• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2010.tde-27012012-101434
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Perlmann
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Barros, Paulo Sergio de Moraes (Presidente)
Martins, Maria Cristina
Safatle, Angélica de Mendonça Vaz
Título em português
Estudo morfológico das neoplasias melanocíticas uveais em cães
Palavras-chave em português
Cães
Melanocitoma
Melanoma
Uvea
Resumo em português
Os tumores de origem melanocítica representam as mais frequentes neoplasias intra-oculares diagnosticadas nos cães. O presente trabalho teve por objetivo realizar estudo retrospectivo das neoplasias melanocíticas da úvea do cão analisando suas características morfológicas e epidemiológicas. Foi estudado um total de 29 casos; destas, 51,7 % foram diagnosticadas como melanocitoma, enquanto que 48,3 % como melanoma. As raças mais acometidas foram SRD (sem raça definida), Cocker Spaniel Inglês e Labrador Retriver, porém não houve predominância racial significativa. A faixa etária foi de 6 a 15 anos, com média de 10,3 anos. Os tumores acometeram igualmente machos e fêmeas. A úvea anterior foi a localização mais comum, representando 96,5 % de todos os tumores, enquanto a úvea posterior representou 3,5 %, sendo o último, um melanoma. Em 5 casos, o tumor ocupava todo espaço intra-ocular, sendo todos melanomas. Os melanocitomas apresentaram predominância de células grandes, redondas ou poliédricas, densamente pigmentadas e núcleo pequeno. Os melanomas apresentaram 2 padrões celulares distintos. Dos 14 melanomas, 8 (57,2 %) eram compostos por células epitelióides, 2 (14,3 %) por células fusiformes, e 4 (28,5%) apresentaram padrão misto. Em 7 melanomas observou-se áreas de melanocitoma, sugerindo transformação maligna.
Título em inglês
Morphologic study of the uveal melanocytic neoplasias in dogs
Palavras-chave em inglês
Dogs
Melanocitoma
Melanoma
Uvea
Resumo em inglês
Melanocytic tumors are the most common intraocular neoplasia in dogs. The aim of the present work was to perform a retrospective study of the canine uveal melanocytic neoplasias analyzing the morphologic and epidemiologic features. It was 29 cases in total; 51,7 % was diagnosed as melanocitoma, while 48,3 % was diagnosed as melanoma. The most common breed was mixed breed dogs, English Cocker Spaniel and Labrador, but there was no significant racial predominance. The age range was 6 to 15 years old, with mean of 10,3 years old. The tumors affected equally males and females. The anterior uvea was the most common site, representing 95,5 % of all tumors and the posterior uvea represented 3,5 %, the latter, was a melanoma. In five cases (17,2%), the tumor occupied the entire intraocular space, all of them melanomas. The melanocitomas presented predominance of round or poliedric, plump cells, densely pigmented with small nucleus. The melanomas presented two distinct patterns. Of the 14 melanomas, eight (57,2 %) was composed of epithelioid cells, two (14,3 %) of spindle cells, and four (28,5 %) presented mixed pattern. There were 7 melanomas that presented melanocitoma areas, suggesting malignant transformation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EDUARDO_PERLMANN.pdf (1.73 Mbytes)
Data de Publicação
2013-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.