• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-15122018-180411
Documento
Autor
Nome completo
Fiamma Eva Mendoza Quispe
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Eler, Marcelo Medeiros (Presidente)
Araújo, Luciano Vieira de
Braga, Juliana Cristina
Freire, André Pimenta
Título em português
Uma contribuição aos padrões de acessibilidade do governo eletrônico brasileiro: priorização de recomendações para aplicações móveis
Palavras-chave em português
Acessibilidade
Acessibilidade móvel
Aplicativo
App
Diretrizes de acessibilidade
Dispositivo móvel
e-gov
Governo eletrônico
Padrão de acessibilidade
Resumo em português
O presente trabalho tem como premissa investigar diretrizes, técnicas, métodos e padrões de acessibilidade existentes no contexto do governo eletrônico, via desktop e dispositivos móveis, de forma a identificar e analisar o que pode ser aplicado no processo de desenvolvimento para tornar acessíveis suas aplicações. Diante do crescimento da tecnologia e da necessidade de inclusão digital, o foco do trabalho destina-se a pessoa com deficiência, visando algo que possa atingir a todos de forma mínima. Assim, o trabalho teve como objetivo elaborar um conjunto de 35 recomendações de acessibilidade para aplicações móveis, adaptado do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (e-MAG), padrão que consiste em recomendações específicas para o desenvolvimento de sítios e portais web do governo brasileiro. Após a adaptação das recomendações, foi realizado uma avaliação de 12 aplicativos do governo eletrônico, a avaliação foi uma inspeção por revisão de guidelines feita por um especialista, no caso, o próprio autor. A avaliação teve como objetivo validar as recomendações propostas, verificando a forma como o conteúdo e a informação são disponibilizados, isto é, se os aplicativos são efetivamente acessíveis. Pelos resultados obtidos, foi possível identificar que todas as aplicações apresentaram problemas de acessibilidade, prejudicando assim, a interação do usuário com a aplicação móvel. Também foi elaborado um questionário de acessibilidade formado pelas mesmas recomendações adaptadas, onde foi solicitado que pessoas voluntárias com deficiência o respondessem. Desta forma, o usuário atribuía um nível de relevância para cada recomendação do questionário, identificando ser muito ou pouco relevante para ele. Ao todo obtivemos 103 respostas, e de acordo com as análises realizadas, foi identificada variações de relevância entre os grupos e subgrupos de usuários que responderam o questionário, principalmente de pessoas com deficiência visual, nosso grupo mais expressivo neste trabalho, variando de usuários com visão próximo do normal a total cegueira. Com isso, foi possível elaborar uma lista de prioridades de recomendações de acessibilidade. A lista de prioridades tem como objetivo garantir que os principais requisitos de acessibilidade sejam implementados nas primeiras versões do software, ou seja, as recomendações consideradas mais relevantes pelos usuários, são consideradas prioritárias para o processo de desenvolvimento de aplicações móveis do governo eletrônico
Título em inglês
A contribution to Brazilian e-government accessibility standards: prioritization of recommendations for mobile applications
Palavras-chave em inglês
Accessibility
Accessibility guidelines
Accessibility standard
App
Application
e-gov
E-government
Mobile accessibility
Mobile device
Resumo em inglês
The present work has as premise to investigate guidelines, techniques, methods and standards of accessibility existing in the context of e-government, via desktop and mobile devices, in order to identify and analyze what can be applied in the development process to make its applications accessible. Faced with the growth of technology and the need for digital inclusion, the focus of the work is aimed at people with disabilities, aiming at something that can reach everyone in a minimal way. The purpose of this study was to elaborate a set of 35 accessibility recommendations for mobile applications, adapted from the Electronic Government Accessibility Model (e-MAG), a standard that consists of specific recommendations for the development of websites and web portals of the Brazilian government . After adapting the recommendations, an evaluation of 12 e-government applications was carried out, the evaluation was a revision review of guidelines made by a specialist, in this case, the author himself. The evaluation aimed to validate the proposed recommendations, verifying how content and information are made available, that is, whether applications are effectively accessible. From the results obtained, it was possible to identify that all the applications presented accessibility problems, thus impairing the user interaction with the mobile application. An accessibility questionnaire was also prepared, which was made up of the same adapted recommendations, where volunteers with disabilities were asked to respond. In this way, the user assigned a level of relevance to each recommendation of the questionnaire, identifying it to be very or slightly relevant to it. In all, we obtained 103 responses, and according to the analyzes, we identified variations of relevance among the groups and subgroups of users who answered the questionnaire, mainly of people with visual impairment, our most expressive group in this study, ranging from users with vision close to normal to total blindness. This has made it possible to draw up a list of priorities for accessibility recommendations. The list of priorities aims to ensure that the main accessibility requirements are implemented in the first versions of the software, that is, the recommendations considered most relevant by the users, are considered as priorities for the process of developing e-government mobile applications
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.