• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2020.tde-06102020-101133
Documento
Autor
Nome completo
Matheus Santos Graffitti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2020
Orientador
Banca examinadora
Dourado Neto, Durval (Presidente)
Schwerz, Felipe
Pilau, Felipe Gustavo
Reichardt, Klaus
Título em português
Desempenho da cultura de milho em função de arranjos espaciais
Palavras-chave em português
Arranjo espacial de plantas
Eficiência de uso da radiação
Índice de área foliar
População
Resumo em português
Com as transformações morfológicas na planta de milho ocorridas ao longo do tempo pelo melhoramento genético, é possível que o arranjo espacial de plantas possa ser ajustado de forma diferente ao que vinha sendo utilizado nas cultivares mais antigas. Assim, foi avaliado o desempenho de dois híbridos de milho com folhas semieretas (DKB 390) e eretas (DKB 230) em função de diferentes densidades de plantas (40, 70, 100 mil plantas ha-1) e espaçamentos entre linhas (0,25; 0,50 e 1,00 m) sob irrigação na segunda safra. Foram analisados os seguintes parâmetros: (i) diâmetro de colmo, altura de planta e altura de inserção de espiga, (ii) radiação fotossinteticamente ativa absorvida, índice de área foliar e valor Spad, e (iii) produtividade e os componentes de produção da cultura de milho. O aumento da densidade de plantas aumentou a altura de planta e a altura de inserção de espiga, e reduziu o diâmetro do colmo. O aumento da densidade de plantas também aumentou a radiação fotossinteticamente ativa absorvida, o índice de área foliar, e reduziu o índice Spad. O IAF crítico foi 4,3 e 5,2 para os cultivares DKB 390 e DKB 230 respectivamente. Para ambos os híbridos não houve diferença entre os espaçamentos entre linhas na produtividade. O menor espaçamento proporcionou maior produção de matéria seca apenas para o híbrido DKB 390. O aumento da densidade de plantas aumentou a produtividade de grãos para ambos os híbridos. Esse aumento ocorreu principalmente pelo aumento do número de grãos por área, pela maior produção de matéria seca e também pelo maior número de espigas por área. A densidade de plantas estimada que proporcionou a maior produtividade para o híbrido DKB 390 foi 8,1 plantas m-2 e para o híbrido DKB 230 foi 10 plantas m-2. A maior interceptação de radiação fotossinteticamente ativa no híbrido DKB 390 não resultou em maior produtividade. O híbrido DKB 230 (folhas eretas) apresentou maior potencial produtivo em relação ao DKB 390 (folhas semieretas). O híbrido DKB 230 foi mais produtivo por apresentar maior índice de colheita, maior massa de mil grãos, maior número de grãos por área e massa de grãos por planta.
Título em inglês
Maize crop performance as a function of spatial arrangements
Palavras-chave em inglês
Density
Leaf area index
Plants special arrangement
Population
Radiation use efficiency
Resumo em inglês
With the morphological changes in the corn plant that occurred over time due to genetic improvement, it is possible that the spatial arrangement of plants can be adjusted differently from what had been used in the older cultivars. Thus, the performance performance of two maize hybrids with semi-erect (DKB 390) and erect (DKB 230) leaves was evaluated as a function of different plant densities (4, 7, 10 plants m-2) and spacing between rows (0.25; 0.50 and 1.00 m) under irrigation in the second harvest. The following parameters were analyzed: (i) stem diameter, plant height and ear insertion height, (ii) photosynthetically active radiation absorbed, leaf area index and Spad value, and (iii) yield and yield components of the maize crop. The increase in plant density increased plant height and ear insertion height, and reduced stem diameter. The increase in plant density also increased the photosynthetically active radiation absorbed, the leaf area index, and reduced the Spad index. The critical IAF was 4.3 and 5.2 for cultivars DKB 390 and DKB 230 respectively. For both hybrids, there was no difference between spacing between lines in yield. The smaller spacing provided greater dry matter production only for the hybrid DKB 390. The increase in plant density increased grain yield for both hybrids. This increase was mainly due to the increase in the number of grains per area, the greater production of dry matter and the greater number of ears per area. The estimated plant density that provided the highest yield for the hybrid DKB 390 was 8.1 plants m-2 and for the hybrid DKB 230 it was 10 plants m-2. The greater interception of photosynthetically active radiation in the DKB 390 hybrid did not result in greater productivity. The hybrid DKB 230 (upright leaves) showed greater yield potential in relation to DKB 390 (semi-upright leaves). The DKB 230 hybrid had higher yield because it had a higher harvest index, a higher mass of a thousand grains, a greater number of grains per area and a mass of grains per plant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.