• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Luis Pereira Silva
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2019
Director
Tribunal
Oliveira, Régia Cristina (Presidente)
Campos, Edemilson Antunes de
Lima, Idalice Ribeiro Silva
Schrijnemaekers, Stella Christina
Título en portugués
"É o meu corpo que sustenta as minhas ideias": Corpo, comida e saúde na voz da militância gorda
Palabras clave en portugués
Antropologia da alimentação
Antropologia da saúde
Antropologia do corpo
Gordofobia
Obesidade
Resumen en portugués
A presente pesquisa investigou as os discursos sobre corpo, comida e saúde de mulheres que participam da chamada militância gorda. A referida militância é composta por pessoas autoafirmadas como gordas, que entendem que pessoas assim definidas sofrem uma forma de opressão social e com base nisso militam contra a estigmatização desses corpos e pelos direitos desses indivíduos em relação à sua autoafirmação. A pesquisa foi realizada com mulheres, da cidade de Salvador e de São Paulo, que declaravam fazer parte dessa militância. De caráter qualitativo, esse estudo se valeu da técnica de entrevistas semiestruturadas. Nas entrevistas as participantes dessa pesquisa foram instigadas a falar sobre a relação delas com a comida; o que pensavam sobre o discurso biomédico da obesidade; como se relacionavam com o próprio corpo. O pensamento biomédico, anatomofisiológico, considera a obesidade, antes de mais nada, uma anomalia. Portanto, intervenções de natureza tecnocientíficas são prescritas para esses corpos. Porém, apesar da biomedicina se ancorar em um discurso puramente biológico, há, inegavelmente, uma dimensão moral na busca da saúde. Nesse sentido, a obesidade, dentro do discurso biomédico, além de uma doença física, é também vista como uma doença moral. Buscou-se, portanto, investigar como os indivíduos dessa militância percebem-se a si mesmos e produzem sua relação com o próprio corpo e com sua alimentação, informados que também são por discursos biomédicos sobre o corpo gordo
Título en inglés
"It's my body that sustains my ideas": Body, food and health in fat activism's voice
Palabras clave en inglés
Body anthropology
Fatphobia
Food anthropology
Health anthropology
Obesity
Resumen en inglés
The present study explored discourses and the life experiences about body, food and health of women that are engaged with a social movement called fat activism. The referred activism is composed by individuals self-denominated as fat. The basis of this activism is the comprehension that fat people suffers from a kind of social oppression. The research was realized both in Salvador and São Paulo. Based on the qualitative methodology, this study used primarily the semi-structured interview technique. The participants were instigated to talk about their relationship with food; what they think about the biomedical views on obesity; the relationship with their own bodies. The biomedical institution sees obesity as disease. Therefore, technoscientific interventions are prescribed to those bodies. However, despite selling itself as "neutral" science, without any bias, there is a moral dimension on biomedicine practice. Therefore, this research inquired the participants to speak about those issues in their perspective
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-11-21
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.