• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2016.tde-24052016-092307
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Luiz da Silveira Camargo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Gioso, Marco Antonio (Presidente)
Campos, Tomie Toyota de
Machado, Manoel Eduardo de Lima
Medeiros, Igor Studart
Mori, Matsuyoshi
Título em português
Análise biomecânica de resistência à fratura em dentes caninos artificiais de cães, com restauração metálica fundida e retentores intrarradiculares retos e curvos com núcleo - Estudo comparativo com análise por elementos finitos
Palavras-chave em português
Coroa metálica
Núcleo
Pino intrarradicular
Restauração
Resumo em português
Os cães, por fatores diversos, acabam por apresentar dentes fraturados com ou sem exposição de polpa. Estas fraturas basicamente são identificadas como fraturas recuperáveis não complicadas, recuperáveis complicadas ou irrecuperáveis. As fraturas recuperáveis (localizadas apenas no esmalte e dentina) são tratadas com dentística restauradora. As recuperáveis complicadas (com lesões em esmalte, dentina e exposição do canal radicular) passam por tratamento endodôntico, podendo ser seguidas de restaurações metálicas. Os dentes mais comumente acometidos são os dentes caninos, superiores ou inferiores. Este trabalho em dentes artificiais simulando considerável destruição de sua porção coronal objetivou testar, após a adaptação da restauração metálica fundida, a resistência às fraturas no dente canino. Os dentes artificiais foram padronizados com uma técnica de replicação de raízes artificiais em molde de resina acrílica quimicamente ativada. Oitenta réplicas iguais de resina composta fotopolimerizável, padronizadas em tamanho e forma, foram construídas a partir desta técnica. Antes da reconstrução protética, aplicou-se o tratamento endodôntico, desobturação, preparo do canal radicular e moldagem. Proteticamente, um pino intrarradicular reto e outro curvo, ambos com núcleo para sustentar a coroa metálica fundida foram cimentados na porção coronal de cada raiz-réplica. Os núcleos e coroa metálica foram ambos ferulados ou estojados. Avaliou-se os dois tipos de restauração com pino intrarradicular curvos ou retos cimentados com cimento de fosfato de zinco ou resinoso para identificar o melhor conjunto restaurador. Os testes de resistência biomecânica de 80 raízes-réplicas foram divididos em 4 grupos com 20 corpos de prova para cada um dos grupos. Grupo 1: das raízes-réplicas com pino intrarradicular curvo cimentados com cimento resinoso. Grupo 2: das raízes-réplicas com pino intrarradicular curvo cimentados com cimento de fosfato de zinco. Grupo 3: das raízes-réplicas com pino intrarradicular reto cimentados com cimento resinoso. Grupo 4: das raízes-réplicas com pino intrarradicular reto cimentados com cimento de fosfato de zinco. Estes grupos foram submetidos a teste de força com pré-carga de 1,5 N, com velocidade de avanço constante de 0,05 mm por minuto em ponto pré- determinado (mésio-lateral vestibularizada) até ocorrência de fratura do conjunto ou parte dele em uma Máquina Universal Kratos. Com a avaliação biomecânica e estudo estatístico de Kruskall-Wallis, identificou-se que os dados obtidos não seguiram distribuição normal. Esta diferença mostrou-se com o p<0,05 na interpretação do teste. No caso de dados não paramétricos o post-hoc do Kruskal-Wallis foi o teste de U de Mann-Withney. Paralelamente, um estudo com análise de elementos finitos comparou os resultados obtidos. Não houve diferença significativa sobre o tipo de cimento utilizado ou que favorecesse o uso do pino reto ou do pino curvo, recaindo a escolha para o operador decidir de acordo com a melhor indicação para cada caso clínico
Título em inglês
Biomechanical analysis of resistance to fracture in artificial dog canine teeth with cast metal restoration and straight and curved intrarradiculares retainers with core - Comparative study with finite element analysis
Palavras-chave em inglês
Core
Intrarradicular pin
Metal crown
Prosthodontics
Resumo em inglês
The dogs, by various factors, present fractured teeth with or without pulp exposure. These fractures are basically identified as recoverable fractures not complicated, recoverable complicated or unrecoverable. Recoverable fractures (located just on enamel and dentin) are treated with restorative dentistry. The complicated recoverable (with lesions in enamel, dentin and exposure of the root canal) need to undergo endodontic treatment, and may be followed by metallic restorations. The teeth most commonly affected are the canine teeth, upper or lower. This work on artificial teeth simulating considerable destruction of their coronal portions aimed to test, after the adaptation of the cast metal restoration, the fractures in the canine teeth. Artificial teeth were standardized with an artificial root replication technique in acrylic chemically activated resin impression. Eighty equal photopolimerized composite resin replicas, standardized in size and shape, were built with this technique. Before the prosthetic reconstruction, endodontic treatment, desobturation, root canal preparation and molding were done. Protetically an intrarradicular straight pin and another curved one, both to sustain core fused metal crown were cemented over the crown of each root replica. The cores and metal crown were both belted or sheathed. It was evaluated the two types of restorations with intrarradicular curved or straight pin cemented with zinc phosphate cement or resin to identify the best restorative set. The biomechanical resistance tests applied over the 80 replica roots were divided into 4 groups with 20 samples for each of the groups. Group1: roots with intrarradicular curved pin replicas cemented with resin cement. Group 2: roots with intrarradicular curved pin replicas cemented with zinc phosphate cement. Group 3: roots intrarradicular straight pin replicas cemented with resin cement. Group 4: roots intrarradicular straight pin replicas cemented with zinc phosphate cement. These groups were submitted to the test of strength with 1.5 N preload force, with constant speed rate of 0.05 mm per minute in a predetermined point (mesio-vestibular) until occurrence of fracture of the whole set or part of it in a Universal Machine Kratos. The Biomechanical evaluation and statistical study of Kruskall-Wallis, identified that the data obtained did not follow normal distribution. That difference showed up with the p < 0.05 in the interpretation of the test. In the case of parametric data post-hoc Kruskal-Wallis test of U of Mann-Whitney. At the same time, a study with finite element analysis compared the results obtained. There was no significant difference on the type of cement used or favoring the use of straight or curved intrarradicular pin, therefore it is up to the surgeon to decide according to the best indication for each clinical case
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.