• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2011.tde-25032011-171746
Documento
Autor
Nome completo
Paula Rubia Simões Beiral
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Márcia Azanha Ferraz Dias de (Presidente)
Bacchi, Mirian Rumenos Piedade
Pitelli, Mariusa Momenti
Título em português
O mercado brasileiro de etanol: concentração e poder de mercado sob a ótica da nova organização industrial empírica
Palavras-chave em português
Etanol
Oligopólio
Organização industrial
Poder econômico I.
Resumo em português
Dado o crescente aumento na demanda de etanol combustível, bem como as estratégias de fusões e aquisições entre produtores e distribuidores observadas no Brasil recentemente, muito se tem discutido a respeito do poder de mercado que pode estar sendo, ou pode vir a ser exercido por esses agentes envolvidos na cadeia do produto. Discussões sobre um possível responsável por elevações do preço do produto têm levantado o interesse sobre a existência de poder de mercado por parte dos produtores de etanol, e/ou por parte das distribuidoras de combustíveis. O presente trabalho utiliza o ferramental da Nova Organização Industrial Empírica (NEIO), que estima um parâmetro de conduta de mercado através da resposta dos preços a variações na elasticidadepreço da demanda, para analisar a questão da existência e do grau de poder de mercado no elo da distribuição e da produção de etanol no estado de São Paulo. Apóia-se no trabalho de Genesove e Mullin (1998) para a aplicação empírica da NEIO, e também para verificar se a metodologia é adequada ao mercado brasileiro de etanol. Conclui-se que a metodologia NEIO mostra-se adequada aos dois elos da cadeia de etanol analisados. Além disso, produtores e distribuidores de etanol combustível não exercem efetivamente poder de mercado, no período compreendido pela análise. Os valores dos parâmetros de conduta de mercado estimados mostram que a conduta, nos referidos elos da cadeia do etanol, esteve mais próxima à concorrência perfeita que ao monopólio. Assim, não se observou o efetivo exercício de poder de mercado nos dois elos da cadeia de etanol estudados.
Título em inglês
The Brazilian ethanol market: concentration and market power from the perspective of New Empirical Industrial Organization
Palavras-chave em inglês
Ethanol
Industrial Organization
Market power.
NEIO
Resumo em inglês
Given the increasing demand for ethanol fuel, as well as strategies for mergers and acquisitions among producers and distributors in Brazil recently observed, much has been discussed about the market power which is being, or may be exercised by those agents involved in the ethanol sector in the country. Discussions about a possible price increase have raised concern about the existence of market power from producers of ethanol, and/or from the distributors. This work uses the tools of the New Empirical Industrial Organization (NEIO), which estimates a parameter of market conduct through the response of prices to changes in price elasticity of demand, to examine the question of the existence and degree of market power on the link of the distribution and production of ethanol in the state of Sao Paulo. The Genesove and Mullin (1998) work is used for the NEIOs empirical application, and also to check whether the methodology is appropriate to the Brazilian ethanol market. Then, it has been concluded that NEIOs methodology proved to be suitable for the two links in the chain of ethanol analyzed. Also producers and distributors of ethanol fuel had not effectively exercised market power, in the period of analysis. The estimated values of market conducts parameter show that the conduct, in those links in the ethanols chain, was closer to that perfect competition to monopoly. Thus, it has not been observed the effective exercise of market power in the two links of the chain of ethanol studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-03-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.