• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.100.2020.tde-29012021-171711
Documento
Autor
Nome completo
Larissa Oliveira Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Baruque-Ramos, Júlia (Presidente)
Arriel, Nair Helena Castro
Fleury, André Leme
Koria, Mikko
Título em inglês
Organic cotton network in Brazil addressing textile and clothing sector
Palavras-chave em inglês
Collaboration
Innovation
Network
NGO
Organic cotton
Textile
Resumo em inglês
Organic cotton is the main eco-material used by sustainable clothing brands. At the same time, cotton cultivation is of great economic importance in Brazil, as it can be cultivated in various climatic and soil conditions. The Brazilian textile and clothing sector covers the entire chain, from the production of raw materials, to the production of yarns and textiles, manufacture of clothing, distribution, marketing, retail and customers. However, even though the country is the fourth largest international producer of traditional cotton, organic farming still has a limited volume. Despite being a demanding fiber in the market, there is a gap in the understanding of its network, which may be hindering its potential development. The aim of this study was to identify the main actors and develop a description of the organic cotton network in Brazil. A literature review, interviews and technical visits in the states of Minas Gerais, Paraíba and São Paulo and analysis of annual cotton reports by national and international organizations were carried out. Interest in the production of organic cotton has been increasing every year, but producers still face difficulties in articulating with the market, both in the production and in the commercialization of organic cotton fiber. EMBRAPA Cotton, Laudes Foundation and VEJA represent the central positions in the analysis of organic cotton networks. This is followed by NGOs such as Diaconia, Arribaçã, Esplar and Textile Exchange, the companies OCC, NCC and Justa Trama and the public research institution EMPAER. The lack of a social organization or a company was noticed, to play the role of connection between producers and the textile industry in Brazil's organic cotton network. National and international NGOs open spaces for sharing value and exchanging information and play the role of financing agroecological projects in Brazil, supporting the structural consolidation of the network. Brands and retailers also have a crucial role to play, as they have the capacity to pull the sector towards greater sustainability, demanding and buying organic cotton
Título em português
A rede do algodão orgânico no Brasil voltada ao setor têxtil e confecção
Palavras-chave em português
Algodão orgânico
Colaboração
Inovação
ONG
Rede
Têxtil
Resumo em português
O algodão orgânico é o principal eco-material utilizado pelas marcas de vestuário sustentável. Ao mesmo tempo, a cultura do algodão tem grande importância econômica no Brasil, pois pode ser cultivada em diversas condições de clima e solos. O setor têxtil e de confecção brasileiro abrange toda a cadeia, desde a produção de matéria-prima, fabricação de fios e têxteis, confecção de roupas, distribuição, marketing, varejo até os clientes. Mas mesmo o país sendo o quarto maior produtor internacional do algodão tradicional, o cultivo orgânico, ainda tem volume limitado. Apesar de ser uma fibra exigente do mercado, há uma lacuna no entendimento de sua rede, o que pode estar atrapalhando seu desenvolvimento potencial. O objetivo deste estudo foi identificar os principais atores e desenvolver uma descrição da rede do algodão orgânico no Brasil. Foi realizada uma revisão da literatura, entrevista e visitas técnicas nos estados de Minas Gerais, Paraíba e São Paulo e análises de relatórios anuais do algodão, de organizações nacionais e internacionais. O interesse pela produção de algodão orgânico vem aumentando a cada ano, porém os produtores ainda enfrentam dificuldades de articulação com o mercado, tanto na produção quanto na comercialização da fibra do algodão orgânico. EMBRAPA Algodão, a Fundação Laudes e a VEJA representam as posições centrais na análise de redes de algodão orgânico. Seguem-se ONGs como a Diaconia, Arribaçã, Esplar e Textile Exchange, as empresas OCC, NCC e Justa Trama e a instituição pública de investigação EMPAER. Foi notada a falta de uma organização ou empresa social, desempenhando o papel de conexão entre os agricultores e a indústria têxtil na rede de algodão orgânico do Brasil. ONGs nacionais e internacionais abrem espaços de compartilhamento de valor e troca de informações e desempenham o papel de financiar projetos agroecológicos no Brasil, apoiando a consolidação estrutural da rede. Também as marcas e varejistas têm um papel crucial a desempenhar, pois têm a capacidade de puxar o setor para uma maior sustentabilidade, exigindo e comprando algodão orgânico
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-05-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.