• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.100.2020.tde-13042020-190752
Documento
Autor
Nome completo
Otavio de Paula Albuquerque
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Fantinato, Marcelo (Presidente)
Fortes, Renata Pontin de Mattos
Maciel, Cristiano
Título em português
Proposta de ferramenta de controle parental para brinquedos inteligentes baseada em regras de privacidade
Palavras-chave em português
Brinquedos inteligentes
Computação para brinquedo
Controle parental
Privacidade
Segurança
Resumo em português
Com a inserção do mundo na era digital surgiram os brinquedos inteligentes. Um brinquedo inteligente consiste em um dispositivo físico conectado com serviços móveis através de redes sem fio, proporcionando para a criança, brincadeiras mais interativas. Com os brinquedos inteligentes surgiram questionamentos de pais e pesquisadores sobre os riscos que eles podem oferecer. As maiores preocupações da área estão relacionadas a grande capacidade de coleta de dados que um brinquedo inteligente possui, e com o usuário ser uma criança que geralmente não compreende ou têm pouca preocupação com sua própria segurança e privacidade. Existem ferramentas como o controle parental em desenvolvimento pela comunidade, visam fornecer funcionalidades que auxiliem os pais na preservação da segurança e privacidade das crianças por meio do controle de acesso. No entanto, as ferramentas disponíveis no mercado não acompanharam às necessidades das recentes mudanças tecnológicas dos ambientes computacionais atuais. No ambiente de computação para brinquedos, isso torna-se mais evidente por causa da maioria dos serviços móveis vinculados aos brinquedos serem sensíveis ao contexto, ou seja, precisarem coletar dados para fornecer 100% de seus serviços. Além de funcionalidades principais de controle de acesso, há a necessidade da implementação de funcionalidades complementares que auxiliem os pais na tomada de decisão e no entendimento relacionado ao ambiente, conscientizando-os sobre as consequências do acesso a dados, os riscos que envolvem o ambiente, e disponibilizando o acesso fácil a conteúdos relacionados à proteção de dados infantis etc. Com o intuito de estabelecer uma proposta de ferramenta de controle parental para brinquedos inteligentes baseada em regras de privacidade, identificou-se um conjunto de requisitos com 19 funcionais e 18 não-funcionais, considerados desejáveis para tal tipo de ferramenta. Também se criou um modelo conceitual da ferramenta, no qual é apresentada uma visão geral das funcionalidades dela. Baseado no modelo, implementou-se então um protótipo funcional da ferramenta. Os requisitos e o protótipo foram avaliados, por meio de um questionário, quanto o grau da importância dos requisitos para uma ferramenta de controle parental e o grau de satisfação da implementação deles no protótipo. A análise dos resultados das respostas de 10 pesquisadores especialistas da área foi realizada quantitativa e qualitativamente. Na análise quantitativa confirmou-se que os requisitos são considerados importantes para compor a ferramenta, sendo os não-funcionais, em médias gerais, mais relevantes; além de demonstrar resultados expressivos relacionados a avaliação do protótipo. Para a análise qualitativa, analisou-se o conteúdo das respostas subjetivas referentes às sugestões de novas ideias de requisitos e recomendações para melhoria do protótipo. Pretende-se com isso, disponibilizar um modelo de ferramenta de controle parental para servir como base para empresas de brinquedos inteligentes desenvolverem suas ferramentas, além de contribuir para o avanço na pesquisa da área de brinquedos inteligentes, relacionados, principalmente, a temas de privacidade e segurança
Título em inglês
Proposal of a parental control tool for smart toys based on privacy rules
Palavras-chave em inglês
Parental control
Privacy
Security
Smart toys
Toy computing
Resumo em inglês
With the insertion of the world in the digital age, intelligent toys emerged. A smart toy consists of a physical device connected with mobile services over wireless networks, providing the child with more interactive play. However, with smart toy, questions arose from parents and researchers about the risks that such toys may offer. The biggest concerns in the area are related to the great data collection capacity that a smart toy has, and to the user being a child who generally does not understand or have little concern for their own security and privacy. There are tools such as parental control being developed by the community, which aim to provide functionalities that assist parents in preserving children's security and privacy through access control. However, the tools available on the market have not kept up with the needs of recent technological changes in today's computing environments. In the toy computing environment, this becomes more evident because most mobile services linked to toys are context sensitive, that is, they need to collect data to provide 100% of their services. In addition to the main access control features, there is a need to implement complementary features that assist parents in decision-making and understanding related to the environment, making them aware of the consequences of accessing data, the risks that involve the environment, and providing easy access to content related to the protection of children's data, etc. In order to establish a proposal for a parental control tool for smart toys based on privacy rules, a set of requirements was identified with 19 functional and 18 non-functional, considered desirable for this type of tool. A conceptual model of the tool was also created, in which an overview of its functionalities is presented. Based on the model, a functional prototype of the tool was then implemented. The requirements and the prototype were assessed, through a survey, as to how important of the requirements for a parental control tool and how satisfactory with their implementation in the prototype. The analysis of the results of the responses of 10 specialist researchers in the area was carried out quantitatively and qualitatively. In the quantitative analysis it was confirmed that the requirements are considered important to compose the tool, being non-functional, in general averages, more relevant; besides demonstrating expressive results related to the evaluation of the prototype. For the qualitative analysis, the content of the subjective responses regarding the suggestions for new requirements ideas and recommendations for improving the prototype was analyzed. It is intended to provide a model of parental control tool to serve as a basis for smart toy companies to develop their tools, in addition to contributing to the advancement of research in the area of smart toys, mainly related to privacy and security issues
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.