• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.16.2020.tde-01042021-165339
Documento
Autor
Nome completo
Debora Cristina Rosa Faria da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Leonardo Marques (Presidente)
Azevedo, Giselle Arteiro Nielsen
Frigotto, Gaudêncio
Graça, Valeria Azzi Collet da
Shimomura, Alessandra Rodrigues Prata
Título em português
Qualidade do ambiente construído no ensino profissional: o caso do Instituto Federal de São Paulo
Palavras-chave em português
Arquitetura escolar
Ensino profissional
Percepção ambiental
Qualidade ambiental
Resumo em português
O ensino profissional tem uma longa história no Brasil. Estruturou-se institucionalmente como rede de escolas federais a partir de 1909, com a criação das Escolas de Aprendizes Artífices durante o governo presidencial de Nilo Peçanha. A história dessa instituição - que ao longo do tempo passou a Liceu Industrial, Escola Industrial/Escola Técnica, Escola Técnica Federal, Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - com suas edificações inicia-se de maneira precária e improvisada e, ao longo do tempo, passa por momentos de valorização de suas edificações, com bons projetos arquitetônicos publicados em revistas especializadas de arquitetura, como a Brazil Builds, publicada pelo MoMa de Nova Iorque, em 1943. A partir da década de 1980 e mais intensamente a partir de 2006, a rede federal de escolas do ensino profissional expande-se, sendo constituída atualmente por mais de 650 campi estabelecidos em todo o território nacional. As políticas públicas relacionadas à instituição a partir de 2008 implementam as noções de trabalho como princípio educativo e educação integral como elementos norteadores dos projetos político pedagógicos institucionais, em contraposição à educação tecnicista que prevaleceu em períodos anteriores, chegando ao seu apogeu durante a ditadura. A presente pesquisa visa verificar em que medida a qualidade do ambiente construído no ensino profissional da rede federal existente ao final da década de 2010 favorece a realização dos propósitos institucionais estabelecidos para a nova instituição configurada a partir de 2008. A partir de um balanço do percurso histórico da relação dessa instituição com suas edificações e de revisões bibliográficas acerca da qualidade do ambiente construído em geral, mas sobretudo do ambiente escolar, e também a partir dos Planos Diretores Institucionais e Projeto Político Pedagógico propõe-se um sistema avaliativo para identificar qualidade da arquitetura para o ensino profissional na rede federal, estruturada a partir da tríade vitruviana utilitas, firmitas e venustas, acrescida de aspectos ecológico-ambientais, econômicos e sobretudo, de aspectos da percepção e da demanda de seus usuários. Foi realizado estudo de caso em um campus da instituição, no qual foram feitas avaliações da qualidade da arquitetura segundo os balizadores propostos. Como resultados de pesquisa, conclui-se que a visão predominante em projeto do ambiente construído dessas instituições privilegiou - desde a década de 1970, mas sobretudo após a expansão iniciada na década de 1980 - uma visão pragmática sobre o modo de gerir seu ambiente construído, voltada principalmente para os aspectos funcionais, construtivos e de manutenibilidade, que passaram a prevalecer em detrimento dos aspectos simbólicos e da qualidade arquitetônica dos espaços em sua especificidade para o atendimento às demandas locais. A partir das análises realizadas entende-se que a expansão tomou proporções possivelmente maiores do que a instituição conseguiria prover em termos de infraestrutura construída, fator que hoje a coloca em situação limitadora para que sejam cumpridos todos os propósitos institucionais definidos legalmente e institucionalmente de forma plena.
Título em inglês
Built environment quality at professional education: the São Paulo Federal Institute case
Palavras-chave em inglês
Environmental perception
Environmental quality
Professional education
School architecture
Resumo em inglês
Professional education has a long history in Brazil. It was institutionally structured as a network of federal schools from 1909, with the creation of the Artifical Apprentice Schools during the presidential government of Nilo Peçanha. The history of this institution with its buildings begins in a precarious and improvised and, over time, it goes through moments of appreciation of its buildings, with good architectural projects published in specialized architecture magazines, such as Brazil Builds, published by the New York MoMa, in 1943. From the decade of 1980 and more intensely from 2006 onwards, the national network of vocational schools expands and currently consists of more than 650 campuses established throughout the national territory. Public policies related to the institution from 2008 onwards implement the notions of work as an educational principle and integral education as guiding elements of institutional pedagogical political projects, in contrast to the technical education that prevailed in previous periods, reaching its peak during the dictatorship. The present research aims to verify to what extent the quality of the environment built in the professional education of the national network existing at the end of the decade of 2010 favors the accomplishment of the institutional purposes established for the new institution configured from 2008. From a balance of the course history of the relationship of this institution with its buildings and bibliographic reviews about the quality of the built environment in general, but above all the school environment, and also from the Institutional Master Plans and Pedagogical Political Project, proposes an evaluation system to identify the quality of architecture for professional education in the national network, structured from the Vitruvian triad utilitas, firmitas and venustas, plus ecological-environmental, economic aspects and above all, aspects of the perception and demand of its users. Research contains a case study on campus in which assessments of the quality of architecture made according to the proposed beacons. As results, concludes that the predominant project vision of the built environment of these institutions privileged - since the 1970s, but especially after the expansion started in the 1980s - a pragmatic view on how to manage their built environment, mainly focused on the functional, constructive and maintainability aspects, which came to prevail at the expense of symbolic aspects and architectural quality of spaces in their specificity to meet local demands. Based on the analyzes carried out, it is understood that the expansion took proportions possibly greater than the institution would be able to provide in terms of built infrastructure, a factor that today places it in a limiting situation so that all institutional purposes defined legally and institutionally are adequately fulfilled.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.