• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2014.tde-12082014-111232
Documento
Autor
Nome completo
Carine Klauberg Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Silva, Edson José Vidal da (Presidente)
Couto, Hilton Thadeu Zarate do
Govone, José Silvio
Martins, Karina
Morsello, Carla
Título em português
Potencial produtivo e de manejo de dois produtos florestais não madeireiros no contexto Amazônico - o cipó-titica (Heteropsis spp.) e o óleo de copaíba (Copaifera spp.)
Palavras-chave em português
Copaifera
Floresta Amazônica
Heteropsis
Manejo
Produto florestal não madeireiro
Resumo em português
O óleo resina de copaíba (Copaifera spp.) e as fibras das raízes de cipó-titica (Heteropsis spp.) são produtos florestais não madeireiros, de grande importância social e econômica, principalmente para comunidades presentes na região Amazônica. Entretanto, faltam estudos que ajudem a definir e melhorar leis e práticas de manejo. O objetivo deste estudo foi preencher essa lacuna, avaliando os fatores bióticos e abióticos que afetam o desenvolvimento e a produtividade destas espécies. O primeiro capítulo trata de espécies de Copaifera, e a produção de óleo resina por árvore e os ciclos de manejo. Com 118 copaibeiras amostradas, sob até três extrações dentro de ciclos de um a cinco anos, foram testados modelos de regressão logística e linear múltiplo para avaliar os fatores correlacionados com a produção. Ainda, foi avaliada a produtividade física (óleo resina), e monetária (valor presente líquido), ao final de cada ciclo, sob os cenários determinístico e estocástico. Como resultado, o diâmetro, a presença de pragas, a qualidade do fuste/copa, as espécies e os ciclos, foram relevantes com relação à probabilidade de produção de óleo resina. A produção também esteve relacionada com o ciclo, a extração e com as espécies, sendo que o ciclo de três anos foi mais viável, tanto na perspectiva monetária quanto de produção, e em ambos os cenários. No segundo capítulo discutimos sobre Heteropsis spp. Foi avaliada a produtividade em relação à quantidade e qualidade de suas raízes, após dois anos da colheita, com intensidades de corte de 50% e 100%. Ademais, em outras áreas florestais, foi inventariada outra população de cipó-titica, e testados métodos de amostragem que providenciassem uma maior eficiência, menor erro amostral e melhor estimativa de produção por área. Foi aplicada a regressão de Poisson, para comparar as unidades amostrais entre os períodos (2009-2011) e tratamentos de corte, e a análise de variância para avaliar o efeito dos tratamentos sobre características do solo. Foram realizadas simulações para testar diferentes métodos de amostragem (aleatório e sistemático) com diferentes tamanhos e formatos de parcelas. Em síntese, o ciclo de manejo de até dois anos e extrações das raízes comerciais acima de 50% demonstraram não serem viáveis para garantir a produtividade e a qualidade das raízes de cipó-titica. Logo, amostragem sistemática ou aleatória, com intensidades variando de 15-20%, e parcelas de 250-300 m² produzem boas estimativas de produção, com erros abaixo de 15%.
Título em inglês
Production and management of two potential non-timber forest products in the Amazon context - the cipó-titica (Heteropsis spp.) and copaiba (Copaifera spp.)
Palavras-chave em inglês
Copaifera
Heteropsis
Amazon rainforest
Management
Non timber forest product
Resumo em inglês
The oleoresin of copaiba (Copaifera spp.) and the fibers of the roots of cipó-titica (Heteropsis spp.) are non-timber forest products of great social and economic importance, especially for communities in the Amazon region. However, there are few studies that help to define and improve laws and management practices. The aim of this study was to fill this gap by assessing the biotic and abiotic factors that affect the development and productivity of these species. The first chapter deals with the species of Copaifera, and oleoresin production per tree, cycles and population structure. With 118 copaibeiras sampled in up to three extractions in cycles of one to five years, logistic regression and multiple linear models were tested to evaluate factors related to the production. Still, the physical productivity (oleoresin) was evaluated, and monetary (net present value) at the end of each cycle, under the deterministic and stochastic scenarios. As a result, the diameter, the presence of pests, the quality of the canopy/trunk, and species cycles were relevant in connection with the probability of bigger production oleoresin. The production was related to the cycle, extraction and species, and the three-year cycle was more feasible, both in the monetary or production perspectives, and in both scenarios. In the second chapter we discuss Heteropsis spp. productivity in terms of quantity and quality of roots. It was evaluated after two years of harvest, with cutting intensities of 50% and 100%. Moreover, in other forest areas, we inventoried another population of Heteropsis, and tested sampling methods that arrange to higher efficiency, smaller sampling error and better estimation of production per area. Poisson regression was used to compare the sample units between periods (2009-2011) and cutting treatments, and analysis of variance to assess the effect of treatments on soil characteristics. Simulations were performed to test different sampling methods (random and systematic) with different sizes and shapes of plots. In summary, the cycle of handling up to two years and extractions of commercial roots above 50% proved to be not feasible to ensure productivity and quality of the roots of Heteropsis. Therefore, systematic or random sampling, with intensities ranging from 15-20%, and plots of 250-300 m² produce good estimates of production, with errors below 15%.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-22
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Klauberg, C., et al. Produção de óleo de copaíba (Copaifera sp.) em Floresta Amazônica Paragominas. In X Congresso de Ecologia do Brasil,, São lourenço, MG., 2011. Anais do X Congresso de Ecologia do Brasil,., 2011.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.