• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.14.2020.tde-18052020-103653
Documento
Autor
Nombre completo
Gustavo Rodrigues Romano Soares
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Silva, Rodrigo Nemmen da (Presidente)
Abraham, Zulema
Cunha, Bruno Geraldo Carneiro da
Overzier, Roderik Adriaan
Pino, Elisabete Maria de Gouveia Dal
Tchekovskoy, Alexander
Título en inglés
Accretion discs, jets, and black hole spins: a study of blazars
Palabras clave en inglés
Accretion discs
Active Galactic Nuclei
Black holes
Blazars
Numerical Simulations
Resumen en inglés
Blazars are among the most powerful astrophysical objects in the universe. Their multiwavelength emission displays traces of non-thermal radiation whose origin is not yet fully understood, and it is dominated by the presence of a relativistic jet. Blazar emission is characterized by high-variability across different wavelenghts, which is associated with a spinning black hole and relativistic effects in the jet. Using blazars as a laboratory, in this thesis we set out to answer a few fundamental questions, such as where and how does the non-thermal emission in blazars originate?, how robust are theoretical models in explaining the efficiency of jet formation?, and can these models accurately predict the spins of the black holes associated with these jets? To answer these questions, we employ two different methods: -ray observations and general relativistic magnetohydrodynamic (GRMHD) simulations. In the first study, we used the luminosities of a class of blazars to calculate the jet efficiency, and we estimated the black holes spins. We found a mean spin of a* = 0.84, with a lower limit estimated at a*(lower) = 0.59. These results show compatibility with cosmological merger-driven evolution of SMBHs which support rapidly rotating black holes. Moreover, we found a correlation between the black hole mass and the -ray luminosity L. In the second study, we used GRMHD simulations and applied an algorithm to identify the regions in which non-thermal emission must occur. We ran simulations with different initial conditions, varying the magnetic field topology and black hole spin, and we found these regions in all simulations. In particular, we found that this also occurs in the jet for some simulations, thus suggesting that it is possible to apply radiative transfer to simulation data in order to model non-thermal emission in different astrophysical contexts.
Título en portugués
Discos de acreção, jatos, e spins de buracos negros: um estudo de blazares
Palabras clave en portugués
Blazares
Buracos Negros
Discos de acreção
Núcleos Ativos de Galáxias
Simulações Numéricas
Resumen en portugués
Blazares são alguns dos objetos astrofísicos mais poderosos no universo. Sua emissão ao longo de vários comprimentos de onda apresenta traços de radiação não-térmica cuja origem ainda não é inteiramente compreendida, e ela é dominada pela presença de um jato relativístico. A emissão em blazares é caracterizada por alta variabilidade em vários comprimentos de onda, a qual é associada a um buraco negro em rotação e efeitos relativísticos no jato. Usando blazares como laboratórios, nesta tese nós visamos responder algumas questões fundamentais, tais como onde e como a emissão não-térmica em blazares se origina?, o quão robustos são os modelos teóricos para explicar a eficiência da formação de jatos?, e tais modelos podem prever com precisão os spins dos buracos negros associados a esses jatos? Para responder a essas questões, nós empregamos dois métodos diferentes: observações em raios- e simulações magnetohidrodinâmicas em relatividade geral (GRMHD). No primeiro estudo, utilizamos a luminosidade de uma classe de blazares para calcular a eficiência dos jatos e estimamos os spins dos buracos negros. Nós encontramos um valor médio de a* = 0.84 para o spin, com um limite inferior estimado em a*(lower) = 0.59. Esses resultados mostram compatibilidade com a evolução de buracos negros supermassivos por meio de fusões, originando buracos negros com alta rotação. Além disso, encontramos uma correlação entre a massa dos buracos negros e a luminosidade em raios-, L. No segundo estudo, usamos simulações GRMHD e aplicamos um algoritmo para identificar as regiões em que a emissão não-térmica deve ocorrer. Fizemos simulações com diferentes condições iniciais, variando a topologia do campo magnético e o spin do buraco negro, e encontramos tais regiões em todas as simulações. Em particular, encontramos que isso também ocorre nos jatos para algumas simulações, sugerindo que é possível aplicar transferência radiativa nos dados de simulações para modelar a emissão não-térmica em diferentes contextos astrofísicos.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-05-27
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.