• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2009.tde-11022009-103919
Documento
Autor
Nombre completo
Victor Domiciano de Silos Labonia
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2008
Director
Tribunal
Victoria Filho, Ricardo (Presidente)
Carvalho, Jose Claudionir
Christoffoleti, Pedro Jacob
Título en portugués
Alguns aspectos de germinação e emergência de cinco espécies de plantas daninhas convolvuláceas e suas suscetibilidades a herbicidas quando aplicados sobre palha de cana-de-açúcar
Palabras clave en portugués
Cana-de-açúcar
Corda-de-viola (Planta daninha)
Germinação
Herbicidas
Palhas.
Resumen en portugués
A área de produção da cana-de-açúcar destinada à colheita mecanizada da cana-crua tem crescido bastante nas últimas décadas. Tal processo deixa sobre o solo uma quantidade significativa de palha, alterando fatores como temperatura, menores oscilações térmicas e incidência de luz sob essa cobertura vegetal. Algumas espécies vêm se destacando no sistema de cultivo de cana-crua por conseguirem emergir com facilidade sob a palha. Assim sendo, este trabalho foi conduzido com o objetivo de analisar o efeito da luz e da temperatura sobre a germinação, estudar o efeito da profundidade da semente no solo sob palha de cana-de-açúcar e avaliar a susceptibilidade a herbicidas aplicados sobre a palha de cana-de-açúcar em época seca de cinco espécies de plantas daninhas da família Convolvulaceae: Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia, Ipomoea quamoclit, Ipomoea nil e Merremia cissoides. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Análise de Sementes e em casade- vegetação do Departamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP, Piracicaba SP, nos anos de 2007 e 2008. Com relação ao efeito da temperatura sobre germinação, os resultados obtidos demonstraram que essas espécies respondem diferentemente aos efeitos da temperatura e apresentam capacidade de germinação em um amplo espectro de temperaturas. Ficou evidente que temperaturas abaixo de 17,20C reduzem significativamente a germinação das sementes de todas as espécies chegando até a inibir por completo o processo germinativo de I. quamoclit. As espécies apresentaram boa capacidade de germinação a partir de temperaturas em torno de 20oC até os 35oC. A escarificação química com ácido sulfúrico foi capaz de aumentar significativamente a porcentagem de sementes germinadas. Todas as espécies germinaram mais rapidamente (IVG) à temperaturas entre 25,9 e 30,2oC. Para a influência da luz e temperatura, todas as espécies germinaram tanto na presença quanto na ausência de luz, porém, mostraram respostas diferenciadas à presença de luz e às condições de temperatura. Todas as espécies tiveram os piores resultados de germinação e IVG no escuro sob temperatura constante de 25oC. Já para a influência da profundidade sobre emergência de plântulas, constatou-se significância do fator cobertura do solo apenas para algumas espécies de plantas daninhas. Resultado semelhante foi observado para a significância da interação de profundidade da semente e cobertura do solo. Todas as espécies mostraram maiores emergências quando dispostas em superfície do que em relação àquelas enterradas, tanto na presença quanto na ausência de palha. Notou-se que os herbicidas amicarbazone e hexazinone+diuron podem ser recomendados para controle em pré-emergência das espécies estudadas em condição de seca, tanto sobre palha de cana-de-açúcar quanto diretamente ao solo. Já o herbicida imazapic não foi eficiente para o controle de M. cissoides (com ou sem palha sobre o solo), e I. nil (com ou sem palha), controlando bem as demais espécies. Tebuthiuron (com ou sem palha sobre o solo) e sulfentrazone (com palha) não foram eficazes apenas para M. cissoides, que se mostrou a espécie de maior dificuldade de controle. O herbicida metribuzim se mostrou a pior opção para o manejo químico das espécies estudadas.
Título en inglés
Some aspects of germination and emergence of five weed species of the Convolvulaceae family and its susceptibility to herbicides when applied over sugarcane straw
Palabras clave en inglés
Biology
Convolvulaceae
Emergence
Germination
Sugarcane straw
Susceptibility.
Resumen en inglés
The growth of sugarcane area designated to mechanized yield has been significant along decades. This process leaves over the soil an significant amount of straw, changing conditions as temperature, lower thermal oscillations and the incision of light under this vegetal cover. Some weed species have been selected by this system because they have the capacity of germinating and emerge normally from under crop residues. Therefore, this work was conducted with the objective of analyzing the influence of light and temperature over germination, the influence of seeding depth and soil covering condition on seedling emergence and the susceptibility to herbicides applied over sugarcane straw in dry condition of five weed species of the Convolvulaceae family: Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia, Ipomoea quamoclit, Ipomoea nil e Merremia cissoides. The experiments were conducted in 2007 and 2008 at the Laboratory of Seed Analyses and at the greenhouse of the Department of Vegetal Production of ESALQ/USP, in Piracicaba-SP. For the experiment that evaluated the influence of temperature over seed germination, results showed that morningglory species have different reactions to different temperatures and also have the capacity of germinate on a wide range of temperatures. Temperatures less than 17,20C can reduce significantly germination of all species, even inhibiting germination at all for I. quamoclit. Species showed good capacity of germinating on temperatures from 20oC to 35oC. Acid scarification of seeds was capable of elevate significantly the percentage of seed germinated. All species germinated faster (IVG) on temperatures between 25,9 and 30,2oC. On the experiment of light and temperature influence over germination, results showed that all species germinated as well on presence or absence of light. All species had their worst performance of germination and IVG on darkness and constant temperature conditions. Regarding to soil-seeding depth, for all the species, higher emergence was observed when seeds were distributed on soil surface, either in the presence or in the absence of straw. Considering the emergence of I. hederifolia and I. nil neither soil covering nor interaction (depth x covering) effect was observed. For I. quamoclit, there were observed isolated effects of soil covering and seeding depth, which indicated better species adaptability to emerge in soil without the presence of straw on surface. Also for the species I.triloba and M. cissoides, the emergence was lower in the plots with straw on soil surface when compared with those without straw and, still, straw distributed on soil surface reduced significantly the speed of emergence and seedling establishment. Amicarbazone and hexazinone+diuron can be recommended for pre-emergence control all species on dry conditions, even when applied over sugarcane straw. Imazapic had no efficient control for M. cissoids and I. nil, both, even when apllied over the straw or directly on soil surface, but showed good efficacy for the other species. Tebuthiuron (apllied over the straw or directly on soil surface) and sulfentrazone (when apllied over the straw) were not efficient only for M. cissoides, which was the most difficult specie to control. Metribuzim was the worst option for control of all species.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Victor_Labonia.pdf (470.01 Kbytes)
Fecha de Publicación
2010-04-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.