• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-22012020-103919
Document
Author
Full name
Helen Krystine da Silva
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 2019
Supervisor
Committee
Machado, Paulo Fernando (President)
Stefani, Lenita de Cássia Moura
Roma Junior, Luiz Carlos
Title in Portuguese
Programas de Pagamento por Qualidade (PPQ): eficiência da adoção por indústrias lácteas brasileiras
Keywords in Portuguese
Contagem bacteriana total
Contagem de células somáticas
Gordura
Lactose
Proteína
Qualidade do leite
Remuneração pela qualidade
Sólidos Totais
Abstract in Portuguese
Os programas de pagamento pela qualidade do leite (PPQ), instituídos pelas cooperativas e indústrias lácteas, têm como principal objetivo o incentivo a melhoria da qualidade do leite através da remuneração diferenciada por este produto. Esse incentivo pode ser realizado através do estabelecimento de bonificações, penalizações ou da utilização em conjunto de ambas as metodologias, aplicadas em função das características do leite entregue pelo produtor. A eficiência desse tipo de incentivo beneficia tanto os produtores pela maior remuneração recebida em função da produção do leite de melhor qualidade, quanto os laticínios pelo aumento da lucratividade obtida com a produção de derivados lácteos com maior valor agregado. Respostas positivas da adoção destes PPQ foram relatadas em diversos países, porém, no Brasil, os resultados destes se mostraram controversos. Frente a este problema, dois estudos foram desenvolvidos. No primeiro, o objetivo foi avaliar o efeito da remuneração diferenciada pela qualidade sobre a composição do leite e, consequentemente, verificar se os PPQ foram capazes de estimular melhorias. Para tal, foram utilizados dados de gordura, proteína, lactose, sólidos totais (ST), Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT), entre os anos de 2009 e 2018, de cerca de 15.000 fazendas que comercializaram o leite para 35 indústrias lácteas distribuídas pelas regiões sudeste e sul do Brasil. A eficiência dos PPQ foi mensurada por meio de um modelo linear generalizado misto, que incluiu os efeitos de ano, PPQ, região, interação entre ano e PPQ, indústria, mês e interação entre mês e ano. As variáveis CCS, proteína, lactose e ST não sofreram efeito significativo dos PPQ nos anos estudados. No segundo estudo, os objetivos foram avaliar o efeito da implantação de um PPQ específico e verificar se houve aumento no número de fazendas bonificadas ao longo dos anos. Foram utilizados dados de gordura, proteína, lactose, CCS e CBT de 3622 fazendas que comercializaram o leite para uma indústria láctea que implementou um PPQ no ano de 2012. A eficiência da implantação deste PPQ foi medida por um modelo linear generalizado misto que incluiu os efeitos de ano, PPQ, fazenda, unidade da indústria e mês. Este mesmo modelo foi aplicado para verificar a variação da CCS, apenas das 319 fazendas que venderam o leite para este laticínio durante todo o período estudado (2010 - 2018). Por fim, para estimar a proporção entre as fazendas bonificadas e penalizadas pelo PPQ ao longo dos anos, utilizou-se outro modelo generalizado misto que incluiu os efeitos de ano e mês. A implantação deste PPQ apresentou efeito significativo na melhoria apenas dos parâmetros, CBT e Lactose. Para gordura e proteína o efeito também foi significativo, porém resultou na diminuição destes componentes. A quantidade de fazendas bonificadas em relação as penalizadas, aumentou para ambos os parâmetros, porém em diferentes proporções. A variável que apresentou aumento menos expressivo foi a CCS e, no outro extremo, a que apresentou maior aumento foi a CBT. Os PPQ influenciaram na melhoria da qualidade do leite apenas no que diz respeito a diminuição dos níveis de CBT.
Title in English
Quality-based payment programs: efficiency of their introduction in Brazilian dairy industries
Keywords in English
Fat
Lactose
Milk quality
Protein
Quality-based payment
Somatic Cell Count
Total Bacterial Count
Total solids
Abstract in English
The milk quality-based payment programs, introduced by cooperatives and dairy industries, have as their main goal to encourage the milk quality improvement through differentiated payment for the product. This incentive may be given in the form of bonuses, penalties or both methods, all in accordance with the properties of the milk delivered by the producer. The efficiency of the incentive benefits the producers, whose payment is higher according to the production of a better-quality milk, as well as the dairy products, for there is a higher profitability obtained with the production of value-added dairy. The introduction of quality-based payment programs received positive feedback in several countries, however, in Brazil, the results were controversial. Two studies were carried out to address this problem. In the first one, the objective was to assess the effects of a different quality-based payment on milk properties and, as a result, verify if the programs were able to drive improvements. In order to do that, the study used data on fat, protein, lactose, total solids (TS), Somatic Cell Count (SCC) and Total Bacterial Cout (TBC), between 2009 and 2018 from about 15,000 farms which sold milk to 35 dairy industries throughout the Brazilian southeast and south regions. The efficiency of the quality-based payment programs was measured by a generalized linear mixed model. This measurement included the effects of year and quality-based payment programs and the interaction between both; region, industry, month and the interaction between month and year. The SCC variables, protein, lactose and TS were not significantly affected by the quality-based payment programs along the studied years. In the second study, the objectives were to assess the implementation effect of a specific quality-based payment program and verify if there was any increase in the number of subsidized farms through the years. This study used data on fat, protein, lactose, Somatic Cell Count (SCC) and Total Bacterial Count (TBC) from 3,622 farms which sold milk to a dairy industry that implemented a quality-based payment program in 2012. The efficiency of this program was measured by a generalized linear mixed model. This measurement included the effects of year, quality-based payment programs, farm, industrial plant and month. The same model was used to verify SCC variation, from only 319 farms which sold the milk
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2020-01-23
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.