• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2020.tde-19112020-180438
Documento
Autor
Nombre completo
Claudia Simone Cavassani
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2020
Director
Tribunal
Silva, Marina Vieira da (Presidente)
Barros, Maria Sylvia Carvalho de
Camara, Fabiane Mendes da
Toledo, Nataly Maria Viva de
Título en portugués
Estimativa de ingestão de aditivos alimentares com potencial cancerígeno pela população brasileira
Palabras clave en portugués
Aditivos alimentares
Avaliação de risco
Câncer
Consumo alimentar
Exposição aos aditivos alimentares
Segurança alimentar e nutricional
Resumen en portugués
Este estudo apresenta como tema principal a estimativa da ingestão de cinco aditivos alimentares (corante caramelo IV, aspartame, ciclamato, nitrato e nitrito de sódio) com potencial cancerígeno, contidos na alimentação da população brasileira, conforme as variáveis selecionadas. Para o cálculo da exposição, foram utilizados os dados de consumo per capita de alimentos das Pesquisas de Orçamentos Familiares (POF) de 2008-2009 e 2017-2018. Integram as análises os alimentos que contém os aditivos de interesse. Estima-se a ingestão considerando o uso máximo dos aditivos previsto por lei, obtendo-se o valor (médio) diário. Identifica-se a distribuição da população segundo os critérios: consumo nulo, em conformidade com o preconizado e a ocorrência de superação da Ingestão Diária Aceitável (IDA). Os resultados apresentados correspondem à amostra populacional total das duas pesquisas de orçamentos familiares e descrevem a ingestão (estimada) dos aditivos de acordo com as variáveis: sexo, situação de domicílio, região, estratos de idade, cor da pele autodeclarada e etnia, estratos de rendimentos per capita. Quando se considera a POF- 2007-2008, no tocante ao caramelo IV, chamam atenção os valores obtidos para homens (5.240 mg; dp= 310,27), indivíduos com faixa etária entre 19 e 30 anos (4.620 mg; dp= 373,14) e pessoas com cor da pele preta (4.900 mg; dp= 1.233,35). Quanto aos valores relativos ao aspartame, destacam-se aqueles relacionados às variáveis "mulher" (20 mg; dp= 0,98), "faixa etária de 14 a 18 anos" (19,92 mg; dp= 2,20) e "cor da pele amarela" (21 mg; dp= 10,40). Em relação ao ciclamato, sobressaem-se os dados relacionados à variável "cor da pele amarela" (12 mg; dp= 9,40). Sobre nitrato e nitrito, as estimativas para o sexo masculino (11 mg; dp= 0,41 para nitrato e 11 mg; dp= 0,32 para nitrito) e faixa etária (10 a 13 anos) mais jovem (12 mg de nitrato; dp= 0,69 e 15 mg; dp= 0,81 de nitrito) devem ser examinadas com prudência. Ressalta-se a proporção de pessoas cujo consumo estimado foi superior ao limite determinado por lei, sobretudo nitrito (34,37%= 55,17 milhões de pessoas) e caramelo IV (8,05%= 12,92 milhões de indivíduos). Ao considerar a proporção de pessoas com ingestão estimada até o máximo estabelecido, o nitrato (40,54%= 65,07 milhões de pessoas) destaca-se e, na sequência, o aspartame (29,84%= 47,90 milhões de brasileiros). No caso da POF 2017-2018, especificamente para o corante caramelo IV, chamam a atenção os resultados obtidos para os homens (5.296,88 mg; dp= 244,72) e pessoas com idade entre 19 e 30 anos (5.177,76 mg; dp= 403,38). Para o aspartame e o ciclamato, destaque para o grupamento com rendimentos familiares pelo menos igual a R$ 10.000,00 (25,21 mg; dp= 6,50 e 22,10 mg; dp= 6,57, respectivamente). Em relação ao nitrito e nitrato, foram obtidas para os homens (12,93 mg de nitrato; dp= 0,38 e 10,27 mg; dp= 0,25 de nitrito) e os indivíduos da faixa etária entre 10 e 13 anos (16,60 mg de nitrato; dp= 0,96 e 18,31 mg; dp= 0,89 de nitrito), as maiores quantidades de ingestão (média). Nota-se a proporção de indivíduos cujo consumo estimado foi maior do que o limite recomendado, em especial nitrito (32,07%= 57,69 milhões de pessoas) e corante caramelo IV (7,48%= 13,46 milhões de indivíduos). Sobre a proporção de pessoas com ingestão estimada até o máximo estabelecido, o nitrato (36,29%= 65,29 milhões de pessoas) e o nitrito (4,39%= 7,90 milhões de brasileiros) estão em evidência. São resultados preocupantes diante da quantidade de pessoas envolvidas e que estão sendo, potencialmente, prejudicadas com a exposição, possivelmente rotineira. Os riscos não são apenas individuais, visto que existe a abrangência coletiva, interferindo acentuadamente nos custos sociais, em casos de adoecimentos associados ao desenvolvimento de enfermidades, como por exemplo, o câncer. Por outro lado, os aditivos são recursos reconhecidamente importantes para os processos tecnológicos industriais. Tendo em vista o crescimento da necessidade da promoção da saúde, é esperado pela sociedade que a indústria alimentícia intensifique a fabricação de alimentos pouco processados, nutritivos e saborosos, com preços acessíveis. Deste modo, ambos os lados serão favorecidos ao buscarem alternativas de equilíbrio para reduzir os impactos negativos causados pela utilização e ingestão excessivas de aditivos alimentares classificados como não saudáveis. As discussões, baseadas em evidências científicas, sobre a temática, também servem como alerta para que o poder público reconheça os potenciais riscos da exposição a esses aditivos e atuem para preveni-los.
Título en inglés
Brazilian population estimated intake of food additives with carcinogenic potential
Palabras clave en inglés
Cancer
Exposure to food additives
Food additives
Food and nutrition security
Food consumption
Risk assessment
Resumen en inglés
This study presents as its main theme an estimative of the intake of five food additives with carcinogenic potential (caramel coloring IV, aspartame, cyclamate, sodium nitrate and sodium nitrite) contained in the eating habits of the Brazilian population, according to the selected variables. In order to calculate the exposure, per capita food consumption data from Family Budget Survey (POF) for 2008-2009 and 2017-2018 were used. The analysis comprises food items which contain the above-mentioned food additives. The intake is estimated taking into account its maximum use prescribed by law, obtaining, eventually, the average daily intake of each additive. The distribution of the population was identified following the criteria: zero consumption, in accordance with what was prescribed and the occurrence of the exceedance of the Acceptable Daily Intake (ADI). The results presented conform to the total population sample of both surveys and describe the variation of additives intake (estimated) according to the variables: sex, place of residence, zone of residence, age, skin color self-reported and ethnic group and per capita income. Considering the 2007-2008 POF results and regarding caramel IV, what drew attention was the results from the male genre group (5.240 mg; sd= 310.27) individuals aged between 19 and 30 years old (4.620 mg; sd= 373.14) and black people (4.900 mg; sd= 1233.35). The values obtained for aspartame are related to variables "woman" (20 mg; sd= 0.98), "age range 14 - 18" (19.92 mg; sd= 2.20) and "skin color self-reported as oriental" (21 mg; sd= 10.40). Concerning cyclamate, the most apparent variable was "skin color self-reported as oriental" (12 mg; sd= 9.40). When it comes to nitrate and nitrite, the estimative for the male gender (11 mg; sd= 0.41 for nitrate and 11 mg; sd= 0.32 for nitrite) and age range (10 to 13 years) of youngsters (12 mg of nitrate; sd= 0.69 and 15 mg; sd= 0.81 of nitrite) must be examined thoroughly. It is vital to point out the number of people whose estimated consumption exceeded the prescribed limit, especially the nitrite (34.37% = 55.17 million people) and caramel IV (8.05% = 12.92 million). When it is considered the number of people whose estimated intake is up to the limit established by law, the nitrate stands out (40.54% = 65.07 million people) followed by the aspartame (29.84% = 47.90 million of Brazilians). When it comes to 2017-2018 POF, considering specifically caramel IV, the results from the male group (5.296,88 mg; sd= 244,72) and from people aged between 19 and 30 years old (5.177,76 mg; sd= 403,38) stand out. For aspartame and cyclamate, the emphasis is on the group whose family budget is at least equals to R$10,000.00 (25,21 mg; sd= 6,50 and 22,10 mg; sd= 6,57, respectively). Regarding nitrite and nitrate, the highest intakes were obtained in male genre group (12,93 mg of nitrate; sd= 0,38 and 10,27 mg; sd= 0,25 of nitrite) and people aged between 10 and 13 years old (16,60 mg of nitrate; sd= 0,96 and 18,31 mg; sd= 0,89 of nitrite). Note the proportion of individuals whose estimated consumption was greater than the recommended limit, especially nitrite (32.07%= 57.69 million people) and caramel coloring IV (7.48%= 13.46 million individuals). Regarding the proportion of people with estimated intake up to the maximum established, nitrate (36.29% = 65.29 million people) and nitrite (4.39% = 7.90 million Brazilians) are in evidence. These results are alarming due to the number of people involved who have been potentially impaired by the exposure, presumably daily. The risks are not only individual, since collective coverage exists, interfering significantly in social costs, in cases of illnesses associated with the development of infirmities such as cancer. Conversely, the additives are important to industrial and technological processes. Bearing in mind the increasing necessity to promote health, it is expected by the society that the food industry produce less processed products, which can be savory, nutritional and have affordable prices. Therefore, both sides will benefit if they seek for alternatives of balance to reduce the negative impacts caused by the excessive use and intake of food additives considered unhealthy. These discussions, based on scientific evidences about this topic, serve as a warning so that the public authorities can identify the potential risks caused by the exposure to these food additives and act to prevent them.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-11-27
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.