• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2011.tde-23112011-093439
Documento
Autor
Nome completo
Orlando Garcia Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Scarpare Filho, João Alexio (Presidente)
Tecchio, Marco Antonio
Terra, Maurilo Monteiro
Título em português
Produção de uva 'Niagara Rosada' submetida a diferentes frequencia de podas de produção e proteção química em clima subtropical (Cwa)
Palavras-chave em português
Controle fitossanitário
Controle químico
Fungos fitopatogênicos
Míldio
Poda
Uva - Produção
Resumo em português
A uva cv Niágara Rosada tem uma grande importância econômica na viticultura do estado de São Paulo, principalmente na região de Campinas, sendo consumida como fruta fresca no mercado interno. Essa cultivar pode produzir de 10 a 15 toneladas por hectare, cachos com massa de 100 a 300 g, com produção concentrada nos meses de dezembro a fevereiro; sendo que atualmente é comum se obter uma segunda safra proveniente da poda de verão, com colheita entre maio a julho. Porém a obtenção de duas safras todo ano pode reduzir a vida útil e apresentar efeito depressivo à videira. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de diferentes freqüências de poda de produção e a proteção química de doenças na produção e qualidade dos frutos. Foram avaliados três tratamentos na condução de uva no sistema de espaldeira: T1: cinco podas em dois anos e meio (duas podas por ano), com tratamento fitossanitário para controle do míldio da videira (Plasmopora viticola), T2: quatro podas em dois anos e meio (1,5 podas por ano), com tratamento fitossanitário para controle do míldio da videira, T3: cinco podas em dois anos e meio (duas podas por ano), sem tratamento fitossanitário para controle do míldio. Em cada ciclo de produção foram avaliados: a) número de cachos por planta, b) massa dos cachos por planta em quilogramas , c) rendimento em quilogramas por hectare; d) SST (° Brix) dos frutos, e) porcentagem de severidade de míldio nas folhas, f) porcentagem de desfolha após a colheita. A partir da terceira safra observaram-se diferenças significativas entre os tratamentos, quanto ao número de cachos por planta, massa dos cachos, rendimento e sólidos solúveis totais, mostrando uma resposta estatisticamente positiva no tratamento T2 (com n - 1 podas realizadas, onde n: número de podas de verão realizadas e com tratamento fitossanitário). O tratamento fitossanitário mostrou resultados significativos quanto a redução na severidade de doença nas folhas e redução da desfolha após a colheita.
Título em inglês
Production of grapes 'Niagara Rosada' (Vitis labrusca L.) under different frequencies of pruning and chemical protection of production diseases in subtropical climate (Cwa).
Palavras-chave em inglês
Disease control
Grapes cv Niagara Rosada
Summer pruning
Winter pruning
Resumo em inglês
The cultivation of grapes 'hp Niagara Rosada' has a great economic importance in viticulture in the state of Sao Paulo, mainly in the region of Campinas, being consumed as fresh fruit in the domestic market. This cultivar can produce 10-15 tons per hectare, clusters with mass 100-300 g, with manufacturing concentrated in the months from December to February, and currently it is common to get a second harvest from the summer pruning, to yield between May-July. But to obtain two harvests every year can reduce the life and present depressive effect on the vine. The objective of this study was to evaluate the influence of different pruning frequencies of production and chemical protection of disease in production and fruit quality. Three treatments were evaluated in the conduct of the grape trellis system: T1: pruning five in two and a half years (two cuttings per year), with treatment plant for control of grape downy mildew (Plasmopora viticola), T2: four pruning in two years and a half (1.5 cuttings per year), with treatment to control downy mildew of the vine, T3: pruning five in two and a half years (two cuttings per year), without a treatment to control downy mildew. In each production cycle were evaluated: a) number of clusters per plant, b) mass of clusters per plant in kilograms per plant, c) yield in kilograms per hectare; d) SST (° Brix) of fruits and) percentage of severity of mildew on the leaves, f) percentage of defoliation after harvest. From the third harvest there were significant differences between treatments regarding the number of bunches per plant, cluster weight, yield and total soluble solids, demonstrating a statistically positive response in treatment T2 (with n - 1 pruning, where n : number of summer pruning performed and treatment plant). The treatment plant showed significant results regarding the reduction in disease severity on leaves and reduction in defoliation after harvest.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.