• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Victor Simões Dornelas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Chimeli, Ariaster Baumgratz (Presidente)
Costa, Francisco Junqueira Moreira da
Ornelas, Emanuel Augusto Rodrigues
Taylor, Michael Scott
Título em inglês
China shock: environmental impacts in Brazil
Palavras-chave em inglês
China
Deforestation
Infant mortality
International trade
Resumo em inglês
We study whether the "China shock'", defined as China's rapid emergence in global markets, caused environmental impacts in Brazilian municipalities, since previous evidence points to effects on real wages and formal sector employment over the period of 2000 to 2010. Building on recent theoretical developments, we implement a shift-share strategy to explore variation in economic specialization between municipalities and find that China's direct influence on the deforestation of the Amazon and Cerrado was on average insignificant, which is supported by the literature. On the other hand, China's demand for commodities seemed to increase pollution-related mortality of children in mining municipalities, a result obtained by comparing it to mortality caused by other factors. However, we show that this is most likely explained by a municipality's degree of specialization in mining activities rather than its exposure to trade with China. We conclude that the environmental effects of the China shock on Brazilian municipalities were small, if not negligible.
Título em português
China shock: impactos ambientais no Brasil
Palavras-chave em português
China
Comércio internacional
Desmatamento
Mortalidade infantil
Resumo em português
Investigamos se o "choque China'", definido como a rápida ascensão da China nos mercados internacionais, causou impactos ambientais em municípios brasileiros, uma vez que estudos anteriores identificaram efeitos sobre o salário real e emprego formal ao longo do período de 2000 a 2010. Orientados por avanços recentes na teoria, nós usamos uma estratégia shift-share para explorar diferenças na especialização econômica de municípios e encontramos que a influência direta da China sobre o desmatamento da Amazônia e do Cerrado foi na média insignificante, o que vai ao encontro da literatura. Por outro lado, a demanda por commodities da China pareceu elevar a mortalidade infantil causada por doenças relacionadas à poluição em municípios mineradores, um resultado obtido ao se compará-la com mortes por outras causas. Todavia, nós mostramos que a explicação mais provável é o grau de especialização do município em atividades de mineração, e não o quanto ele estava exposto ao comércio com a China. Concluímos que os impactos ambientais do choque China sobre municípios brasileiros foram pequenos, senão negligenciáveis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalVictor.pdf (5.25 Mbytes)
Data de Publicação
2019-09-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.