• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2010.tde-19042010-153459
Documento
Autor
Nome completo
Jackeline Thais da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2010
Orientador
Banca examinadora
Bittar, Carla Maris Machado (Presidente)
Costa, Suely de Fátima
Susin, Ivanete
Título em português
Desempenho e desenvolvimento ruminal de bezerros em sistema de desaleitamento precoce recebendo aditivos alternativos aos antibióticos
Palavras-chave em português
Ácidos
Alimentação animal
Antibióticos
Bezerros
Desmama precoce
Húmus
Suplementos concentrados para animais.
Resumo em português
Foram realizados dois estudos para avaliar aditivos alternativos aos antibióticos na produção de bezerros leiteiros em sistema de desaleitamento precoce. No primeiro experimento, foram avaliados os efeitos de mananoligossacarídeos (Bio-Mos®) quanto ao desempenho e parâmetros sanguíneos indicativos de desenvolvimento ruminal, além da via de fornecimento do aditivo. Foram utilizados 24 bezerros da raça Holandês, todos machos inteiros, em delineamento inteiramente casualizado distribuídos nos seguintes tratamentos: 1) controle; 2) mananoligossacarídeo (4 g/d Bio-Mos®, Alltech Biotech.) fornecido via concentrado inicial; 3) mananoligossacarídeo (4 g/d Bio-Mos®, Alltech Biotech.) fornecido via sucedâneo lácteo. Os animais foram alocados em abrigos individuais, com livre acesso a água, e passaram a receber 4L/d da dieta líquida, dividida em 2 refeições até o desaleitamento na sexta semana, e concentrado incial ad libitum. Diariamente, foi realizada avaliação do escore fecal. Semanalmente, foram realizadas pesagens, medidas de crecimento corporal e colheitas de sangue, para a determinação de glicose, N-uréico e -hidroxibutirato (BHBA) até a oitava semana, quando se encerrou o período experimental. Não foi observada diferença significativa (P>0,05) entre os tratamentos ou interação Tratamento x Idade para os parâmetros de consumo, ganho de peso, crescimento corporal e parâmetros sanguíneos. Entretanto, foi observado efeito de Idade para todos os parâmetros avaliados (P<0,0001). O escore fecal também não foi afetado pelos tratamentos, no entanto, os animais recebendo MOS via sucedâneo lácteo apresentaram médias numericamente menores nas duas primeiras semanas de vida, demonstrando menor ocorrência de diarréia. Não foram observados efeitos significativos (P>0,05) de tratamento ou da interação tratamento x Idade nas concentrações plasmáticas de glicose, N-uréico ou BHBA. No entanto, houve efeito de Idade nos parâmetros plasmáticos, sendo observadas concentrações crescentes de N-uréico e BHBA, indicando adequado desenvolvimento ruminal. No segundo experimento, foi avaliada a inclusão de substâncias húmicas no concentrado inicial e seus efeitos no desempenho e desenvolvimento ruminal. Foram utilizados 20 animais, todos machos inteiros, em delineamento experimental blocos completos aleatorizados, distribuídos nos seguintes tratamentos: 1) controle; 2) substâncias húmicas (SH, NutriHume®), fornecido via concentrado inicial. O manejo nutricional e os parâmetros avaliados foram os mesmos do primeiro experimento. Entretanto, os animais foram desaleitados na oitava semana de idade e foram abatidos para análise do desenvolvimento do trato digestório superior. Não houve efeito significativo (P>0,05) dos tratamentos ou da interação Tratamento x Idade para os parâmetros consumo de concentrado, ganho de peso ou medidas de crescimento corporal, embora tenha ocorrido efeito de Idade (P<0,0001). O escore fecal também não foi afetado pela inclusão de substâncias húmicas (P>0,05), embora os animais tenham apresentado com grande frequência escores que indicam ocorrência de diarréia. Não houve efeito da inclusão de substâncias húmicas (p>0,05) para as medidas morfométricas do trato digestório superior, número, largura ou altura de papilas do epitélio ruminal. Nas condições em que os experimentos foram realizados, os aditivos alternativos não apresentaram efeitos benéficos no desempenho, no desenvolvimento ruminal ou na saúde geral de bezerros leiteiros em aleitamento.
Título em inglês
Performance and rumen development of calves under early weaning program receiving alternative additives to replace antibiotics
Palavras-chave em inglês
Acids
Additives
Animal nutrition
Antibiotics
Calves
Early weaning
Humus.
Resumo em inglês
Two studies were conducted to evaluate alternative additives to replace antibiotics on dairy calves production under early-weaning program. On the first trial, the addition of mannanoligosaccharides (MOS) in the diet of dairy calves on performance and plasma parameters indicative of rumen development, as well as the route of administration, milk replacer or starter feed, were evaluated. Twenty-four male Holstein calves were utilized in a completely randomized design. Calves were distributed in the following treatments: 1) control; 2) mannanoligosaccharides (4 g / d Bio-Mos®, Alltech Biotech.) via starter feed; 3) mannanoligosaccharides ( 4 g / d Bio-Mos®, Alltech Biotech.) delivered via milk replacer. The animals were housed in individual hutches, with free access to water, and received 4L / d liquid diet, split into 2 meals, until weaning at six weeks, and starter feed ad libitum. Fecal scores were evaluated daily. Weekly calves were weighted and growth measurements and blood samples for glucose, urea-N and -hidroxibutyrate (BHBA) were taken until the eighth week of age, when the experimental period ended. There was no significant (P> 0.05) effect of treatment or treatment x age interaction for intake, weight gain or body growth. However, there was an age significant effect for all evaluated parameters (P <0.0001). The fecal score was not affected by treatments; however, animals fed MOS via milk replacer presented averages numerically smaller in the first two weeks of life, showing a lower incidence of diarrhea. No significant effects (P>0.05) of treatment or the interaction treatment x age were also observed for plasma concentration of glucose, urea-N or BHBA. However a significant age effect was observed for plasma parameters, with increasing concentrations for urea-N and BHBA, suggesting adequate rumen development. On the second trial, the inclusion of humic substances in the starter and its effects on performance and rumen development were evaluated. Twenty Holstein male calves were used in a completely randomized block design and distributed in two treatments according to inclusion of humic substances in the concentrate starter: 1) Control; 2) Humic substances (Nutrihume®). Nutritional management and evaluated parameters were the same as described for the first trial. However, calves were weaned at the eighth week of age and slaughtered for rumen development evaluation. There were significant effect (P>0.05) for treatment or the interaction treatment x age for concentrate intake, weight gain or growth measurements. Fecal scores were also not affected (P>0.05) by the inclusion of humic substances, even though calves presented frequently high fecal scores, indicating high incidence of diarrhea. There were no significant effects (P>0.05) of humic substances inclusion on the rumen morphometrics measures and papillae number, height or width. On the conditions of these studies, the alternative additives presented no beneficial effects on performance, rumen development or general health of milk-fed dairy calves.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Jackeline_Silva.pdf (1,002.05 Kbytes)
Data de Publicação
2010-04-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SILVA, Jackeline, BITTAR, Carla Maris Machado, e FERREIRA, Lucas Silveira. Desempenho e desenvolvimento ruminal em resposta ao fornecimento de substâncias húmicas para bezerro. Acta Scientiarum. Animal Sciences, 2011, vol. 33, n. 4, p. 395-401.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.