• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2020.tde-30112020-130513
Documento
Autor
Nome completo
Mágda Paula dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2020
Orientador
Banca examinadora
Silva, Paulo Henrique Müller da (Presidente)
Sano, Paulo Takeo
Gonçalves, Antonio Natal
Moster, Claudia
Título em português
Regeneração natural de Pinus spp. ao redor de populações experimentais e fatores envolvidos no processo de invasão
Palavras-chave em português
Biodiversidade
Cerrado
Conservação
Ecologia de invasão
Espécies exóticas invasoras
Regeneração
Resumo em português
O gênero Pinus abrange espécies produtivas e cultivadas no mundo todo, em regiões tropicais e temperadas. As espécies mais cultivadas no Brasil são nativas da América do Norte e da América Central, e foram introduzidas no país para suprir a demanda madeireira. Atualmente, são fonte de matéria-prima para o setor florestal industrial. No entanto, algumas espécies podem ser uma ameaça à conservação dos biomas brasileiros. A invasão biológica por espécies exóticas é uma das principais causas de perda da biodiversidade, sendo que as espécies do gênero Pinus tem se tornado dominantes de ambientes antes ocupados por vegetação nativa. Conhecer a dinâmica de estabelecimento e potencial de invasão das espécies, além dos facilitadores para que a invasão ocorra são fundamentais para tomadas de decisão sobre o manejo de áreas afetadas. Esse trabalho avaliou a densidade de regenerantes de Pinus spp. em três diferentes locais do estado de São Paulo. As avaliações contemplaram vegetação vizinha aos povoamentos de pinus com ocupação de vegetação nativa, área aberta e plantio de eucalipto. Foram avaliadas 35 populações do gênero nas estações experimentais de Anhembi e Itatinga, que pertencem à Universidade de São Paulo e na Estação ecológica de Angatuba, que pertence ao Instituto Florestal. Foi realizado o censo dos regenerantes em um gradiente de 100 m de distância da borda do talhão em cada margem onde a cobertura da vegetação vizinha variou, (norte, sul, leste e oeste). Para tanto, foram instalados quatro transectos de 25m de largura para área de amostragem. Em cada transecto, os regenerantes foram quantificados em três classes estratificadas: plântulas (≤ 30 cm), mudas (≥ 30 cm ≤ 100 cm) e árvores (> 100 cm). Os resultados indicam a espécie Pinus elliottii como a espécie com maior potencial de invasão nas áreas estudas, adaptando-se em ambientes diferentes. Pinus oocarpa também apresentou comportamento como invasor em uma das áreas amostradas. A condição ambiental que mais favoreceu o estabelecimento do pinus foi a área sem vegetação estabelecida. Foi observado um maior número de regenerantes próximo a fonte de sementes, sendo observada queda significativa no número de regenerantes entre 50 e 100 m de distância.
Título em inglês
Spontaneous regeneration of Pinus spp. from experimental stands and factors involved in the invasion process
Palavras-chave em inglês
Biodiversity
Brazilian savanna
Conservation
Invasion ecology
Invasive alien species
Regeneration
Resumo em inglês
The Pinus genus comprises productive and cultivated species worldwide, in tropical and temperate regions.The most cultivated species in Brazil are native from North America and Central America, species of this genus were introduced in the country to supply the timber demand. Currently, they are a source of raw material for the industrial forestry sector. However, some species can be a threat to the conservation of Brazilian biomes because the biological invasion by alien species is one of the central causes of biodiversity loss, and the species of the genus Pinus have become dominant in environments previously occupied by native forests. Knowing the dynamics of establishment and invasion potential of species, as well as the facilitators for the invasion to occur, are fundamental for decision making on the management of affected areas. This study evaluated the Pinus spp. density in three different locations in the state of São Paulo. The evaluations included neighboring vegetation to the Pinus stands with the occupation of native forest, open area, and eucalyptus populations. Thirty-five populations of the genus were evaluated in the experimental stations of Anhembi and Itatinga, belonging to the University of São Paulo and in the ecological station of Angatuba, belonging to the Forestry Institute. The census of the regenerants was carried out on a gradient of 100 m distance from the edge of the stand on each bank where the coverage of neighboring vegetation varied (north, south, east and west). For this purpose, four transects of 25 m width each were installed for the sampling area. In each transect, the regenerants were stratified into small seedlings (≤ 30 cm), seedlings (≥ 30 cm ≤ 1 m), and trees (> 100 cm. The results indicate the Pinus elliottii as the species with the highest potential for invasion of the studied areas, invading different environments. Pinus oocarpa also behaved as an invader in one of the sampled areas. The environmental condition that most favored the pine establishment was the area without established vegetation. A greater number of regenerants occur close to the seed source, with a significant reduction in the number of regenerants between 50 and 100 m away.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-12-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.