• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2013.tde-07052013-100508
Documento
Autor
Nome completo
Rafaela Pereira Naves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2013
Orientador
Banca examinadora
Gandolfi, Sergius (Presidente)
Ivanauskas, Natalia Macedo
Rodrigues, Ricardo Ribeiro
Título em português
Estrutura do componente arbóreo e da regeneração de áreas em processo de restauração com diferentes idades, comparadas a ecossistema de referência
Palavras-chave em português
Ecologia da restauração
Ecossistema
Fitossociologia
Florestas estacional semidecidual
Resumo em português
A crescente degradação de ecossistemas tornam necessários inúmeros esforços para recuperá-los. A ecologia da restauração é uma ciência que vem crescendo, buscando suporte e apoiando as bases da ecologia teórica. O papel das áreas restauradas na manutenção da biodiversidade é ainda incerto, mas há consenso que estas devem restabelecer os atributos ecológicos. A escolha de bons indicadores ecológicos é crucial para avaliar a evolução dessas áreas. A análise da vegetação é um bom indicador, por ser possível utilizar métodos simples de execução e apresentar respostas rápidas às condições (bióticas e abióticas), fornecendo, por exemplo, informação dos agentes dispersores na área e das características das espécies que compõe a comunidade. Através dessas informações é possível inferir se a área é visitada por animais e como ocorre o processo sucessional. A presente pesquisa consistiu na análise da vegetação de florestas em processo de restauração com idades diferentes. Foram escolhidos plantios com oito e 12 anos e um remanescente florestal. Em cada área foram alocadas 30 parcelas de 10 x 10 m, todos os indivíduos arbustivo-arbóreos (estrato arbóreo) com diâmetro a altura do peito maior ou igual a 10 cm foram amostrados, identificados e tiveram sua altura estimada. O estrato regenerante foi registrado por parcelas de 2 x 10 m alocadas no interior das parcelas (10 x 10m) onde foram amostrados e identificados indivíduos com altura maior ou igual a 50 cm e diâmetro a altura do peito menor que 10 cm. As espécies encontradas foram categorizadas em grupos funcionais (síndromes de dispersão e classes de sucessão) e origem (nativa e exótica). Para o estrato arbóreo e para o regenerante, o ecossistema de referência apresentou maior densidade, riqueza e diversidade. Diferente do ecossistema de referência, os plantios apresentaram muitos indivíduos de espécies de origem exótica, e não apresentaram muitos indivíduos das classes sucessionais clímax. Diante dos resultados talvez sejam necessárias ações de manejo adaptativo, com retirada das espécies que tem potencial invasor e enriquecimento funcional para que a evolução das áreas não seja comprometida. A avaliação da vegetação mostrou-se bom indicativo no estudo da evolução das áreas em processo de restauração.
Título em inglês
Structure of the tree component and regeneration of areas in process of restoration of different ages, compared to reference ecosystem
Palavras-chave em inglês
Ecological Restoration
Ecosystem
Moist Seasonal Semideciduous Forest
Phytosociology
Resumo em inglês
The growing degradation of ecosystems makes it necessary the adoption of various efforts in order to restore it. Restoring ecology is a science that has been growing, seeking support and providing support to the foundations of theoretical ecology. The role of the restored areas in the maintenance of biodiversity is still uncertain; however there is consensus that they should restore the ecological attributes. The choice of good ecological indicators is crucial in order to assess the evolution of those areas. The analysis of the vegetation is a good indicator, because it enables the use of simple execution methods and because it also presents fast answers to the conditions (biotic and abiotic) providing for example, information about the dispersing agents of the area as well as the characteristics of the species that makes up the community. Through this information, it is possible to infer if the area is visited by animals and how the succession process happens. The current research consists of the analysis of the vegetation of forests in restoring process with different ages. Plantings were chosen between 8 to 12 years and a remnant forest. In each area 30 plots of 10 X 10 m were allocated, all tree species with diameter and breast height higher or the same as 10 cm were shown, identified and had their height estimated. The regenerative component was recorded in plots of 2 X 10 m allocated in the interior of the plots where they were sampled and identified the individuals with height higher than 50 cm and diameter and breast height lower than 10 cm. The species found were categorized in functional groups (dispersion syndrome and restoring guilds). The highest values of density, richness and diversity of arboreal and regeneration layers were found in the reference ecosystem. The forests in process of restoration considered in this work, unlike the reference ecosystem, presented numerous individuous of exotic species, and did not present many late-successional individuous. Results suggest that performing adaptative management actions, such as invasive species removal and functional enrichment, may be necessary for the appropriate evolution of the concerned areas. Evaluation of the vegetation was considered a good indicator to study the development of areas in process of restoration.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.