• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2016.tde-05072016-105617
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Felipe Nicoleti Torrezan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Novembre, Ana Dionisia da Luz Coelho (Presidente)
Braz, Antonio Joaquim Braga Pereira
Segatelli, Cláudio Roberto
Título em português
É possível determinar a maturidade fisiológica das sementes de milho (Zea mays) utilizando o sal de tetrazólio?
Palavras-chave em português
Zea mays
Formação e viabilidade da semente
Produção da semente
Resumo em português
Nessa pesquisa foi avaliada a utilização do sal de tetrazólio para determinar a maturidade fisiológica das sementes de milho. As sementes utilizadas foram dos híbridos Pioneer 4285 e Dow 2B587, semeadas em 03/10/2014 e 05/12/2014 respectivamente, e colhidas a partir dos 40 dias após o florescimento (DAF), com intervalos de 4 dias até os 68 DAF. As sementes colhidas foram avaliadas quanto à viabilidade e ao vigor (testes de germinação, de emergência da plântula, de condutividade elétrica, de envelhecimento acelerado e determinações do comprimento da plântula). Os parâmetros utilizados para determinar o ponto de maturidade fisiológica das sementes foram a camada preta, a linha de leite, a massa de matéria seca, o teor de água e a avaliação dos tecidos da semente utilizando o sal de tetrazólio, utilizando o método descrito para avaliar a viabilidade, complementado pela avaliação da atividade das células da chalaza e da zona de transferência do endosperma para o embrião. Para as sementes de milho dos dois híbridos a germinação foi superior a 95% e não houve diferença entre as épocas de colheita, somente nas últimas colheitas das sementes do híbrido Dow 2B587 houve redução da germinação e do vigor. O ponto de maturidade fisiológica (PM) foi identificado aos 56 DAF para as sementes de milho do híbrido P4285 e aos 48 DAF para as do híbrido Dow 2B587 e correspondeu ao estádio 4 da linha de leite e ao máximo de acúmulo da matéria seca. O máximo de vigor foi detectado por meio do resultado do teste de envelhecimento acelerado oito dias antes do (PM) para os dois híbridos. A atividade das células do endosperma está relacionada com os demais indicadores do PM (linha de leite, camada preta, massa de matéria seca e teor de água). O transporte de fotoassimilados da planta mãe para a semente cessa no ponto de maturidade fisiológica da semente, desativando o transporte no qual atuam as células da chalaza e da região basal do endosperma. A utilização do sal de tetrazólio possibilita identificar a morte das células da região basal do endosperma, uma vez que a partir desse momento não há mais a reação dessas células com o sal de tetrazólio, indicando que não têm atividade celular. Dessa forma, é possível caracterizar o ponto de maturidade fisiológica da semente de milho, por meio da atividade do sal de tetrazólio; essa caracterização é confirmada pela expressão das enzimas CAT e MDH.
Título em inglês
Is it possible to determine the physiological maturity of the corn seeds (Zea mays) using the tetrazolium salt?
Palavras-chave em inglês
Zea mays
Formation and seed viability
Seed production
Resumo em inglês
In this study were evaluated the use of the tetrazolium salt to determine corn seed physiological maturity. The seeds used were the hybrids 4285 Pioneer and Dow 2B587, planted on 10.03.2014 and 05.12.2014 respectively, and harvested after 40 days after flowering (DAF), with 4-day intervals until 68 DAF. The harvested seeds were evaluated for viability and vigor (germination test, seedling emergence, electrical conductivity test, accelerated aging test and seedling length). The parameters used to determine the seeds physiological maturity were the black layer, the milk line, the seed dry matter, seed water content and the evaluation of seed tissues using the tetrazolium salt, method to assess seed viability associated to the evaluation of chalaza cells the endosperm cells. The seeds corn germination, both hybrids, was greater than 95% and there is no difference between harvest times. Corn seed physiological maturity (PM) was identified at 56 DAF for both hybrids, P4285 and 48 DAF for hybrid Dow 2B587 and corresponded to stage 4 of the milk line and the accumulation of maximum dry matter. The maximum vigor was detected by accelerated aging test eight days before PM, for the two seed hybrids. The activity of endosperm cells is related to the other PM indicators (milk line, black layer, dry matter and water content). The transport of the nutrients from plant to the seed ceases at the seed physiological maturity, disabling the transport through chalaza cells and basal area. The use of the tetrazolium salt allows identifying the cell death of basal region, since from that time no further reaction of these cells as the tetrazolium salt indicating that these do not already have cell activity. This parameter corresponds to the others evaluated, thus demonstrating that the tetrazolium salt is effective for corn seed physiological maturity characterization.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-07-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.