• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.103.2020.tde-28112019-115542
Documento
Autor
Nome completo
Pércila Márcia da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bruno, Maria Cristina Oliveira (Presidente)
Carneiro, Carla Gibertoni
Cunha, Marcelo Nascimento Bernardo da
Título em português
Processos museológicos em contextos de culturas tradicionais e populares: limites e potencialidades da autogestão patrimonial - três casos para estudo.
Palavras-chave em português
Cultura Tradicional e Popular
Gestão Patrimonial.
Museologia Social
Resumo em português
Este trabalho investiga estratégias de preservação de referências culturais em contextos de culturas tradicionais e populares, observando seus limites e potencialidades sob o ponto de vista da autogestão patrimonial; busca problematizar os princípios conceituais ligados aos movimentos renovadores da Museologia e sua aplicação em diferentes contextos de motivação e gestão, considerando os enunciados e os fazeres museológicos, assim como as políticas públicas de salvaguarda, no que se refere ao reconhecimento do protagonismo dos detentores dos bens culturais na administração de suas memórias. Para isso, propomos lançar um olhar museológico sobre três experiências concretas de gestão patrimonial, realizadas em modelos híbridos e em diferentes esferas institucionais, a fim de aproximá-las das discussões teórico-conceituais e identificar as reciprocidades metodológicas nos procedimentos preservacionistas. Embora revelados em fenômenos estranhos ao campo museológico, ou seja, que não se conformam em modelos consagrados e institucionalizados, esses processos culturais articulam informação, memória e cultura e colocam em relevância social os repertórios culturais identificados na relação comunidade, território e patrimônio. O reconhecimento desses processos - ao mesmo tempo fato museal e fenômeno museológico - contribui para se pensar ações de preservação, considerando o protagonismo dos detentores dos bens culturais em toda a cadeia operatória dos procedimentos de salvaguarda e de comunicação patrimoniais.
Título em inglês
Museological processes in contexts of traditional and popular cultures: limits and potentialities of patrimonial self-management - three cases for study
Palavras-chave em inglês
Heritage Administration.
Heritage Management
Social Museology
Traditional and Folk Culture
Resumo em inglês
This essay investigates strategies to safeguard cultural references in traditional and folk culture backgrounds, observing their limits and potentialities from the heritage self-management perspective; aims to discuss the conceptual principles linked to refreshing movements in Museology and their applicability in different contexts of motivation and administration, taking museological sets and doings into account, as well as safeguard public policies, regard to the acknowledgement of cultural asset holders' protagonism in their memory management. To achieve this, we propose to take a museological glance at three concrete experiences of heritage management, performed in hybrid models and in different institutional spheres, in order to bring them closer to theoretical-conceptual discussions and identify methodological reciprocities in preservationist procedures. Although revealed in unusual phenomena to museologic domain, in other words, not in conformity with established and institutionalized models, these cultural processes articulate information, memory and culture and socially highlight identified cultural repertoire in community, territory and heritage. The recognition of these processes - at the same time museal fact and museologic phenomenon - contributes to think of safeguarding actions, considering cultural asset holders' protagonism in the whole operational chain of safeguard procedures and in heritage communication.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2021-11-27
Data de Publicação
2020-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.