• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.12.2007.tde-24012023-153545
Document
Author
Full name
Marcia Regina Calvano Machado
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2007
Supervisor
Committee
Martins, Eliseu (President)
Lima, Iran Siqueira
Perera, Luiz Carlos Jacob
Title in Portuguese
Gestão do risco de subscrição em seguradoras que operam em risco massificado: um estudo de caso
Keywords in Portuguese
Administração de risco
Companhias de seguro
Estudo de caso
Seguro privado
Seguros
Abstract in Portuguese
Ao realizar sua atividade, a sociedade seguradora fica exposta a vários riscos próprios, como: risco de subscrição, risco de mercado, risco de crédito, risco operacional, risco legal e outros. Entre eles, o risco de subscrição é um dos mais importantes. Risco de subscrição na atividade securitária consiste na insuficiência do prêmio agregado de uma carteira de seguros ante as indenizações e despesas correlatas da mesma carteira e na constituição a menor das provisões técnicas. O objetivo desta pesquisa é verificar como seguradoras de risco massificados gerenciam seu risco de subscrição. Busca-se, dessa forma, verificar se as seguradoras, efetivamente, avaliam e gerenciam seu risco de subscrição e se a alta administração utiliza esse conhecimento na tomada de decisão. Para tanto, foi utilizada a estratégia de pesquisa de estudo de casos múltiplos, com quatro seguradoras. As proposições que norteiam este estudo são: (1) Os prêmios cobrados pela sociedade seguradora para todos os seguros massificados são obtidos a partir das distribuições de freqüência e severidade de sua própria carteira e do rateio do resultado financeiro da companhia entre seua produtos. (2) Eventuais desvios desfavoráveis na sinistralidade são imediatamente refletidos na determinação de prêmios futuros. (3) A área de aceitação, independente da área de vendas, utiliza parâmetros de seletividade desenvolvidos pela área de precificação. (4) A sociedade seguradora segue os preceitos determinados pela legislação na constituição das provisões técnicas. Quando a legislação permite o uso de nota técnica atuarial, essa é elaborada a partir das distribuições de severidade e frequência de sinistros da carteira. (5) A sociedade seguradora não mensura seu risco de subscrição. Observou-se qua apenas a proposição 4 foi plenamente corroborada pelo estudo empírico, enquanto as outras tiveram aceitação apenas parcial ou foram rejeitadas
Title in English
Risk management underwriting in insurance companies that operate in mass risk: a case study
Keywords in English
Case study
Insurance
Insurance companies
Private insurance
Risk management
Abstract in English
An insurer faces many risks in its activities, like uderwriting risk, market risk, credit risk, operational risk, legal risk, and others. Between them, lhe underwriting risk is one ofthe most important. In insurance activity, uderwriting risk consists in lhe insufficience ofpremium in relation to claims payments and related expenses ofa portfolio ofinsurance contracts and the underestimate oftechnical provisions. The target ofthis search is to verify how insurances of short-tailed business manage their underwriting risk. The search strategy used was a study of case, withfour insurances. The proposals that guide this study are: (1) the premiuns charded by insurances are gotten from the frequency and severity distribution of its insurance portfolio andfrom unbundlingfinancing residí ofde company between their products. (2) If the relation claims expenses / premiuns increases, the future premiuns will increase immediately. (3) The acceptance area is independent of selling area and uses selectivity parameters developed by the area that defines the premiuns.(4) The insurance follows legislation to estimate technical provisions. (5) The insurer does not measure its underwriting risk. It was observed that onlyproposal (4) was completely accepted by empirical study, while others proposals were onlyparcially accepted or rejected.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2023-01-24
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2023. All rights reserved.