• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2016.tde-22062016-142530
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Lorena Aguiar Carneiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Spoto, Marta Helena Fillet (Presidente)
Lima, Giuseppina Pace Pereira
Petrus, Rodrigo Rodrigues
Vieira, Thais Maria Ferreira de Souza
Título em português
Estabilidade química e funcional dos compostos bioativos da polpa de buriti congelada, liofilizada e atomizada
Palavras-chave em português
Mauritia flexuosa L.
Ácidos graxos
Antioxidantes
Carotenoides
Compostos fenólicos
Minerais
Resumo em português
O buriti (Mauritia flexuosa L.) é um fruto rico em carotenoides, ácidos graxos e compostos fenólicos com grande potencial de industrialização. Entretanto, sua vida útil reduzida dificulta a comercialização e um maior aproveitamento. Dessa forma, tecnologias de processamento podem ser empregadas para que haja maior utilização e expansão do buriti. Este trabalho teve como objetivo caracterizar polpa de buriti congelada, liofilizada e atomizada, quantificando os compostos bioativos (carotenoides e ácidos graxos), a composição centesimal e mineral, além de avaliar a estabilidade química e funcional da polpa submetida a esses tratamentos ao longo do tempo de armazenamento. Polpas de buriti oriunda da Comunidade Boa Vista, zona rural do município de Arinos, MG, foram submetidas a três processamentos: congelamento (eleito como controle), liofilização e atomização (com adição de maltodextrina como coadjuvante de tecnologia). Após o processamento, as polpas foram acondicionadas em embalagens laminadas compostas por poliéster, alumínio e polietileno (25 x 25 cm), com capacidade para 100 g cada, e armazenadas a -23 °C para o congelamento e a temperatura ambiente para as polpas desidratadas. As análises físicas, químicas, nutricionais e funcionais foram realizadas logo após o processamento, para caracterização das polpas e nos períodos: 1, 14, 28, 42 e 56 dias, para avaliação da estabilidade. O delineamento experimental empregado constituiu-se de dois fatores (processamento e período) e a interação entre eles. Os dados foram analisados estatisticamente por meio da Análise de Variância Univariada (ANOVA) com nível de significância de 5 %. Constatou-se que durante a estocagem a polpa liofilizada apresentou maior brilho, menor opacidade, valores inferiores para o pH, menor variação da atividade de água e maior acidez titulável. Esses parâmetros são importantes indicadores de qualidade da polpa durante a sua estocagem, visto que dificultam o desenvolvimento microbiano. A adição da maltodextrina no processo de atomização acarretou maiores teores de sólidos solúveis em relação aos demais tratamentos. Os resultados demonstraram que, ao longo do armazenamento, a liofilização contribuiu para a melhor preservação dos carotenoides totais. A quantificação dos carotenoides e dos ácidos graxos na polpa congelada demonstrou que houve melhor preservação de carotenoides do tipo alfa e beta caroteno, dos ácidos graxos oleico, indicando maior valor nutricional para a alimentação humana. Apesar dos resultados satisfatórios para a polpa congelada, durante o tempo analisado a polpa congelada apresentou maiores perdas em relação à polpa liofilizada. Para a classe dos compostos fenólicos, a liofilização apresentou melhores resultados ao longo da estocagem. O uso de baixas temperaturas foi mais efetivo para a preservação dos compostos bioativos analisados. Portanto, pode-se concluir que o emprego da liofilização é a alternativa mais adequada entre as avaliadas, para o aproveitamento da polpa de buriti na indústria de alimentos, uma vez que esse tratamento preservou todos os constituintes avaliados durante a estocagem.
Título em inglês
Chemical and functional stability of the bioactive compounds of frozen buriti pulp, freeze-dried and atomized
Palavras-chave em inglês
Mauritia flexuosa L.
Antioxidants
Carotenoids
Fatty acids
Minerals
Phenolic compounds
Resumo em inglês
The Buriti (Mauritia flexuosa L.) is a fruit rich in carotenoids, fatty acids and phenolic compounds with great potential for industrialization. However, its limited life difficults commercialization and better use. Thus, processing technologies can be employed for greater use and expansion of Buriti. This study aimed to characterize frozen, lyophilized and atomized pulp of Buriti, quantifying the bioactive compounds (carotenoids and fatty acids), the centesimal and mineral composition, as well as evaluating the chemical and functional stability of the pulp subjected to these treatments over the time of storage. Pulps of Buriti coming from the Community of Boa Vista, countryside of Arinos, MG, were subjected to three processing: freezing (chosen as a control), lyophilization and atomization (with the addition of maltodextrin as a supporting technology). After processing, the pulps were stored in laminated packages composed of polyester, aluminum and polyethylene (25 x 25 cm) with a capacity of 100 grams each, and stored at -23 ° C for freezing and at room temperature for dehydrated pulps.The effects of the treatments of frozen pulp (control), lyophilized and atomized obtained from fruits of buriti palm (Mauritia flexuosa L.), associated with temperature and storage periods were analysed in order to evaluate the effect of atomization and lyophilization, comparing them to the effects of the freezing process, elected as control and quantify bioactive compounds (carotenoids and fatty acids), the chemical composition, mineral, presence of phenolic compounds and their variations over time. The physical, chemical, nutritional and functional analysis were performed in the periods: 1, 14, 28, 42 and 56 days. The experimental design consisted of two factors (processing and period of storage) and the interaction between them. Data were statistically analyzed by Analysis of Variance (ANOVA) with 5% of significance level. During storage of the freeze-dried pulp the results showed higher brightness, lower opacity, lower values for pH, smaller variation of aw and higher titratable acidity. These parameters are important indicators of pulp quality during storage. The addition of maltodextrin in the atomization process led to higher soluble solids compared to other treatments. The results showed that, during storage, lyophilization contribute to the better preservation of carotenoids. The quantification of carotenoids and fatty acids in frozen pulp showed that there were better preservation of alpha carotenoids, beta carotene, and oleic fatty acids, indicating a higher nutritional value for human consumption. Although the results for the frozen pulp were satisfactory, during the time, examined frozen pulp showed greater losses compared to the lyophilized pulp. For the group of phenolic compounds, lyophilization showed better results over storage. The use of low temperatures was more effective for the preservation of bioactive compounds that were analysed. Therefore, it can be concluded that the use of lyophilization is the most appropriate alternative among the other ones for the use of burity pulp in the food industry, since this treatment preserved all constituents evaluated during storage.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-07-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.