• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.16.2020.tde-19042021-113646
Documento
Autor
Nombre completo
Eleonora Coelho Zioni
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Ornstein, Sheila Walbe (Presidente)
Bitencourt Filho, Fábio Oliveira
Fabricio, Márcio Minto
Título en portugués
Avaliação pós-ocupação de unidade de terapia intensiva hospitalar: a percepção dos usuários sobre a qualidade do ambiente construído.
Palabras clave en portugués
Ambiente construído
APO
Arquitetura hospitalar
Edifícios de saúde
UTI
Resumen en portugués
A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é o conjunto de ambientes destinados ao atendimento a pacientes graves em um hospital. Essa pesquisa de mestrado utilizou os múltiplos métodos da Avaliação Pós-Ocupação (APO) para avaliar os ambientes construídos de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um complexo hospitalar localizado em São Paulo. Buscou-se verificar a satisfação dos profissionais da UTI através da percepção da qualidade do ambiente construído. Inicialmente foi realizada uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL) para se conhecer os instrumentos de avaliação existente no setor de saúde, depois foram levantados marcos teóricos e legislativos, ferramentas de qualidade em serviços de saúde, humanização, ambiência, certificações de edifícios, design centrado no usuário, projetos colaborativos e bem-estar em ambientes de UTI, além de benchmarks de UTIs de referência no Brasil e no exterior. Múltiplos métodos de APO foram aplicados, como walkthrough, vistorias técnicas, entrevistas semiestruturadas, questionários e observações não participativas, para coletar dados qualitativos e quantitativos quanto à percepção dos profissionais sobre o ambiente da UTI. Os dados coletados foram interpretados por análise de conteúdo e de indicadores quantitativos. Os resultados demonstraram que mais de 78% dos 62 respondentes dos questionários avaliaram como 'regular, bom ou ótimo' a sua satisfação com o ambiente de trabalho do estudo de caso. Os resultados dos múltiplos métodos foram organizados e serviram para embasar a elaboração de diagnósticos e recomendações. Os diagnósticos foram separados pelos aspectos (infraestrutura; manutenção; acessibilidade; humanização e ambiência) e classificados pela pesquisadora segundo o nível de influência no bem-estar mental dos trabalhadores (IBEMU), ou seja, quanto os aspectos influenciam na redução de estresse nos profissionais. Os níveis poderão ser indicadores para tomadas de decisão sobre possíveis intervenções no ambiente construído e sobre como priorizar aspectos que colaboram com a saúde mental dos usuários em edifícios de saúde. A pesquisa espera colaborar com a melhoria contínua em processos de projetos de arquitetura para hospitais e para Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS), especialmente para ambientes complexos como a UTI.
Título en inglés
Post-occupancy evaluation of a hospital intensive care unit: users' perception of the quality of the built environment.
Palabras clave en inglés
Built environment
Health
Healthcare architecture
ICU
POE
Resumen en inglés
The Intensive Care Unit (ICU) is the set of environments for the care of critically ill patients in the hospital. This master's research used the multiple methods of PostOccupancy Evaluation (POE) to assess the built environments of an Intensive Care Unit (ICU) of a hospital complex located in São Paulo. It is sought to verify the satisfaction of ICU professionals through the perception of the quality of the built environment. Initially, a Systematic Literature Review (SLR) was carried out to find out the existing assessment instruments in the health sector, then theoretical and legislative frameworks were raised, quality tools in health services, humanization, ambience, building certifications, centered design in the user, collaborative projects and well-being in ICU environments, in addition to benchmarks of reference ICUs in Brazil and abroad. Multiple POE methods were applied, such as walkthrough, technical surveys, semistructured interviews, questionnaires and non-participatory observations, to collect qualitative and quantitative data regarding the professionals' perception of the ICU environment.The collected data were interpreted by content analysis and quantitative indicators. The results showed that more than 78% of the 62 respondents to the questionnaires rated their satisfaction with the case study's work environment as 'regular, good or excellent'. The results of the multiple methods were organized and served to support the elaboration of diagnoses and recommendations. The diagnoses were separated by aspects (infrastructure; maintenance; accessibility; humanization and ambience) and classified by the researcher according to the level of influence on the mental health (IMH) of workers, otherwise, how much the aspects influence to reduce stress on professionals. The levels can be indicators for decision making about possible interventions in the built environment and on how to prioritize aspects that collaborate with the users' mental health. The research hopes to collaborate with the continuous improvement in architectural design processes for Healthcare Architecture, especially for complex environments such as the ICU.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-05-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2023. Todos los derechos reservados.