• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.100.2021.tde-14102021-062832
Documento
Autor
Nome completo
Joel Pereira Bastos da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Paulino, Sonia Regina (Presidente)
La Rovere, Emilio Lèbre
Oliveira, Otávio José de
Título em português
Análise do padrão de certificação ISO 14001 com base nas alterações de 2015
Palavras-chave em português
Autorregulação
Desempenho ambiental
ISO 14001
Riscos ambientais
Resumo em português
Este trabalho tem como objetivo identificar oportunidades do padrão de certificação ambiental ISO 14001:2015. Para isso é considerada a melhoria do desempenho e da gestão de riscos ambientais em unidades industriais certificadas em comparação com empresas não certificadas no padrão ISO mas que também adotam gestão ambiental sistêmica. A comparação é feita através da identificação do uso sistêmico de indicadores ambientais, do número de não conformidades legais, da gestão de riscos e oportunidades ambientais aos negócios, da prática de comunicação ambiental externa e da formalização e divulgação de funções e responsabilidades encontradas em Relatórios de Auditorias Ambientais compulsórias no Estado do Rio de Janeiro. As diferenças são significativas entre os dois grupos, ambos constituídos por empresas que adotam gestão ambiental sistêmica, recebem auditorias ambientais periódicas, estão classificadas como de alto e médio potencial poluidor e sujeitas a pressões legais, normativas e institucionais similares. Adicionalmente, questionários respondidos por auditores ambientais independentes, que não executam auditorias de certificação ISO, com questões versando sobre as mesmas variáveis de pesquisa analisadas nos relatórios fluminenses consolidam os resultados encontrados nos relatórios, e fornecem críticas. Ao identificar o uso sistêmico de indicadores ambientais, assim como o número de não conformidades legais no grupo de certificadas e no grupo de não certificadas, as diferenças são significativas e melhores para as certificadas. Porém, a identificação também demonstra baixa aderência, mesmo entre as certificadas, a dois outros requisitos-chave da versão de 2015 da norma: A identificação da gestão de riscos e oportunidades ambientais inseridas no planejamento dos negócios e a ampliação da comunicação ambiental para partes interessadas externas à organização. Tais lacunas apontam oportunidades de pesquisa e de melhorias no planejamento e práticas de implantação de uma gestão ambiental sistêmica, assim como em discussões quanto a qualificação necessária de auditores líderes. Discussões que a urgência das questões ambientais requer para atingirmos os objetivos de desempenho ambiental, gestão de riscos e de oportunidades ao meio ambiente e aos negócios que precisamos
Título em inglês
Analysis of the ISO 14001 certification standard based on the 2015 version changes
Palavras-chave em inglês
Environmental performance
Environmental risks
ISO 14001
Self-regulation
Resumo em inglês
This work aims to identify opportunities for the ISO 14001:2015 environmental certification standard. For this, it is considered the improvement of performance and management of environmental risks in certified industrial units in comparison with companies not certified in the ISO standard but which also adopt systemic environmental management. Comparison made by identifying the systemic use of environmental indicators, the number of legal non-compliances, the identification and management of environmental risks and opportunities to the business, the practice of external environmental communication and the formalization and disclosure of roles and responsibilities, found in reports of compulsory Environmental Audits in the State of Rio de Janeiro. The differences are significant between the two groups, both made up of companies that adopt systemic environmental management, receive periodic environmental audits, and are classified as having high and medium polluting potential and subject to similar legal, regulatory and institutional pressures. Additionally, questionnaires answered by independent environmental auditors, who do not perform ISO certification audits, with questions dealing with the same research variables analyzed in the Rio de Janeiro audits reports, consolidate the results found in the reports, and provide criticism. By identifying the systemic use of environmental indicators, as well as the number of legal non-conformities in the certified group and in the non-certified group, the differences are significant and better for the certified. However, the analysis also demonstrates low adherence, even among those certified, to two other key requirements of the 2015 version of the standard: The identification and management of environmental risks and opportunities included in business planning, and the expansion of environmental communication to stakeholders external to the organization. Such gaps point to opportunities for research and improvement in planning and implementation practices for systemic environmental management, as well as discussions on the necessary qualification of lead auditors. Discussions that the urgency of environmental issues requires in order to achieve the objectives of environmental performance, risk management and opportunities we need for the environment and the business
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Analise_ISO14001.pdf (1.38 Mbytes)
Data de Publicação
2021-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.