• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.12.2004.tde-05032005-210528
Document
Author
Full name
Anibal Américo Beltrán Castañón
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Ribeirão Preto, 2004
Supervisor
Committee
Matias, Alberto Borges (President)
Costa, Andre Lucirton
Pimentel, Rosalinda Chedian
Title in Portuguese
O microcrédito como instrumento de redução da pobreza: um estudo de caso da região de Puno - Peru
Keywords in Portuguese
Administração financeira
Pobreza
Puno (Peru)
Abstract in Portuguese
O microcrédito, segundo Yunus (2000) é um instrumento para reduzir a pobreza. Atualmente no Peru, a região de Puno é uma das mais pobres; diferentes instituições que oferecem esse produto financeiro atuam nessa região. O presente trabalho tem por objetivo estudar os mecanismos de intermediação financeira empregados pelas instituições de microcrédito na região de Puno – Peru. A natureza deste trabalho é um estudo de caso, de caráter analítico e descritivo, desenvolvido por meio da aplicação de questionário aos gerentes ou administradores das instituições de microcrédito em estudo. A pesquisa está dividida em oito capítulos: o segundo analisa o cenário macroeconômico do Peru e, no terceiro capítulo foi apresentado, o ambiente microeconômico da região de Puno, seguidamente o quarto capítulo apresenta o microcrédito no mundo, explorando as experiências e os antecedentes em diferentes países. Em seguida, no quinto capítulo foi abordado o mercado do microcrédito no Peru e na região de Puno, relatando o universo de instituições de microcrédito regulamentadas e não regulamentadas pela SBS (Superintendência de Banca y Seguros), apresentando-se algumas características das mesmas, bem como o tipo de tecnologias, produtos, público-alvo, entre outros. No sexto capítulo são apresentadas as políticas de microcrédito das instituições microfinanceiras na região de Puno, abordando as vantagens e desvantagens, e ainda, as principais dificuldades para ter acesso ao mercado de microcrédito nessa região e os tipos de garantias que os tomadores devem oferecer. No sétimo capítulo foram descritas as características do microcrédito na região de Puno, comparando os principais indicadores de pobreza em relação a outras regiões e países, como também, descrevendo as características dos tomadores de microcrédito nessa região. Posteriormente, foram abordados os aspectos relevantes da oferta de microcrédito na região de Puno – Peru. Finalmente no oitavo capítulo são apresentados os mecanismos da geração de renda e empreendedorismo por meio do microcrédito para a região de Puno, relatando também a análise SWOT do mercado de microcrédito na região de Puno, como também o aperfeiçoamento dessas instituições. A pesquisa apresentou resultados que revelaram que a taxa de inadimplência média das instituições de microcrédito na região de Puno é de 6,98%, sendo que a maioria dos empréstimos de microcrédito estão concentrados na área urbana. O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da região de Puno é 0,512 abaixo da média do Peru, que é de 0,620; o IDH do distrito de Carabaya é o mais crítico, sendo de 0,436. Os tomadores de microcrédito possuem em média cinco filhos por família, 75% deles possuem casa própria, 60% são casados, a idade média é de 30 a 40 anos, o nível educacional é o segundo grau e a atividade principal é o comércio informal. Em relação às instituições de microcrédito 66,67% acreditam que esse mercado financeiro da região de Puno é bom e 22,22% afirmam que é regular e por unanimidade afirmaram que essa é uma alternativa para reduzir a pobreza. Quanto ao capital de giro dos tomadores esse é menor que 100 dólares mensais e os tomadores não possuem garantias para empréstimos maiores caracterizando seus empreendimentos como de pequeno porte; 63,34% afirmam que o microcrédito incrementa a informalidade e 68% das instituições de microcrédito não conhecem a metodologia de “Grameen Bank”. A principal dificuldade das instituições de microcrédito para ter acesso ao mercado da região de Puno é o desconhecimento financeiro por parte dos tomadores das instituições de microcrédito; 48% deles afirmaram que a renda incrementa-se em média 25%, após o empréstimo.
Title in Spanish
El microcrédito como instrumento de reducción de la pobreza: un estudio de caso de la región de Puno - Perú
Keywords in Spanish
Administración financiera
Pobreza
Puno (Perú)
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
MicrocreditThese.pdf (3.74 Mbytes)
Publishing Date
2008-01-10
 
WARNING: The material described below relates to works resulting from this thesis or dissertation. The contents of these works are the author's responsibility.
  • MATIAS, A. B., et al. Fontes de financiamento de organizações de microcrédito sem fins lucrativos: um estudo comparativo entre Brasil, Chile e Peru. In XXXIX CLADEA - Conselho Latino-Americano das Escolas de Administração, Puerto Plata, 2004. XXXIX CLADEA - Conselho Latino-Americano das Escolas de Administração., 2004.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.