• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2016.tde-28042016-104255
Documento
Autor
Nome completo
André Felipe Moreira Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Victoria Filho, Ricardo (Presidente)
Toledo, Roberto Estêvão Bragion de
Matallo, Marcus Barifouse
Título em português
Seletividade de herbicidas aplicados de forma isolada e associada em soja RR/STS
Palavras-chave em português
Fitointoxicação
Glyphosate
Herbicidas Inibidores da ALS
Soja Tolerante a Sulfoniluréias (STS)
Resumo em português
Mundialmente, a soja é considerada uma das principais fontes de produção de óleos e proteínas vegetais para alimentação humana e animal. Constitui-se atualmente um dos produtos de maior importância na economia brasileira. É notório o crescimento das áreas ocupadas pelas lavouras de soja no Brasil, que na safra 2014/2015 atingiram 32,09 milhões de hectares, com previsão de expansão para 32,20 milhões de hectares para a safra 2015/2016. Outro aspecto a ser salientado é que as lavouras de soja RR (Roundup Ready) corresponderam a 93,5%, da área total cultivada com soja no Brasil na safra 2014/2015. Cultivares STS (Soja Tolerante à Sulfoniluréias) contém um gene que aumenta a degradação de alguns herbicidas na planta, como por exemplo, o chlorimuron-ethyl, para o qual são posicionados tolerando doses até quatro vezes as doses recomendadas para cultivares não tolerantes, sem apresentar danos significativos. A soja STS foi desenvolvida através da técnica de mutagênese de sementes utilizando o agente alquilante etilmetanosulfonato (EMS), não sendo uma cultura transgênica. Os objetivos do presente trabalho foram: avaliar a seletividade do herbicida chlorimuron-ethyl aplicado em pós-emergência de soja RR/STS; avaliar a seletividade de herbicidas inibidores da ALS aplicados em pós-emergência de soja RR/STS. Para tanto foram conduzidos dois experimentos principais. O primeiro conduzido durante quatro safras (2011/2012 a 2014/2015), os tratamentos foram constituídos por sete doses do herbicida chlorimuron-ethyl (0, 15, 30, 45, 60, 75 e 90 g i. a. ha-1). Foi realizada avaliação das variáveis relacionadas ao desempenho agronômico (altura, número de vagens por planta, produtividade, e massa de mil sementes). O segundo durante a safra 2014/2015 no campo e casa de vegetação, em que a soja RR/STS foi submetida à aplicação de herbicidas inibidores da ALS, associados ou não ao glyphosate. Foi realizada avaliação de fitointoxicação, índice SPAD, bem como variáveis relacionadas ao desempenho agronômico para o experimento no campo (número de vagens por planta e produtividade). Os cultivares de soja CD 250 e CD 2630 RR/STS apresentaram-se tolerantes para aplicação, em pós-emergência (V4), do herbicida chlorimuron-ethyl até a dose de 90 g i. a. ha-1. O cultivar de soja CD 2630 RR/STS apresentou-se tolerante à aplicação, em pós-emergência, dos herbicidas utilizados, isolada ou em associação com glyphosate. Exceção feita ao metsulfuron-methy (2,4 g i. a. ha-1), associado ou não com glyphosate (960 g e. a. ha-1).
Título em inglês
Selectivity of herbicides applied alone and associated on RR/STS soybean
Palavras-chave em inglês
Glyphosate
Herbicides ALS Inhibitors
Phytointoxication
Sulfonylurea Tolerant Soybeans (STS)
Resumo em inglês
Worldwide soybean is considered one of the major sources of production of vegetable oils and proteins for food and feed. It currently is one of the most important products in the Brazilian economy. It is notable growth areas occupied by soybean crops in Brazil, that in the 2014/2015 season reached 32.09 million hectares, with expansion forecast to 32.20 million hectares for the season 2015/2016. Another aspect to be noted is that the RR soybean (Roundup Ready) crops corresponded to 93.5% of the total area cultivated with soybeans in Brazil in the 2014/2015 season. Cultivars STS (Sulfonylurea Tolerant Soybeans) contains a gene that increases the degradation of some herbicides in the plant, for example, chlorimuron-ethyl, to which are positioned tolerated doses up to four times the recommended dosages for nontolerant cultivars, without presenting significant damage. STS soybean was developed by seed mutagenesis technique using the alkylating agent ethyl methane sulfonate (EMS), not being a transgenic crop. The aims of this study were to evaluate the selectivity of the herbicide chlorimuron-ethyl applied post-emergence of RR/STS soybean; evaluate the selectivity of ALS-inhibiting herbicides applied postemergence of RR/STS soybean. Therefore, two main experiments were conducted. The first conducted for four seasons (2011/2012 to 2014/2015), the treatments were seven doses of the herbicide chlorimuron-ethyl (0, 15, 30, 45, 60, 75 and 90 g a. i. ha-1). Performed an assessment of variables related to agronomic performance (height, number of pods per plant, yield and mass of one thousand seeds). The second during the 2014/2014 season in the field and the greenhouse, where RR/STS soybean was subjected to application of ALS inhibitor herbicides, with or without glyphosate. It was conducted evaluation phytointoxication, SPAD index, as well as variables related to agronomic performance (number of pods per plant and productivity). The soybean cultivars CD 250 and CD 2630 RR/STS were tolerant to application, post-emergence (V4) of herbicide chlorimuron-ethyl up to a dose of 90 g a. i. ha-1. Cultivar CD 2630 RR/STS presented tolerance to application in postemergence herbicides used alone or in combination with glyphosate. Except for the metsulfuron-methy (2.4 g a. i. ha-1), associated or not with glyphosate (960 g a. e. ha-1).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-05-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.