• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.16.2017.tde-16022017-122841
Documento
Autor
Nombre completo
Ana Rita Lage Mier de Oliveira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Scarazzato, Paulo Sergio (Presidente)
Florio, Ana Maria Tagliari
Roizenblatt, Isac
Título en portugués
Iluminação artificial em espaços museográficos: proposta de uma reflexão face à realidade contemporânea
Palabras clave en portugués
Iluminação artificial
LED
Lighting design
Luz
Museografia
Resumen en portugués
Esta dissertação propõe uma leitura sobre o tema da iluminação artificial, destacando o seu papel em espaços museográficos, por estes elevarem a um expoente máximo, as potencialidades e exigências do desenho da luz. No final do século XVIII, quando os museus começaram a surgir como veículos de divulgação cultural, o seu funcionamento dependia das condições da luz natural. Na transição para o século XX, uma das grandes transformações nesses espaços resultou da introdução da iluminação elétrica, cujo desempenho, desde então, não cessou de melhorar. Hoje, a tecnologia LED surpreende-nos com resultados quantitativos e qualitativos inéditos. Em pleno século XXI, com a atual evolução das sociedades, das tecnologias e das condições ambientais mundiais, enfrentamos um novo momento de viragem. Neste sentido, a pesquisa elegeu cinco tópicos gerais de análise cuja reflexão, em nossa opinião, revela-se determinante para o resultado do projeto de iluminação de um museu contemporâneo. Começa-se pelas Pessoas, porque a luz é, antes de tudo, um elemento essencial à condição humana e, a sua vertente artificial, resulta da invenção do homem. Explora-se o tema da Arquitetura, cujas formas apenas são perceptíveis sob o efeito da luz, originando esta relação indissociável. Avalia-se o Contexto, uma vez que as condicionantes locais influenciam qualquer projeto, mesmo o de iluminação. Prossegue-se com a Tecnologia, indispensável para o desenvolvimento de uma intervenção contemporânea. Enfim, examina-se a Obra de arte, o foco derradeiro de uma exposição museográfica, por excelência. Por último, alguns exemplos contemporâneos procuram ilustrar os temas explorados. E é das iniciais desses cinco temas que surge a palavra-síntese deste trabalho: PACTO. Com efeito, acreditamos que o triunfo do projeto de iluminação museográfico dependerá do pacto, por outras palavras, do acordo e da sintonia entre os elementos cruciais envolvidos no processo: as Pessoas, a Arquitetura, o Contexto, a Tecnologia e a Obra de arte. Através de uma metodologia apoiada na permanente atualização teórica com bibliografia específica, mas acima de tudo, numa participação ativa em conferências e workshops internacionais especializados sobre o tema, procuramos absorver e aqui relatar as mais recentes descobertas e aplicações práticas de um elemento tão dinâmico e interdisciplinar como é a luz artificial. Num museu do século XXI, além da inevitabilidade do pensamento sustentável e eficiente, junta-se ao processo o desafio de adequadamente valorizar a arquitetura, enaltecer as obras de arte com máxima preservação e, com toda a sensibilidade possível, tornar a experiência do visitante funcional e, principalmente, inesquecível.
Título en inglés
Artificial lighting in museum spaces: Proposal of a reflection on contemporary reality.
Palabras clave en inglés
Artificial illumination
LED
Light
Lighting design
Museography
Resumen en inglés
This work proposes a reading about artificial lighting, emphasizing its role in museographic spaces that raise, in a maximum exponent, the potential and exigencies of lighting design. In the late XVIII century, when the museums began to emerge as cultural spreading vehicles, their operation depended on the natural light conditions. In the transition to the XX century, one of the major changes in those spaces resulted from the introduction of electric lighting, whose performance didn't stop to improve since then. Today, LED technology surprises us with unprecedented quantitative and qualitative results. In the XXI century, with the current evolution of societies, technologies and global environmental conditions, we are facing a new turning point. In this sense, this research selected five general topics of analysis whose reflection, in our opinion, is decisive to contemporary museum lighting design results. It begins with People, because, first of all, light is an essential element for the human condition and the artificial version is its own invention. It explores the Architecture theme, whose forms are only perceptible under light, resulting in this inseparable relationship. It evaluates the Context, since the local conditions affect any project, even the lighting design one. It continues with Technology, essential for the development of any contemporary intervention. It examines the Artwork, the ultimate focus of a museum-exhibition, par excellence. Finally, some contemporary examples try to illustrate the explored themes. And with the initials of those five themes it comes the word that synthesizes this work: PACTO (in english: PACT). Actually, we believe that the triumph of a museum's lighting project will depend on the pact, in other words, the agreement and the harmony between the five crucial elements involved in the process: People, Architecture, Context, Technology and Artwork. Through a methodology supported by the permanent theoretical update with specific bibliography, but mainly through an active participation in international conferences and workshops specialized on this topic, we tried to absorb and here report the most recent discoveries and practical applications of such a dynamic and interdisciplinary element as artificial light. Besides the sustainable and efficient thinking, a 21st century museum must add to the process the challenge of adequately enhance the architecture, rise the art works perception with maximum preservation and, with total sensitivity, make the visitor experience functional and, above all, unforgettable.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
anaritamier.pdf (10.48 Mbytes)
Fecha de Publicación
2017-03-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.