• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.106.2019.tde-02062020-112445
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Luis Felipe Brito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Santos, Edmilson Moutinho dos (Presidente)
Almeida, Edmar Luiz Fagundes de
Barros, Virginia Parente de
Islam, Towhidul
Mouette, Dominique
Stettler, Marc
Título em inglês
Understanding the Diffusion of Alternative Fuels Technologies for Transport
Palavras-chave em inglês
blue corridors
diffusion of innovations
ethanol and flex vehicles
market-share
Resumo em inglês
This thesis brings together three individual studies that were produced by the author throughout his doctoral period. Each one provides quantitative parameters that seek to understand how the diffusion of technologies that use alternative fuels for vehicles occurs. In the first two, we studied a well-documented and widely discussed case in the literature: the National Alcohol Program, which started in Brazil in the 1970s. The first article uses an innovative variation of the Bass model to identify how financial incentives for the acquisition of ethanol and flex vehicles impacted on the diffusion of these technologies. The results allowed us to observe for the first time how the loss of consumer confidence contributed to the failure of ethanol technology in the early 1990s. At the same time, our results reinforced the importance of government incentives and self-sufficiency in the medium or long term. In the second article, we seek to understand how much the market share of vehicles is sensitive (elastic) to fuel price variations. The results point to cross-influence, mainly when gasoline and ethanol compete against each other. When flex-fuel cars enter the market, both its versatility and increased engine efficiency make it the dominant technology in a remarkably short period. These results provide relevant reflections for the suggestion of public and market policies for the diffusion of new technologies such as electric, hybrids and natural gas. The latter is the subject of study of the third article. We adopt the concept of the Blue Corridors - routes that enable the use of trucks with liquefied natural gas (LNG) through the installation of the necessary supply infrastructure. In the article, we elaborated different LNG distribution scenarios for the state of São Paulo and calculated the costs and the potential to reduce emissions. The results point to the centralised liquefaction model in the early stages of the project, which could eventually evolve to hybrid or local, as the technology diffuses. Our general conclusions demonstrate that our studies provided complementary and relevant interpretations of the adoption of alternative vehicle technologies.
Título em português
Entendendo a Difusão de Tecnologias de Combustíveis Alternativos para Transporte
Palavras-chave em português
corredores azuis
difusão de tecnologias
participação de mercado
veículos etanol e flex
Resumo em português
Esta tese reúne três estudos individuais que foram produzidos pelo autor ao longo de período doutoral. Cada um prove parâmetros quantitativos que buscam entender como ocorre a difusão de tecnologias que utilizam combustíveis alternativos para veículos. Nos dois primeiros, estudamos um caso bem documentado e amplamente discutido na literatura: o Programa Nacional do Álcool, iniciado no Brasil na década de 1970. O primeiro artigo utiliza uma variação inovadora do modelo de Bass para identificar como os incentivos financeiros para a aquisição de veículos etanol e flex impactou na difusão destas tecnologias. Os resultados permitiram, pela primeira vez, que observássemos como a perda de confiança dos consumidores contribuíram para a falha da tecnologia etanol no início dos anos 1990. Ao mesmo tempo nossos resultados reforçaram a importância dos incentivos governamentais e da obtenção de autossuficiência em médio ou longo prazo. No segundo artigo, buscamos entender o quanto a participação de mercado de veículos é sensível (elástica) às variações de preço dos combustíveis. Os resultados apontam para a influência cruzada, especialmente quando gasolina e etanol competem entre si. Quando os carros flex adentram o mercado, tanto sua versatilidade quanto o incremento da eficiência dos motores, o tornam a tecnologia dominante em um período consideravelmente curto. Estes resultados fornecem relevantes reflexões para a sugestão de políticas públicas e de mercado para a difusão de novas tecnologias como elétricos, híbridos e gás natural. Este último é o alvo de estudo do terceiro artigo. Nós adotamos o conceito dos Corredores Azuis rotas que viabilizam a utilização de caminhões a gás natural liquefeito (GNL) através da instalação de infraestrutura de abastecimento necessária. No artigo, elaboramos diferentes cenários de distribuição do GNL para o estado de São Paulo, calculamos os custos e o potencial para redução de emissões. Os resultados apontam para o modelo de liquefação centralizada nos estágios iniciais do projeto, que eventualmente poderia evoluir para híbrida ou local, à medida que a tecnologia se difunde. Nossas conclusões gerais demonstram que nossos estudos proporcionaram interpretações complementares e relevante para a adoção de tecnologias veiculares alternativas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Thiago_Brito_2019.pdf (2.71 Mbytes)
Data de Publicação
2020-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.