in the public policy facilities, with achievements and impasses. The aim is to contribute to gender and housing studies and help fill a gap observed in studies on housing for LGBTQ by bringing the topic to architecture and urbanism lens. I used ethnographic methods, spatial analysis, interviews and surveys. By identifying the spatial and territorial strategies of the institution, it is observed the positive impact not only for the hosted youth, but also for the neighbourhood. In this sense, Casa 1 is socially progressive and contributes to the normalisation of queer experiences in the territory, to a sense of security and to the settlement of LGBTQ people in the region.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.