• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.14.2019.tde-23012019-130548
Documento
Autor
Nome completo
Larissa Takeda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Diaz, Marcos Perez (Presidente)
Maciel, Walter Junqueira
Rodrigues, Claudia Vilega
Título em português
Sobre a origem dos sistemas de linhas estreitas no espectro de novas
Palavras-chave em português
espectroscopia
novas
variáveis cataclísmicas
Resumo em português
Nesse trabalho discutimos a formação de componentes estreitas de linhas de emissão observadas em espectros de algumas novas. Nós estudamos as possíveis fontes físicas no sistema binário responsável pela emissão das componentes estreitas de altos fluxos que apresentam velocidade radial, primeiramente identificadas nas linhas de recombinação da nova recorrente U Sco em sua erupção de 2010. Uma busca por novas candidatas a apresentarem o mesmo fenômeno em seus espectros é mostrada, indicando pelo menos 11 outras novas com espectros similares. Nós comparamos a presença dessas componentes com parâmetros básicos das novas e com a classificação espectral na fase inicial permitida da evolução espectral. Modelos de fotoionização mostram que a região emissora de tal radiação não deve ser restrita ao lóbulo de Roche, uma vez que seu volume é insuficiente para reproduzir os fluxos observados. Uma análise comparada também exclui o disco de acreção e a cromosfera da secundária como fontes da radiação. Nós sugerimos a região em torno de L3 como uma possível região emissora, com base nas simulações de fotoionização.
Título em inglês
On the origin of narrow lines systems on novae spectra
Palavras-chave em inglês
cataclysmic variables
novae
spectroscopy
Resumo em inglês
In this paper we discuss the formation of peculiar narrow emission line components observed in the spectra of a few novae. We aim to identify the physical source in the binary system responsible for the emission of transient narrow components that present orbital radial velocity modulations, first observed in the post-outburst recombination lines of Nova U Sco 2010. A search for candidate novae showing similar narrow components is presented, indicating at least 11 other novae with similar spectra. We compared the presence of these components to nova basic parameters and to the spectral classification in the initial permitted phase of the spectral evolution. Photoionization simulations indicate that the forming region cannot be restricted to the primary Roche Lobe, as its volume is not large enough to reproduce the observed fluxes. A detailed analysis also excludes the accretion disk and the the secondary's cromosphere as sources of the radiation. We suggest the region around L3 as a possible emitting region, based on photoionization simulations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (10.14 Mbytes)
Data de Publicação
2019-02-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.