• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.106.2020.tde-30122020-223920
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Maria Treumann Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Coelho, Suani Teixeira (Presidente)
Barros, Virginia Parente de
Galindo, Maria Fernanda Gomez
Matai, Patricia Helena Lara dos Santos
Pereira, Osvaldo Livio Soliano
Rovere, Emilio Lèbre La
Título em português
Análise do aproveitamento energético de biomassa residual em municípios com baixo índice de desenvolvimento: estudo de caso Bahia e São Paulo
Palavras-chave em português
Biomassa residual
Desenvolvimento sustentável.
Energia renovável
Resumo em português
A história do homem, contada sob o ponto de vista da apropriação da energia, demonstra que o progresso das civilizações colaborou para a instalação da desigualdade. Em 2016, eram 1,1 bilhão de pessoas no mundo sem acesso à energia, embora esta seja ingrediente essencial para unir desenvolvimento humano, sustentabilidade ambiental e crescimento econômico. O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), proposto pela ONU para avaliar a qualidade de vida proporcionada pelas riquezas aos cidadãos, é mensurado através de indicadores em três dimensões: saúde, renda e educação. Através dele percebe-se a desigualdade entre os países e, dentro deles, avaliada pelo IDH municipal. A dependência de fontes fósseis de energia intensifica o desafio de conter o agravamento das mudanças climáticas, associada à apropriação de recursos naturais e geração de resíduos. O Brasil, mesmo com alto IDH, tem cidades em situação precária, consideradas com baixo IDH. Nesse contexto, o seguinte trabalho analisa potencial, limitações e benefícios do aproveitamento energético da biomassa residual em dois municípios com baixo IDH (Ribeirão Branco - SP e Itapicuru - BA). Esta pesquisa teve como inspiração o projeto BREA Biomass Residues as Energy Source to Improve Energy Acess and Local Economic Activity in Low HDI Regions of Brazil and Colombia e consistiu no levantamento de dados socioeconômicos, visitas nos municípios do estudo e estimativa do potencial de geração de energia de acordo com a melhor alternativa de tecnologia em pequena escala. Os dois municípios têm abaixo de 40 mil habitantes, com maioria da população residente na área rural, vocação para o agronegócio e IDHM 0,486 (Itapicuru) e 0,639 (Ribeirão Branco). Apesar das dificuldades nas três dimensões avaliadas pelos índices, o levantamento quantificado da disponibilidade de resíduos urbanos, industriais e agropastoris, indicou a possibilidade do aproveitamento energético através da digestão anaeróbica para esgotos, dejetos de animais e de águas residuais da atividade produtiva, com potencial de 231 kW e 115 kW para Itapicuru e Ribeirão Branco, respectivamente. Resíduos agrícolas, da silvicultura e do beneficiamento industrial de produtos do campo, bem como o RSU de ambos os municípios, podem ter seu aproveitamento através da gaseificação, auxiliando a adequação dos municípios à PNRS, com potenciais calculados de 6MW Itapicuru e 5MW Ribeirão Branco. A geração da energia a partir da biomassa residual produzida em ambos os municípios, através da gaseificação para resíduos sólidos, em paralelo à digestão anaeróbica para dejetos de animais, esgoto e resíduos agroindustriais, de forma combinada, podem representar significativo acréscimo na energia disponível para os municípios, tendo como grande benefício a questão ambiental pela sinergia com o saneamento básico. Como o acesso à energia é indispensável para possibilitar educação, saúde e renda aos cidadãos, o aproveitamento energético da biomassa residual pode fomentar o desenvolvimento sustentável, favorecendo a segurança energética, questões ambientais e socioeconômicas. Barreiras financeiras, políticas e desinformação dificultam esse processo. Para combatê-las, medidas de incentivo, informação e divulgação são necessárias, bem como a necessidade da modernização do marco regulatório e abordagem integrada na proposta de políticas públicas voltadas às questões energéticas, ambientais e ao saneamento básico.
Título em inglês
Analysis of residual biomass energy use in low development municipalities: case study Bahia and São Paulo.
Palavras-chave em inglês
Renewable Energy
Residual biomass
Sustainable development
Resumo em inglês
The history of humanity, told from the point of view of the appropriation of energy, demonstrates that the progress of civilizations contributed to the installation of inequality. In 2016, there were 1.1 billion people in the world without energy access, although this is an essential ingredient for uniting human development, environmental sustainability and economic growth. The HDI (Human Development Index), proposed by the United Nations Organization to assess the quality of life provided by wealth to citizens, is measured through indicators in three dimensions: health, income and education. Through it one can notice the inequality between the countries and, within them, evaluated by the municipal HDI (MHDI). The dependence on fossil energy sources intensifies the challenge of containing the aggravation of climate change, associated with the appropriation of natural resources and waste generation. Brazil, even with high HDI, has cities in precarious situation, considered with low HDI. In this context, the following work analyzes the potential, limitations and benefits of energy use of residual biomass in two municipalities with low HDI (Ribeirão Branco - SP and Itapicuru - BA). This research was inspired by the project BREA - Biomass Residues as Energy Source to Improve Energy Access and Local Economic Activity in Low HDI Regions of Brazil and Colombia and consisted of surveying socioeconomic data, visits in the study municipalities and estimation of the potential for generating energy according to the best small-scale technology alternative. Both municipalities have below 40 thousand inhabitants, with the majority of the population residing in the rural area, agribusiness vocation and MHDI 0.486 (Itapicuru) and 0.639 (Ribeirão Branco). Despite the difficulties in the three dimensions assessed by the indices, the quantified survey of the availability of urban, industrial and agropastoral waste indicated the possibility of energy utilization through anaerobic digestion for sewage, animal waste and wastewater from the productive activity, with potential for 231 kW and 115 kW for Itapicuru and Ribeirão Branco, respectively. Agricultural residues, forestry and industrial processing of rural products, as well as municipal solid waste from both municipalities, can be used through gasification, helping the municipalities to adapt to national solid waste policy, with potentials estimated at 6MW - Itapicuru and 5MW - Ribeirão Branco. The generation of energy from waste biomass produced in both municipalities, through gasification for solid waste, in parallel with anaerobic digestion for animal waste, sewage and agro-industrial waste, combined, may represent a significant increase in energy available to municipalities, having as great benefit the environmental issue for the synergy with the basic sanitation. As access to energy is indispensable for citizens education, health and income, the use of residual biomass energy can foster sustainable development, favoring energy security, environmental and socioeconomic issues. Financial, political, and misinformation barriers make this process difficult. To combat them, incentive measures, information and dissemination are necessary, as well as the need for modernization of the regulatory framework and integrated approach in the proposal of public policies focused on energy, environmental issues and basic sanitation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.