• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2011.tde-30092011-184818
Documento
Autor
Nome completo
Pablo Rogers Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Securato, Jose Roberto (Presidente)
Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
Savoia, Jose Roberto Ferreira
Sicsu, Abraham Laredo
Tavares, Rosana
Título em português
Psicologia do risco de crédito: análise da contribuição de variáveis psicológicas em modelos de credit scoring
Palavras-chave em português
Administração de crédito
Crédito - Aspectos psicológicos
Crédito direto ao consumidor
Psicologia social
Risco
Resumo em português
A presente tese objetivou investigar a contribuição de variáveis e escalas psicológicas sugeridas pela literatura de Psicologia Econômica, a fim de predizer o risco de crédito de pessoas físicas. Nesse sentido, através das técnicas de regressão logística, e seguindo todas as etapas para desenvolvimento de modelos de credit scoring, foram construídos modelos de application scoring para pessoas físicas com variáveis sociodemográficas e situacionais, comumente utilizadas nos modelos tradicionais, mais a inclusão de variáveis comportamentais e escalas psicológicas, tais como: variáveis de comparação social, variáveis relacionadas com educação financeira, variáveis de comportamento de consumo, proxies de autocontrole e horizonte temporal, escala do significado do dinheiro (ESD), escala de autoeficácia, escala de lócus de controle, escala de otimismo, escala de autoestima e escala de comprador compulsivo. Os resultados foram contundentes e direcionaram para uma significativa contribuição de algumas dessas variáveis em predizer o risco de crédito dos indivíduos. As variáveis oriundas da ESD mostraram que as dimensões negativas relacionadas com o dinheiro estão mais associadas a indivíduos com problemas com dívidas. Também foi possível constatar que indivíduos com altos escores na escala de autoeficácia, provavelmente indicando um maior grau de otimismo e excesso de confiança, estão mais associados ao grupo de mau pagador. Notou-se ainda que compradores classificados como compulsivos possui maior probabilidade de se encontrar no grupo de mau crédito. Indivíduos que consideram presentear crianças e amigos em datas comemorativas como uma necessidade, mesmo que muitas pessoas considerem um luxo, possuem maior chance de se encontrarem no grupo de mau crédito. Problemas de autocontrole identificados por indivíduos que bebem em média mais de quatro copos de bebida alcoólica no dia ou são fumantes, mostraram-se importantes para identificar tendências ao endividamento. A partir desses achados acredita-se que a presente tese avançou no entendimento do risco de crédito das pessoas físicas, de forma a suscitar variáveis que podem aumentar a precisão da previsão dos modelos de credit scoring, tendo como uma das implicações imediatas a consideração de algumas das variáveis significativas como uma pergunta no formulário cadastral para novos clientes, tais como: Você acha que presentear amigos em datas comemorativas é uma necessidade ou luxo? Você acha que presentear crianças em datas comemorativas é uma necessidade ou luxo? Na média, você bebe mais de 4 copos de bebida alcoólica no dia? Você fuma cigarros? As implicações dos resultados também podem ser discutidas no âmbito dos modelos de behavioral scoring e modelos de credit scoring para pessoas jurídicas.
Título em inglês
Psychology of credit risk: analysis of the contribution of psychological variables in credit scoring models
Palavras-chave em inglês
Application scoring
Credit risk
Credit scoring
Economic psychology
Resumo em inglês
This works aimed to investigate the contribution of variables and psychological scales, suggested by the literature of Economic Psychology, in order to predict the credit risk of individuals. Accordingly, through the techniques of logistic regression, and following all the steps for developing credit scoring models, application scoring models were built for individuals with socio demographic and situational variables, commonly used in traditional models, further the inclusion of behavioral variables and psychological scales, such as: variables of social comparison, variables related to financial education, variables in consumption behavior, proxies of self-control and temporal horizon, meaning of money scale (MMS), scale of self efficacy, locus of control scale, scale of optimism, scale of self-esteem and scale of compulsive buyer. The results were blunt, and directed a significant contribution to some of these variables in predicting the credit risk of individuals. The variables derived from the MMS showed that the negative dimensions related to money are more associated to individuals with debt problems. It was also noted that individuals with high scores on selfefficacy scale, probably indicating a higher degree of optimism and overconfidence, are the group most associated with bad credit. It was noted also that buyers classified as compulsive ones are more likely to find in the group of bad credit. Individuals who consider gifting children and friends on commemorative dates as a necessity, even though many people consider a luxury, have more chance in being found in the group of bad credit. Self-control problems, identified by individuals who drink more than four glasses of alcohol a day, or are smokers, were important to identify indebtedness trends. From these findings it is believed that this works has advanced the understanding of the credit risk of individuals, giving rise to variables that may increase the forecast accuracy of credit scoring models, having as one of the immediate implications, considering of some of the significant variables as one of the questions about the individual when he fills the new application form, such as: Do you think gifting friends in commemorative dates is a necessity or luxury? Do you think gifting children in commemorative dates is a necessity or luxury? On average, you drink more than four glasses of alcohol a day? Do you smoke cigarettes? The implications of these results can also be discussed in the context of behavioral scoring models and credit scoring models for corporations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PabloRogersSilva.pdf (1.16 Mbytes)
Data de Publicação
2011-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.