• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.100.2021.tde-30032021-153218
Documento
Autor
Nome completo
Luana Ferreira Vasconcelos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Miranda, Regina Maura de (Presidente)
Andrade, Maria de Fatima
Cavicchioli, Andrea
Miraglia, Simone Georges El Khouri
Título em português
Caracterização do material particulado fino, e identificação de fontes emissoras no campus leste da Universidade de São Paulo, a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)
Palavras-chave em português
Aerossol urbano
Análise elementar
Black carbon
São Paulo
Resumo em português
O Material Particulado Inalável Fino (MP2.5) é o principal poluente relacionado às doenças do sistema respiratório, assim como também está relacionado às mortes por doenças cardiorrespiratórias e outros desfechos. Devido ao seu tamanho diminuto, o MP2.5 pode atingir profundamente o sistema respiratório, além de ter influência no clima, já que pode alterar o balanço radiativo terrestre na atmosfera. Neste trabalho foi realizado o monitoramento ambiental do MP2.5 no campus leste da Universidade de São Paulo (USP), a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Teve como objetivo a caracterização físico-química do aerossol urbano na região, identificação das principais fontes, avaliação da influência dos veículos circulantes na rodovia Ayrton Senna, próxima ao campus e ainda a análise de como os parâmetros meteorológicos podem influenciar a dispersão deste poluente. As amostragens foram realizadas com um amostrador Partisol, equipamento específico para a medida de MP2.5, de abril de 2016 a abril de 2017, em períodos de 24hs, e troca de filtros a cada três dias, totalizando em 114 amostras coletadas. O black carbon (BC) foi monitorado através do monitor Multi-Angle Absorption Photometer (MAAP). Após a coleta, os resultados foram obtidos através de análises por técnicas analíticas complementares, para se conhecer a concentração em massa e composição elementar do material coletado. A concentração média anual do MP2.5 foi de 17,71 ± 11,45 µg/m3 e de 1,86 ± 1,27 µg/m3 para o BC. O padrão diário de 24 hs para o Estado de São Paulo (60 µg/m3) não foi excedido. As maiores concentrações ocorreram nos meses de inverno. As principais espécies detectadas através da fluorescência de Raios-X e cromatografia de íons foram o Na, Al, Si, S, Cl, K, Ca, Fe e Zn, Cl-, NO3-, SO42-, Na+, Ca2+, K+, NH4+ e C2H3O2. E as principais fontes emissoras de poluentes identificados pelo modelo Positive Matrix Fatorization (PMF) foram os veículos pesados (34,6%), ressuspensão de solo (26,3%), fontes locais (21,7%) e veículos leves (17,3%)
Título em inglês
Characterization of fine particulate matters, and identification of emission sources on the east campus of the University of São Paulo, the School of Arts, Sciences and Humanities (SASH-USP)
Palavras-chave em inglês
Black carbon
Elemental characterization
São Paulo
Urban aerosol
Resumo em inglês
The fine particulate matter (PM2.5) is the main pollutant related to high incidence of diseases of the respiratory system, as it is also related to deaths from cardiorespiratory diseases. Due to its small size, the PM2.5 reaches deeply into the respiratory system and can influence the climate, since it can change the radiative balance of the atmosphere. In this work the environmental monitoring of PM2.5 was carried out, in the East campus of the University of São Paulo (USP), the School of Arts, Sciences and Humanities (EACH), with the purpose of characterizing physico-chemically the urban aerosol, the main sources and relate to number of vehicles in the Ayton Senna highway, close to the campus and, with meteorological parameters that influence the dispersion of this pollutant. The samplings were carried out throughout April 2016 to April 2017, using Partisol as specific equipment to measure PM2.5, in periods of 24hs and filter changes every three days, in the total were collected 114 sampling. Black carbon (BC) was obtained through the MAAP monitor. After the collection, the results were obtained by complementary techniques, to know the mass concentration of the samples. The annual mean concentration was 17.71 ± 11.45 µg/m3 for PM2.5 and 1.86 ± 1.27 µg/m3 for BC. During the study period, the São Paulo State 24-h standard for PM2.5 (60 µg/m3) was not exceeded. The highest concentrations occurred in the winter months. The main species detected by X-ray fluorescence and ion chromatography were: Na, Al, Si, S, Cl, K, Ca, Fe e Zn, Cl-, NO3-, SO42-, Na+, Ca2+, K+, NH4+ and C2H3O2. The main sources of pollutants identified by the PMF are: HDVs (34.6%); Soil (26.3%); Local sources (21.7%); LDVs (17.3%)
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.