• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.12.2014.tde-01122014-180454
Documento
Autor
Nombre completo
Eduardo Lopes Farias
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Carvalho, Luiz Nelson Guedes de (Presidente)
Riccio, Edson Luiz
Silva, Paulo Caetano da
Título en portugués
Desafios na implementação do XBRL no Brasil: um estudo utilizando a teoria de difusão de inovações
Palabras clave en portugués
Difusão de inovações
Sistemas de informação contábil
XBRL
Resumen en portugués
O XBRL, desde a sua criação em 1998, vem sendo discutido como uma evolução tecnológica para auxiliar na análise e tratamento das informações contábeis e financeiras. Entretanto, essa nova tecnologia não foi completamente incorporada por todos os reguladores nacionais, preparadores e usuários da informação. Desta forma, o objetivo principal desse trabalho consistiu em investigar os obstáculos do processo de implementação do XBRL no Brasil, utilizando como base a teoria da difusão de inovações, proposta por Rogers. Segundo a teoria da adoção e difusão de inovações (Rogers, 2003), os usuários e os vários grupos internos de uma organização assumem papel importante no processo do uso dos sistemas de informação, pois se estes, efetivamente não utilizarem os sistemas implantados, os benefícios potenciais dos sistemas não serão obtidos e sua taxa de adoção não variará com o passar do tempo. Os quatro elementos principais que influenciam a propagação de uma nova ideia são: a inovação, os canais de comunicação, tempo e um sistema social. Estes elementos funcionam em conjunto e a difusão é o processo pelo qual uma inovação é comunicada através de certos canais ao longo do tempo entre os membros de um sistema social. Para investigar os desafios na implementação do XBRL, utilizando a teoria de difusão de inovações, foi realizada uma pesquisa qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas com profissionais que possuíam conhecimento em XBRL no Brasil e no mundo. Para análise das entrevistas, optou-se pelo método de Análise de Conteúdo com a categorização semântica seguindo as etapas da teoria da difusão de inovações. Os resultados apontaram que a inovação, no caso o XBRL, é de conhecimento das instituições, entretanto, os benefícios, tais como padronização e comparabilidade, ainda não foram alcançados. Como principais barreiras à implementação do XBRL pode-se destacar a questão cultural, o custo de implantação, a disputa de forças nas empresas entre as áreas operacionais e de tecnologia da informação, a escassez de capital humano com conhecimento sobre o tema, impacto tecnológico, processo de convencimento dos envolvidos e o respectivo tempo. Os canais de comunicação para a divulgação do XBRL no Brasil ainda são restritos, sendo o principal fórum para discussão do tema o CONTECSI, promovido anualmente pelo laboratório TECSI da FEA/USP. A criação de uma jurisdição no país não é obrigatória, mas ajudaria no processo de divulgação do XBRL e na manutenção da taxonomia. Com relação ao tempo de implantação do XBRL, sua taxa de adoção e o sistema social, os entrevistados internacionais mencionaram que o tempo médio da implantação do XBRL é de 3 (três) a 5 (cinco) anos, onde o governo e os reguladores são ou deveriam ser os grandes propulsores do XBRL, e a adoção voluntária do XBRL somente funciona por um período de tempo, sendo que após esse período a adoção necessariamente deverá ser obrigatória.
Título en inglés
Challenges in the implementation of XBRL in Brazil: a study using the diffusion of innovations theory
Palabras clave en inglés
Accounting information system
Diffusion of innovations
XBRL
Resumen en inglés
XBRL, since its creation in 1998, has been discussed as a technological evolution to assist in the analysis and treatment of financial information. However, this new technology has not been fully incorporated by all regulators, preparers and information users. The aim of this study was to investigate the obstacles to the XBRL implementation process in Brazil, following the diffusion of innovations theory proposed by Rogers. According to this theory (Rogers, 2003), users and various internal groups within an organization play an important role in the use of information systems processes. However, whether they are not activity, the potential benefits of the systems will not be obtained and their adoption rate will not increase over time. The four main elements that influence the dissemination of a new idea are: innovation, communication channels, time and social system. These elements work with each other and diffusion is the process by which an innovation is communicated through certain channels over time among the members of a social system. To investigate the challenges in the implementation of XBRL, using the diffusion of innovations theory, qualitative research was undertaken through semi-structured interviews with professionals with expertise in XBRL in Brazil and the world. To analyze the interviews, the method of content analysis with semantic categorization was adopted, following the steps provided this theory. The results indicated that stakeholders are familiar with XBRL, however, the benefits, such as standardization and comparability, have not been achieved yet. Major barriers to implementation of XBRL are the cultural question, the cost of deployment, the battle of the wills between business unit and information technology areas, the lack of knowledge on the subject, the technological impact and time involved. Communication channels for the dissemination of XBRL in Brazil are still limited, CONTECSI has been the principal forum for the discussion of this subject, sponsored annually by the TECSI FEA / USP laboratory. The creation of a jurisdiction in the country is not mandatory, but it would help in the dissemination of the XBRL process and the maintenance of the taxonomy. Regarding implementation time, its rate of adoption and the social system, international specialists have stated that the average deployment time of XBRL is from 3 (three) to 5 (five) years, where the government and the regulators are the major driving force for XBRL. The voluntary adoption of XBRL only works for a period of time, and after that period the adoption would have to become obligatory.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-12-08
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.