• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.12.1999.tde-01072021-161110
Documento
Autor
Nome completo
Andres Pablo Falconer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1999
Orientador
Banca examinadora
Fischer, Rosa Maria (Presidente)
Marcovitch, Jacques
Spink, Peter Kevin
Título em português
A promessa do terceiro setor: um estudo sobre a construção do papel das organizações sem fins lucrativos e do seu campo de gestão
Palavras-chave em português
Instituições
Organização não governamental
Terceiro setor
Resumo em português
Na década de 90, o terceiro setor surge como portador de uma nova e imponente promessa: a renovação do espaço público, o resgate da solidariedade e da cidadania, e, na medida do possível, a superação da pobreza. Uma promessa a ser realizada através de atos como o voluntariado e a filantropia, revestidas de uma roupagem moderna e empresarial, substituindo ou complementando a ação do Estado. As organizações do terceiro setor - fundações, organizações não governamentais, entidades privadas de assistência social e associações comunitárias, entre outras - vêm sendo impulsionadas para ocupar este espaço público, a atuar como catalisador das demandas da sociedade, e a colaborar com o Estado na busca de soluções. As entidades do terceiro setor também são estimuladas a se espalharem nas organizações empresariais, a profissionalizarem sua atuação e a adotarem técnicas e valores de gestão empresarial. É senso comum hoje afirmar que o aperfeiçoamento das habilidades de gestão é o principal desafio para que o terceiro setor cumpra o seu papel em nossa sociedade. O terceiro setor desperta crescente interessa no meio acadêmico, particularmente nas escolas de Administração, refletindo a atenção pública que tem recebido nos últimos anos. Constituindo uma área de estudos em formação, ainda param dúvidas acerca da validade e da utilidade de seu paradigma tri setorial, que classifica as organizações em setores, onde o dito terceiro é formado pelo conjunto de organizações privadas, sem fins lucrativos, cuja atuação é voltada para a realização de objetivos públicos. O perfil e a história das organizações que compõem o terceiro setor no Brasil oferecem uma imagem que resiste a se reduzir a este modelo, mostrando importantes espaços de sobreposição entre os setores. Esta dissertação busca contribuir para a apreensão e entendimentos deste campo, posicionando o terceiro setor enquanto discurso, enquanto realidade organizacional e como conceito, que, mesmo nos Estados Unidos, país onde foi originalmente proposto, tem pouco mais de 20 anos de vida. A promessa do terceiro setor, argumenta-se, é um fenômeno complexo que tem sua origem tanto no Estado e no Mercado, quanto no próprio terceiro setor; é portanto também naqueles que se deve procurar-lhe o sentido. Ao resgatar a fundamentação teórica que é utilizada para atribuir valor e definir um papel para este setor na sociedade contemporânea, observa-se que a promessa do terceiro setor está assentada sobre uma base movediça e frágil. Expectativas irrealistas sobre o seu papel, argumenta-se aqui, são tão responsáveis pelas aparentes deficiências do setor em cumprir a sua promessa quanto a falta de capacitação em gestão de seus profissionais. Procura-se contribuir com uma delimitação mais precisa do campo do terceiro setor, reduzindo o conceito a uma tipologia organizacional mais clara e menos pretensiosa. Sobre esta base, propõ-se uma maneira de abordar o tema do aperfeiçoamento da gestão das organizações do terceiro setor, baseada em expectativas mais realistas dos papéis que este setor pode assumir, para que a sua promessa possa se tornar uma realidade
Título em inglês
The promise of the third sector a study on the construction of the role of nonprofit organizations and their management field.
Palavras-chave em inglês
Institutions
Non-governmental organization
Third sector
Resumo em inglês
In the 1990s, the third sector emerged as the bearer of a new and imposing promise: the renovation of public space, the rescue of solidarity and citizenship, and, as far as possible, the overcoming of poverty. A promise to be realized through acts such as volunteering and philanthropy, dressed in a modern and business guise, replacing or complementing the action of the State. Third sector organizations - foundations, non-governmental organizations, private social assistance entities and community associations, among others - have been driven to occupy this public space, to act as a catalyst for society's demands, and to collaborate with the State in the search of solutions. Third sector entities are also encouraged to spread among business organizations, to professionalize their performance and to adopt business management techniques and values. It is common sense today to say that improving management skills is the main challenge for the third sector to fulfill its role in our society. The third sector is of increasing interest in academia, particularly in business schools, reflecting the public attention it has received in recent years. Constituting an area of studies in formation, there are still doubts about the validity and usefulness of its tri-sectorial paradigm, which classifies organizations into sectors, where the said third is formed by the set of private, non-profit organizations, whose activities are focused on for the achievement of public goals. The profile and history of organizations that make up the third sector in Brazil offer an image that resists being reduced to this model, showing important overlapping spaces between sectors. This dissertation seeks to contribute to the apprehension and understanding of this field, positioning the third sector as a discourse, as an organizational reality and as a concept, which, even in the United States, the country where it was originally proposed, has just over 20 years of life. The promise of the third sector, it is argued, is a complex phenomenon that has its origins both in the State and in the Market, as well as in the third sector itself; it is therefore also in those who must look for its meaning. When rescuing the theoretical foundation that is used to assign value and define a role for this sector in contemporary society, it is observed that the promise of the third sector rests on a shaky and fragile base. Unrealistic expectations about its role, it is argued here, are as responsible for the sector's apparent shortcomings in delivering on its promise as the lack of management training of its professionals. It seeks to contribute with a more precise delimitation of the field of the third sector, reducing the concept to a clearer and less pretentious organizational typology. On this basis, a way of approaching the issue of improving the management of third sector organizations is proposed, based on more realistic expectations of the roles that this sector can assume, so that its promise can become a reality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-07-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.