• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Matheus Demambre Bacchi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Alexandre Nunes de (Presidente)
Gomes, Alexandre Lopes
Spolador, Humberto Francisco Silva
Telles, Tiago Santos
Título em português
Análise espacial da produção de leite no Brasil
Palavras-chave em português
Distribuição espacial
Especialização
Heterogeneidade
Resumo em português
A cadeia produtiva do leite possui grande importância para a economia brasileira, gera empregos, renda e, em muitos locais, ainda mantém sua função social, em razão da produção familiar. No entanto, a produção se dá de forma heterogênea no território do país, tanto na diferença entre o volume produzido pelas diversas regiões, como no modo de produção utilizado. Nesse contexto, este estudo tem por objetivo verificar a distribuição espacial e caracterizar a produção de leite bovino nas microrregiões e nos municípios brasileiros. Para isso, inicialmente foi realizada uma análise descritiva do panorama da produção leiteira no país, e no cenário internacional, além da identificação das microrregiões brasileiras especializadas na produção, por meio do Quociente Locacional (QL). Posteriormente, foi utilizado um método proveniente da Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE), o I de Moran, para medir a autocorrelação espacial das respectivas microrregiões. Por fim, foi utilizada uma Análise de Componentes Principais (ACP), para verificar as relações entre um conjunto de variáveis relevantes para a produção de leite. Entre os resultados encontrados, a partir do QL, foi identificado queda no número de microrregiões especializadas na produção de leite entre 2000 e 2016, sendo que a maioria estava concentrada nos estados de Minas Gerais, Goiás e na região Sul. Nos anos recentes, houve uma tendência de concentração da produção em bacias produtoras, com aumento da participação da região Sul, e também da produtividade em todas as regiões. Por meio do I de Moran Global, verificou-se a presença de coeficientes angulares positivos, indicando autocorrelação espacial positiva em todos os casos. Pelo I de Moran Local, constatou-se a formação dos clusters Alto-Alto nas regiões mais produtivas do país, sendo elas Sul e Sudeste e a formação de clusters Baixo-Baixo nas regiões com as menores produtividades, sobretudo Norte e Nordeste. Por fim, por meio da ACP foram formados dois componentes que juntos explicaram 50,2% da variabilidade dos dados. O primeiro componente agregou variáveis mais relacionadas com a produção de leite em volume, enquanto que o segundo componente se relacionou mais com variáveis inerentes a produtividade. Desse modo, foi possível verificar o crescimento recente da produção e da produtividade de leite no país, bem como sua heterogeneidade. No entanto, há desafios a serem enfrentados, para que seja atingido um melhor nível de produtividade.
Título em inglês
Spatial analysis of milk production in Brazil
Palavras-chave em inglês
Heterogeneity
Spatial distribution
Specialization
Resumo em inglês
The cycle of milk production holds noted relevance for the Brazilian economy, generates jobs, income and, in many places, still ensure it social role, due to family production. However, the production into the country is heterogeneous, both in the difference between the produced volume by the many regions and in the mode of production used. In this context, the aim of this study was to verify and characterizes the production of bovine milk between microregions and municipalities of Brazil and their spatial distribution. In this concerning, firstly it was realized a descriptive analysis of the milk production in the country, in view of national and international scenario, additionaly to the identification of the Brazilian microregions specialized in the production, through the Location Quotient (LQ) analysis. Subsequently, it was used a method from the Exploratory spatial data analysis (ESDA), Moran's I, to measure the spatial autocorrelation of the respective microregions. Finally, it was used Principal Component Analysis (PCA). It was identified a decrease in the number of microregions specialized in milk production between 2000 and 2016, among the results found from the LQ analysis, with the majority concentrated in states of Minas Gerais, Goiás and the Southern Brazil. Recently, there has been a tendency to concentrate production in producing basins, with an increase in the participation of the Southern Brazil and also, in productivity in all the Brazilian regions. Also, it was verified the presence of positive angular coefficients using the Moran's I Global, indicating positive spatial autocorrelation in all cases. The formation of the High-High clusters in the most productive regions of the country (Southern and Southeast) was verified by Moran's I Local analysis, as well as the formation of clusters Low-Low in the regions with the lowest productivities, mainly North and Northeast. Finally, using the PCA, it was formed two components which together explained 50.2% of the variability of the data. The first component added variables related to milk production in volume, while the second component was more related to variables inherent to productivity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.