• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2010.tde-29032011-184718
Documento
Autor
Nome completo
Márcia Reis Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Santos, Ariovaldo dos (Presidente)
Afonso, Luis Eduardo
Luca, Marcia Martins Mendes de
Postali, Fernando Antonio Slaibe
Ribeiro, Maisa de Souza
Título em português
As informações sociais e ambientais evidenciadas nos relatórios anuais das empresas: a percepção dos usuários
Palavras-chave em português
Balanço social
Contabilidade social
Responsabilidade social
Sustentabilidade
Valor adicionado
Resumo em português
O objetivo geral da presente pesquisa consiste em averiguar a percepção dos usuários externos dos relatórios anuais das empresas quanto à qualidade das informações sociais e ambientais neles contidas. As principais justificativas para a realização do estudo são: (i) os relatórios anuais das empresas são considerados importante meio de evidenciação; (ii) o número de empresas que divulgam informações socioambientais tem aumentado consideravelmente; (iii) o mercado de capitais é considerado importante usuário da informação contábil e foco de muitos estudos, mas não o único; por isso, se fazem necessários estudos que possam averiguar a qualidade da informação para os demais usuários. A pesquisa, de caráter descritivo, foi conduzida por uma survey, utilizando questionários como instrumento de coleta de dados. Os questionários foram hospedados no site do Formsite.com. Considerou-se a amostra por acessibilidade, composta de 169 representantes de empresas de capital aberto, 438 analistas credenciados na CVM e 220 acadêmicos, representados por professores de programas de pós-graduação em ciências contábeis recomendados pela CAPES. Foram obtidas 211 respostas válidas, representando um índice de resposta de aproximadamente 30%. Antes da análise dos dados, foi averiguada a confiabilidade do instrumento e o efeito da não resposta. O teste de confiabilidade demonstrou satisfatória a consistência interna do instrumento. O teste da não resposta apontou a não rejeição da hipótese de que não existe diferença significativa entre os respondentes pontuais e retardatários. Após os testes de consistência e não resposta, realizou-se, inicialmente, a análise descritiva dos dados, que consistiu na organização, sumarização, descrição da amostra, evidenciada por meio de tabelas e gráficos. Na segunda parte da análise, foram realizados testes de significância, com a finalidade de explorar relações de semelhanças/dessemelhanças entre os grupos estudados, por meio do teste paramétrico ANOVA e dos testes não paramétricos Qui Quadrado, Teste Exato de Fischer e Teste de Mann-Whitney. As análises demonstraram que os usuários consideram úteis tanto as informações sociais e ambientais, quanto a DVA. No entanto, usuários que não reconhecem a utilidade dessas informações não as utilizam, especialmente, analistas. Os respondentes concordam que as informações sociais e/ou ambientais divulgadas nos relatórios anuais das empresas têm por finalidade atender a acionistas, administradores, credores, empregados, governo, investidores institucionais e, notadamente, à sociedade. Os usuários consideram a preocupação com a imagem da empresa o principal motivo, dentre os sugeridos, para a evidenciação de informações sociais e/ou ambientais e entendem que, como consequência da referida evidenciação, as empresas passam a utilizar o relatório anual como meio de promoção. Os usuários são favoráveis a normas que exijam a evidenciação de informações de caráter social e ambiental e preferem que essas sejam evidenciadas, no relatório anual, em uma seção separada. Os usuários entendem que a DVA tem por fim demonstrar a contribuição da empresa para a riqueza nacional, a contribuição da empresa para a sociedade e a carga tributária. Os analistas demonstraram ser menos satisfeitos com as características qualitativas das informações. Os resultados apontam que a percepção dos usuários, quanto às informações sociais e/ou ambientais, bem como em relação à DVA, é divergente. Adicionalmente, analisou-se, por meio da Regressão Logística, a existência de relação entre o uso das informações sociais e/ou ambientais, inclusive a DVA, para tomada de decisões e a qualidade dessas informações, sob a perspectiva dos usuários. Os resultados apresentados pelas regressões logísticas não suportam que as características qualitativas sejam atributos que tornem as informações sociais e/ou ambientais, incluindo a DVA, úteis aos usuários. Os resultados apresentados não são, portanto, coerentes com a teoria.
Título em inglês
The social and environmental information disclosured in corporate annual reports: a user´s perception
Palavras-chave em inglês
Added value
Social accounting
Social reporting
Social responsibility
Sustainability
Resumo em inglês
This research has as propose to investigate the perception of external users of company annual reports about the quality of social and environmental information. The main reasons for conducting the study are: (i) the companies' annual reports are considered important means of disclosure, (ii) the number of companies that disclose environmental information has increased considerably, (iii) the capital market is considered important user of accounting information and focus of many studies, but not the sole, so that investigations are necessary to ascertain the quality of information for other users. A survey was conducted by using questionnaires as a tool for data collection. The questionnaires were staying at the site Formsite.com. We considered the accessibility of sample composed of 169 representatives from public companies, 438 analysts registered in CVM and 220 academics, represented by teachers in graduate programs in accounting recommended by CAPES. We obtained 211 valid responses, representing a response rate of approximately 30%. Before data analysis, was determined the reliability of the instrument and the effect of non-response. Reliability testing demonstrated satisfactory internal consistency. The test of no response indicated the nonrejection of the hypothesis that there is no significant difference between punctual and late respondents. After the tests of consistency and non-response, there was initially a descriptive analysis of data, which consisted in the organization, summarization, description of the sample, as evidenced by tables and graphs. In the second part of the analysis, significance tests were performed, aiming to explore relationships of similarities/dissimilarities between groups through parametric test ANOVA and nonparametric tests Chi-Square, Fisher's exact test and Mann- Whitney. Analysis showed that users find useful both social and environmental information, as DVA. However, users who do not recognize the usefulness of this information does not use them, especially analysts. The respondents agree that social and/or environmental information disclosed in company annual reports are designed to attend shareholders, managers, creditors, employees, government, institutional investors and, especially, to society. Users consider the concern with corporate image the main reason, among those suggested for the disclosure of social and/or environmental information and understand that as a consequence of that disclosure, the companies started to use the annual report as a means of promotion. The users are in favor of regulations requiring disclosure of social and environmental information and prefer that these be shown in the annual report in a separate section. Users understand that DVA is intended to demonstrate the company's contribution to national wealth, the company's contribution to society and the tax burden. Analysts have been shown to be less satisfied with the qualitative characteristics of information. The results indicate that user´s perspective, about the social and/or environmental information, as well as about DVA, is divergent. Additionally, we analyzed, by logistic regression, the existence of a relationship between the use of social and/or environmental information, including DVA, for decision making and the quality of the information from the user´s perspective. The results presented by logistic regressions do not support that the qualitative features are attributes that make the social and/or environmental information, including DVA, useful to users. The results presented are not consistent with the theory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarciaReis.pdf (966.45 Kbytes)
Data de Publicação
2011-04-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.