• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.14.2020.tde-15102020-232103
Documento
Autor
Nome completo
Loreany Ferreira de Araújo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Amaury Augusto de (Presidente)
Boice, Daniel Craig
Costa, Roberto Dell'Aglio Dias da
Sanzovo, Gilberto Carlos
Título em português
Estudo comparativo da atividade do cometa de órbita quase-parabólica C/1977 R1 (Kohler)
Palavras-chave em português
astroquímica
cometa Kohler
cometas
Resumo em português
O C/1977 R1 (Kohler) foi o cometa mais brilhante de 1977 (Marsden e Green, 1985), detentor de um período extremamente longo, superior a 100.000 anos e, portanto, é considerado o caso de um cometa quase-parabólico. Curiosamente, este objeto não atraiu muita atenção de pesquisadores nos observatórios profissionais. Observações de seu espectro, dispostas na literatura, revelaram a emissão de NH, CN, C2 e, possivelmente, de C3, mas nenhuma emissão de OH, NH2 ou CO+. O contínuo era muito fraco, o que significa que o cometa tem a produção de poeira consideravelmente esgotada. Nesta dissertação, deduzimos semi-empiricamente, utilizando o método descrito por de Almeida et al. (1997), taxas de produção de água e hidroxila, a partir das observações fotométricas obtidas do COBS. Nossos resultados são consistentes com aqueles obtidos a partir de observações do radical em (Crovisier et al., 1981; Despois et al., 1981) e um conjunto concentrado de sete observações realizadas por AHearn et al. (1995), em seu trabalho clássico sobre fotometria de banda estreita em 85 cometas. Determinamos as taxas de liberação de água e concluímos que o cometa possui um raio efetivo da ordem de 3,0 (±1,5) km e um raio nuclear mínimo de 0,9 (±0,45) km. Uma fração de área mínima da superfície ativa da ordem de 10-11% (quase no periélio) no hemisfério iluminado pelo Sol justifica a taxa de produção de água resultante da sublimação no núcleo do cometa. Além disso, estas taxas foram comparadas com a dos compostos presentes no espectro do cometa, tendo resultados que levaram a classificá-lo como esgotado em carbono, discordando de estudos preliminares de AHearn et al. (1985). Como forma de expandir a análise, outros 14 cometas jovens e de longo período, observados pelo satélite SWAN, a bordo da espaçonave SOHO e analisados por Combi et al. (2019), foram incluídos, tendo suas taxas de produção de água comparadas com aquelas do cometa Kohler.
Título em inglês
A comparative study of gas activity in the long-period comet C/1977 R1 (Kohler)
Palavras-chave em inglês
astrochemistry
comet Kohler
comets
Resumo em inglês
The C/1977 R1 (Kohler) was considered the brightest comet of 1977 (Marsden e Green, 1985), with an extremely long period of over 100,000 years and is therefore considered as the case of a nearly parabolic comet. Curiously, the comet did not attract much attention from professional observatories. The observed spectrum revealed emission from NH, CN, C2 and possibly C3, but no emission was detected from OH, NH2 or CO+. The continuum was very weak implying that the comet is considerably depleted in dust production. In this dissertation we deduce semi-empirically, using the method described by de Almeida et al. (1997) water and hydroxyl production rates from the photometric observations taken from COBS. Our results are consistent with the ones obtained from observations of the OH radical at (Crovisier et al., 1981; Despois et al., 1981), and a compact set of seven observations performed by AHearn et al. (1995), in their classic work of narrow band photometry on 85 comets. We determine water release rates and came to the conclusion that the comet has an effective radius of the order of 3, 0 (±1, 5) km and a minimum nuclear radius of 0, 9 (±0, 45) km. A fraction of minimum active surface area of the order of 10-11% on the sunlit hemisphere, is necessary to explain the rate of water production sublimated by the nucleus of the comet. In addition, these rates were compared with that of the compounds present in the comet spectrum, with results that led to the classification of it as depleted in carbon, disagreeing with preliminary studies by AHearn et al. (1995). As an expansion of the analysis, 14 other young and long-term comets, observed by the SWAN satellite, on board the SOHO spacecraft and analyzed by Combi et al. (2019), were included, with their water production rates compared to those of comet Kohler.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.