• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2016.tde-17062016-095201
Documento
Autor
Nome completo
Sabrina Helena da Cruz Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Castro, Paulo Roberto de Camargo e (Presidente)
Broetto, Fernando
Ferreira, Gisela
Macedo, Willian Rodrigues
Rossetto, Raffaella
Título em português
Mini-toletes de cana-de-açúcar: gemas, biorreguladores, adubação nitrogenada e déficit hídrico
Palavras-chave em português
Fitoquímicos
Propágulos
Reguladores vegetais
Tiametoxam
Ureia
Resumo em português
A cana-de-açúcar é uma espécie amplamente cultivada em regiões tropicais e subtropicais. Sua propagação é realizada através do plantio de porções caulinares contendo uma média de três gemas. Tal prática requer grande quantidade de material vegetal, o que reduz o ganho dos produtores. Adicionalmente, a utilização de grande quantidade de material vegetal para o plantio dificulta algumas práticas em relação ao manejo da cultura, como transporte e armazenamento. A utilização de mini-toletes, contendo uma única gema, representa uma alternativa ao plantio convencional. Existem limitações impostas à utilização de mini-toletes, relacionadas à baixa disponibilidade de reservas de nutrientes e de água, devido ao reduzido tamanho dos toletes. O presente trabalho teve o objetivo de avaliar o vigor e o desenvolvimento de plantas de cana-de-açúcar provenientes de mini-toletes. No primeiro experimento, comparou-se plantas provenientes de diferentes tipos de propágulos e gemas. Foram avaliados o número de brotações, a porcentagem de brotações, a altura das plantas e as massas de folhas e raízes. No segundo experimento, avaliou-se o efeito da aplicação de biorreguladores em mini-toletes provenientes de gemas apicais e basais. Foram realizadas as determinações do número de brotações, da altura das plantas, da área foliar e das massas secas de folhas e colmos. No terceiro experimento, avaliou-se a aplicação de ureia como fonte de adubação nitrogenada e tiametoxam, um inseticida sistêmico com ação bioativadora, no desenvolvimento de plantas originárias de mini-toletes. Realizaram-se as seguintes determinações: número de brotações, altura das plantas, área foliar e massas secas de colmos, folhas e raízes. No quarto experimento, plantas de cana-de-açúcar originárias de mini-toletes tratados com agroquímicos foram submetidas ao déficit hídrico. Foram avaliadas a altura das plantas, a área foliar e as massas de raiz, folha e caule. Foi possível concluir que plantas provenientes de gemas superiores e de toletes contendo três e duas gemas apresentaram um melhor desenvolvimento. De maneira geral, os resultados indicaram que a cana-de-açúcar não responde de maneira evidente ao uso de reguladores vegetais em mini-toletes. A utilização de ureia aumenta o desenvolvimento de plantas originárias de mini-toletes. Em conjunto com diferentes doses de ureia, a utilização de tiametoxam incrementa aspectos do desenvolvimento da cana-de-açúcar. Adicionalmente, foi possível concluir que a aplicação de agroquímicos em mini-toletes alivia os efeitos negativos do déficit hídrico no desenvolvimento radicular. A partir dos resultados obtidos no presente trabalho, foi possível concluir que a utilização de ureia, tiametoxam e agroquímicos melhora o desenvolvimento de plantas de cana-de-açúcar originárias de mini-toletes.
Título em inglês
Small stalks of sugarcane: buds, plant growth regulators, nitrogen fertilization and water stress
Palavras-chave em inglês
Bioregulators
Phytochemicals
Propagules
Thiamethoxam
Urea
Resumo em inglês
The sugarcane is a widely cultivated species in tropical and subtropical regions. Its propagation is done by planting stem portions containing an average of three buds. Such practice requires large amounts of plant material, which reduces the gain of the producers. Additionally, the use of large amounts of plant material for planting difficult practices regarding crop management, such as transportation and storage. The use of small stalks having a single bud is an alternative to conventional planting. There are limitations to the use of small stalks, related to low availability of nutrients and water reserves due to the small size of the stalks. This study aimed to assess the vigor and the development of sugarcane plants originated from small stalks. In the first experiment, plants were compared from different types of propagules and buds. We evaluated the number of sprouts, the percentage of sprouts, the plant height and the weight of leaves and roots. In the second experiment, we evaluated the effect of the bioregulators application in small stalks from apical and basal buds. They were carried out determinations of the number of sprouts, plant height, leaf area and dry weight of leaves and stems. In the third experiment, we evaluated the use of urea as a source of nitrogen fertilization and thiamethoxam, a systemic insecticide with bioactivator action in the development of plants from small stalks. The following evaluations were performed: number of sproutings, plant height, leaf area and dry mass of stems, leaves and roots. In the fourth experiment, sugarcane plants from small stalks treated with agrochemicals were subjected to water deficit. The plant height, the leaf area and the root, leaf and stem weights were evaluated. It was concluded that plants from upper buds and stalks containing three and two buds had a better development. Overall, the results indicated that sugarcane does not respond overtly to the use of plant growth regulators in small stalks. The use of urea increases the development of plants from small stalks. Together with different doses of urea, the use of thiamethoxam increments aspects of the development of sugarcane. In addition, it was concluded that the application of agrochemicals in small stalks alleviates the negative effects of water stress on root development. From the results obtained in this study, it was concluded that the use of urea, thiamethoxam and agrochemicals improves the development of sugarcane plants originated from small stalks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.